terça-feira, 17 de março de 2020

POLÍCIA CIVIL CUMPRIU MANDADOS DE PRISÕES EM CARUARU, SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE E GARANHUNS.

Foi deflagrada pela 3ª Divisão de Homicídios do Agreste na quinta e sexta-feira (12/03/2020 e 13/03/2020), a 4ª fase da Operação Hunters 2.0, com o objetivo de cumprir Mandados de Prisões em desfavor de suspeitos de cometerem assassinatos nas cidades de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Garanhuns. Em Caruaru, os Policiais deram cumprimento á nove Mandados, em Santa Cruz cumpriram um Mandado e em Garanhuns foram cumpridos outros quatro, inclusive, tendo o flagrante delito por tráfico de drogas contra os quatro imputados.

Jadielson.

Jalber, teve a vida ceifada na frente de várias pessoas.

Dos nove alvos de Caruaru um foi cumprido na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, é que o suspeito já está preso acusado de ter cometido um outro crime de morte. Quanto aos demais, foi preso, Jadielson da Silva Ferreira, que é acusado de matar, Jalber Rodrigues Alves, que estava se divertindo numa chácara em frente ao antigo Forró do Cibiu, no dia 20 de outubro do ano passado, as margens da PE-95 em Caruaru. Esse homicídio foi cometido na frente de dezenas de pessoas e o assassino foi descoberto graças ás filmagens das câmeras de segurança do ambiente.

"Zé Pantera".

As vítimas só foram encontradas com uma semana.

Também foi preso, José da Silva Farias, vulgo “Zé Pantera”, que é acusado de ter participado do triplo assassinato que aconteceu em junho do ano passado na zona rural de Caruaru, que teve como vítimas, os irmãos, Ronaldo Bezerra de Lima Silva, de 25 anos e Eduardo Bezerra de Lima Silva, de 23 anos e o amigo deles, Jeamerson Tibúrcio da Silva, de apenas 16 anos de idade. Os três desapareceram após saírem de uma vaquejada juntos e os três corpos foram localizados sete dias depois dentro de uma propriedade entre os Sítios Xique-Xique e Maria Clara.

Um adolescente de 17 anos foi apreendido com drogas numa ação conjunta entre as equipes da 20ª Delegacia de Homicídios e a Equipe Malhas da Lei, ele é acusado de cometer um crime de morte.

Marcos Vinícius Rodrigues, vulgo “Vampirinho” ou “Macaquinho”, também foi preso. Ele é acusado de tentar matar por trás do Pátio de Eventos, no dia 12 de junho do ano de 2018, José Carlos de Alexandre.

"Xuxa"

Eduardo, ficou com a faca encravada no corpo.

Também foram presos, Armando Ranier Maradona dos Santos, vulgo “Xuxa” e José Amauri de Oliveira Junior, que são acusados de tentar matar em frente ao Albergue Municipal, Eduardo Alves Henrique, de 43 anos, que foi esfaqueado na noite do dia 23 de outubro do ano passado e a investigação aponta que o “Xuxa” segurou a vítima enquanto que o amigo a golpeava, inclusive, deixou a faca encravada na região lombar da vítima.

O Delegado Chefe da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste, Dr. Vitor Freitas, disse que nos últimos seis meses mais de 30 acusados foram presos nessa operação e que as investigações continuam no sentido de identificar e prender outros criminosos. Dr. Vitor disse também que os índices de resolução de homicídios em Caruaru se aproximam de 70%, se assemelhando com países de primeiro mundo, que a Polícia Civil de Caruaru tem sido exemplo para o estado e para o país na resolução de crimes, inclusive, acrescentou que houve o aporte de oito novos Policiais na divisão, trazendo mais força ás Delegacias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic