terça-feira, 2 de julho de 2019

Criminosos que mataram policial e morreram em confronto com a polícia têm identidades reveladas

Os oito mortos na operação das polícias militares de Pernambuco e da Paraíba nesta terça-feira (2) eram amigos e familiares entre si, moravam em Betânia e cidades vizinhas. Dentre os corpos, estavam o do vereador Andson Berigue (PP), da cidade de Betânia, no Sertão de Pernambuco. Nanaca, como era conhecido, foi eleito em 2016 com 482 votos.

O vereador teria ido até Barra de São Miguel resgatar o irmão, conhecido como Galego de Lena, líder da quadrilha e um dos participantes do assalto em Santa Cruz do Capibaribe que terminou com a morte de um policial militar.


Os mortos eram:


Andson Berigue de Lima, vulgo “Nanaca”, de 29 anos (vereador).

Roniere Alves de Souza, de 31 anos, natural de Floresta-PE, mas morava em Santa Cruz.
 
Marcela Virginia Silva do Nascimento, de 32 anos.

José Pedro Agostinho da Silva, de 30 anos, era natural do Recife.
 
Manoel José de Lima, de 37 anos.

José Adson de Lima, de idade não informada.

Wedys Souza Vieira, de 22 anos de idade e
Um adolescente de 17 anos

Os corpos foram trazidos até a UPA de Santa Cruz do Capibaribe, de onde foram removidos pela equipe do rabecão e foram levados para o IML na cidade de Caruaru.


A quadrilha tinha atuação interestadual e era especializada em assaltos a bancos. Foram apreendidos o dinheiro do roubo em Santa Cruz do Capibaribe, duas pistolas 380, dois revólveres 38 e uma espingarda calibre 12 de repetição, que foi utilizada na ação criminosa.

Policial assassinado em Santa Cruz é sepultado em Santa Maria do Cambucá

Viúva do policial André Silva, Dímitra Silva, passou velório abraçada com a farda do marido (Reprodução/TV Jornal Interior).

O policial militar André José da Silva, de 32 anos de idade, o qual foi morto por criminosos na manhã da segunda-feira (01) em Santa Cruz do Capibaribe, foi sepultado na tarde desta terça-feira (02) sob aplausos e homenagens de colegas da PMPE.

O corpo do policial militar foi velado no Sítio Juliana, na zona rural de Santa Maria do Cambucá, de onde foi levado por volta das 16h para ser sepultado no cemitério da cidade de Santa Maria.

O caixão com o corpo do PM chegou ao cemitério carregado por policiais militares e coberto com a bandeira do Brasil e foi sepultado após várias homenagens.

Shareaholic