sábado, 12 de janeiro de 2013

Rapaz diz que matou mulher e os dois filhos dela para não ser denunciado à polícia


Rapaz diz que matou dona de casa e os dois filhos dela menores de idade para não ser denunciado à polícia em Buíque. Jordelino da Silva Lima, de 18 anos, foi preso em um assentamento em Arcoverde, a cerca de 25 quilômetros do local do crime.
O triplo homicídio foi praticado, na noite da terça-feira (08), em um imóvel simples do Sítio Baixa Preta, na Zona Rural do município. A polícia apurou que Jojó, como é conhecido na localidade, furtou um botijão de gás da casa das vítimas.
Maria Betânia da Silva Caetano, de 23 anos, ameaçou denunciar o rapaz à polícia e, por isso, foi morta. Os filhos, um menino de cinco anos e uma garota de três, também foram mortos a pauladas por Jordelino da Silva Lima.
Outros dois homens – um de 22 e outro de 26 anos, também foram presos acusados de ajudar o homicida. Dona Marina Josefa, vizinha das vítimas, se emociona ao falar do crime bárbaro sem explicação:

A polícia diz que Jordelino da Silva Lima, o Jojó, tem antecedentes criminais de quando era menor de idade. Guido Lins, delegado responsável pelas investigações, diz que o triplo homicídio está elucidado:

Shareaholic