domingo, 22 de maio de 2016

PE-160 é alvo de protesto contra ações da Sefaz no Polo de Confecções

Na manhã deste domingo (dia 22 de maio) mais um protesto acontece na PE-160, no trecho que liga o distrito de Pão de Açúcar (de Taquaritinga do Norte) e Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com as informações, o protesto foi iniciado por compradores e guias de excursão da empresa Washington Turismo e seria em resposta aos atos de fiscalização que acontecem, por parte da Secretaria da Fazenda do Estado, ao Polo de Confecções.

Durante a semana, diversos ônibus e vans foram apreendidos em decorrência da falta de nota fiscal nas mercadorias. Algumas multas chegavam a ultrapassar, para os compradores, valores de R$ 100 mil.

Cerca de 100 pessoas participam do protesto.



Na manhã deste domingo (22) mais um protesto acontece na PE-160, mais precisamente na altura do quilômetro quatro, que liga o distrito de Pão de Açúcar (de Taquaritinga do Norte) e Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com as informações, o protesto foi iniciado por compradores e guias de excursão da empresa Washington Turismo e seria em resposta aos atos de fiscalização que acontecem, por parte da Secretaria da Fazenda do Estado, ao Polo de Confecções.

Durante a semana, diversos ônibus e vans foram apreendidos em decorrência da falta de nota fiscal nas mercadorias. Algumas multas chegavam a ultrapassar, para os compradores, valores de R$ 100 mil.


Também foi registrada uma confusão entre pessoas que quiseram passar e os guias de excursão, entre elas compradores que tentam passar do protesto e pegar veículos de lotação para se dirigir ao parque.


Pneus e galhos de arvores chegaram a ser queimados, assim como ônibus também foram colocados de forma a isolar a pista.



De acordo com a presidente da associação dos Guias de Turismo Comercial do Norte e Nordeste, Shill Souza (que também está no protesto), que lida com guias de excursões vindas do Maranhão e do Piauí, não há acordo com o Governo do Estado no tocante a, segundo a mesma, evitar que operações da Sefaz sejam realizadas no Polo.

O protesto não tem horário previsto para sua conclusão e, de acordo com os manifestantes, a ideia é se dirigir a frente do Moda Center Santa Cruz para dar continuidade ao mesmo.

Negociações foro realizadas, com o síndico do MC, Alan Carneiro.




Terminou no início da tarde de domingo o protesto realizado na PE-160.

O protesto, que foi organizado por empresas e guias de excursões, foi motivado em reposta as recentes ações da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-PE) que, no decorrer da semana anterior, apreendeu ônibus e vans de mercadorias sem nota fiscal em operações realizadas em estradas e rodovias.

De acordo com as informações vindas do Moda Center Santa Cruz, haverá uma reunião por volta das 17h com representantes dos guias de excursões, do próprio Moda Center e do secretário de Desenvolvimento Econômico de Santa Cruz do Capibaribe, Bruno Bezerra.

O objetivo da reunião é formar uma pauta de reivindicações a ser levada para outra reunião, desta vez na segunda-feira (23) em Recife, desta vez com representantes da Sefaz e também com o deputado estadual Diogo Moraes (PSB).

Com a marcação das reuniões, a PE-160 foi liberada e compradores já se dirigem normalmente parque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic