quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Justiça manda soltar Estela e impõe medidas cautelares

O desembargador Ricardo Vital determinou a soltura da deputada estadual Estela Bezerra, na tarde desta quarta-feira (18). O plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba havia decidido revogar a prisão preventiva da deputada em sessão extraordinária que aconteceu na noite desta terça-feira (17).

Estela foi presa na manhã de ontem durante a deflagração da Operação Calvário. A decisão do desembargador acompanha o entendimento do plenário da Assembleia, com base em decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal.

Apesar de determinar a soltura de Estela Bezerra, o desembargador estabeleceu uma série de medidas cautelares que deverão ser obedecidas. De acordo com a decisão, Estela não poderá ter acesso às repartições do Governo do Estado, com exceção do que lhe é inerente no exercício parlamentar.

Além disso, Estela foi proibida de manter contato com testemunhas e investigados na Operação Calvário. Quando a deputada não estiver em exercício parlamentar, deverá se recolher em seu domicílio das 22h às 6h.

No final da manhã de hoje, a deputada Estela Bezerra passou por audiência de custódia na Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba. O juiz Adilson Fabrício determinou que ela fosse recolhida até o Presídio Júlia Maranhão, em Mangabeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic