domingo, 22 de dezembro de 2019

Polícia aponta que esquema em Itapissuma desviou mais de R$ 10 milhões

Foto: JC Imagem

Após operação policial de combate a corrupção, Itapissuma vai passar o final de semana sem prefeito. A cidade com pouco mais de 25 mil habitantes fica entre Igarassu e a Ilha de Itamaracá. O município está sendo destaque da imprensa nacional pela denúncia de desvio de dinheiro público na prefeitura. A operação Dragão do Mar foi deflagrada na ultima sexta-feira (20) com 21 mandados de busca e apreensão.

Doze pessoas foram afastadas dos cargos por 180 dias por determinação do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

O esquema irregular era baseado num programa de assistência social conhecido como “Frente de Serviço” formado por mulheres. A Polícia Civil estima que mais de R$ 10 milhões foram repassados a aliados políticos desde 2017.

Foram afastados o prefeito José Bezerra Tenório Filho, Zé de Irmã Teca do PSD; A vice Elionilda José de Santana, Irmã Elionilda do PP; o presidente da Câmara de Vereadores, Jefferson Teles Alves Carneiro de Albuquerque, “GG” de Zé Antônio do PSDB; o primeiro secretário do legislativo, Nivaldo Vicente da Silva, o irmão Nivaldo do PMN; o parlamentar Antônio Mendes, o Tonho de Dedé; o secretário de finanças de Itapissuma Emerson Bezerra Tenório, irmão do prefeito; a secretária de Ação Social de Itapissuma; Ediene Maria Tenório, que é irmã do gestor Zé de Irmã Teca; e o secretário distrital Zé Antônio, pai do presidente da Câmara de Vereadores Jefferson Teles Alves Carneiro de Albuquerque.

Quem vai assumir o comando da prefeitura é o segundo secretário da Câmara de Vereadores, o vereador Alexandre Leonardo, Leo do Cartório do PSDB.

O esquema

Foto: Bruno Campos / JC Imagem

O Departamento de Combate a Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco) iniciou as investigações em julho deste ano. Jean Rockfeller, delegado da diretoria integrada especializada detalha o desvio de finalidade do dinheiro público:

Durante as investigações, a polícia descobriu que Itapissuma não realizava licitação para limpeza urbana. O programa Frente de Serviço que segundo o Dracco beneficiava cabos eleitorais da atual gestão foi suspenso.

Os envolvidos vão responder por vários crimes, entre os quais organização criminosa, peculato e crime de responsabilidade.

O delegado Jean Rockfeller afirma que o balanço do trabalho é positivo:
Em Itapissuma, o afastamento do prefeito, da vice e de três vereadores suspeitos de corrupção divide opiniões. José Bezerra Tenório Filho, Zé de Irmã Teca do PSD vai recorrer da medida judicial no próprio TJPE. As atividades da prefeitura seguem normalmente apesar do reboliço provocado pela operação Dragão do Mar.

O prefeito de Itapissuma afastado argumenta que há uma interpretação equivocada de uma iniciativa voltada para o bem:
O secretário de governo de Itapissuma explica que o programa Frente de Serviço foi criado na década de 1980. Jefferson Menezes rebate as declarações prestadas pelo representante do Dracco:
Fonte: Rádio Jornal do Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic