sexta-feira, 2 de agosto de 2019

POLÍCIA CIVIL DEFLAGROU OPERAÇÃO EM CARUARU PARA DAR CUMPRIMENTO A SETE MANDADOS JUDICIAIS.

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (01), a Operação Casuar, para dar cumprimento a um Mandado de Prisão Temporária em desfavor do Sargento Ribeiro e também para dar cumprimento a seis mandados de buscas e apreensões domiciliares. Essa foi a 65ª Operação de Repressão Qualificada do ano no estado e foi vinculada à Diretoria Integrada do Interior 1 - DINTER 1, decorrente de investigação realizada pelo Delegado, Márcio George, titular da 20ª Delegacia de Homicídios de Caruaru, vinculada a 3ª Divisão de Homicídios do Agreste (3ª DHA).

O Delegado, Dr. Márcio George, informou que a investigação foi iniciada ainda neste ano, com o objetivo de apurar e prender os responsáveis pelos crimes de milícia privada e homicídios. Disse ainda que o Sargento Ribeiro é suspeito do cometimento do triplo homicídio cometido no Sítio Xique-Xique e de um outro homicídio que ocorreu no Loteamento Xique-Xique, ambos cometidos durante o mês de junho de 2019.

Os mandados foram expedidos pelo Juiz da Vara do Tribunal do Júri de Caruaru e na execução da operação, foram empregados 35 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães.


No final da manhã, foi realizada uma coletiva de imprensa da qual participaram; Os delegados, Dr. Bruno Machado da 19ª DPH, Dr. Márcio George, Dr. Sérgio Moura da Dinter-01, Dr. Victor Freitas gestor da 3ª Divisão de Homicídios e o Capitão Guipson do 1º BIEsp.


O Sargento Ribeiro, que foi um alvo da Operação Aveloz, foi recolhido á Penitenciária Juiz Plácido de Souza em Caruaru e o mandado de prisão tem prazo de validade de 30 dias, que poderá ser prorrogável por mais 30 dias, caso não seja convertida em Prisão Preventiva.



Fonte: Blog do Adielson Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic