domingo, 9 de dezembro de 2012

Empresários recebem Títulos de Cidadão Santa-cruzense

Fotos: Murilo Barbosa

A noite da ultima quinta-feira dia (06) foi marcada por mais um dia de homenagens, realizadas na Câmara.

Foram entregues mais três Títulos de Cidadão para três comerciantes (dois Paraibanos e um Potiguar), que deram importantes contribuições para o desenvolvimento de Santa Cruz.

Os projetos para a entrega dos Títulos foi do vereador Dr. Nanau (PTB) e os homenageados foram os empresários José Gomes Filho (Menininho da Jogoffi), Ivanildo Ramalho de Araújo e Juvêncio Carneiro dos Santos.

Conheça a biografia dos homenageados:


José Gomes Filho (Menininho)


 

Nascido em 1961, em um sítio localizado no município de Patú, no Rio Grande do Norte, José Gomes Filho é filho de artesãos e se mudou para Santa Cruz do Capibaribe, no ano de 1986, já casado com sua atual esposa, Adezilma Carneiro dos santos Gomes.

Menininho aventurou-se no mundo das confecções em 1991, quando vendeu um fusca para comprar os primeiros tecidos, onde conciliava o trabalho de empresário com o trabalho de bancário, que exercia durante 11 anos.

Menininho hoje é proprietário da Jogoffi, empresa que atua no segmento de camisaria e também é o atual presidente da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap).

Ivanildo Ramalho de Araújo

 

Nascido em 1972, no município de São Bento-PB, é um os quatro filhos de Edvar Ramalho e Ivone Barros de Araújo.

Casou-se, aos 21 anos, com Adilliany Gomes da Silva, com quem teve dois filhos. Iniciou a sua vida de empresário na cidade de Picos-PI, no ano de 1993, onde vendia utensílios domésticos até o ano de 1995.

Em 1998, já na cidade de Boa vista, capital do estado de Roraima, fundou a loja “Nayane Confecções”, onde vendia produtos confeccionados aqui em Santa Cruz.

No ano de 2002, mudou-se definitivamente para a Capital da Moda, onde montou uma fábrica de camisas, que funcionou por quatro anos.

Em seguida, Ivanildo abriu uma empresa de transporte de cargas, que levava mercadorias daqui de Santa Cruz do Capibaribe para sua loja em Boa Vista e fazia o mesmo para outros comerciantes, tanto de Roraima como do Amazonas, atividade que exerce até hoje.

Juvêncio Carneiro dos Santos


 

Nascido no ano de 1966, em um sítio pertencente o município de São Bento-PB, é filho de José Sousa Carneiro e Adenice Severina dos Santos.

Aos 20 anos, trabalhou vendendo redes de dormir, viajando para vários estados do Norte e Sul do país. Em 1993, casou-se com Francinete Maria da Silva Carneiro, com quem teve dois filhos.

Cansado da dura jornada como vendedor de redes, decidiu, no ano de 1996, mudar-se definitivamente na Capital da Moda, onde iniciou a sua atividade confeccionista, fundando a Zuza Confecções, nome dado em homenagem ao seu avô paterno.

Mais experiente nos negócios, mudou o nome da empresa para Trilha do Corpo Confecções LTDA, que vende produtos para vários estados do nordeste brasileiro

Motoqueiro perde o controle da moto e morre na PE-160

Um acidente, na tarde deste sábado (08), deixou uma vítima fatal na Rodovia PE-160, entre Santa Cruz do Capibaribe e a Vila de Poço Fundo.

Segundo informações da Guarda Civil Municipal, Gustavo Gomes de Araújo, 45 anos, perdeu o controle da moto e caiu.
A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.
Gustavo residia na Rua Vereador José Morais, Bairro Malaquias Cardozo

Tenente-coronel Conceição Pessôa lamenta morte do policial Orlandy

A ex-comandante da 3ª CIPM, Tenente-coronel Conceição Pessoal, enviou ao Blog do Ney Lima uma nota onde comenta a perda do policial SD Orlandy, falecido no início da noite deste sábado (08).

Confira a nota:

Lamento muito a perda desse profissional maravilhoso, sinto muito por todas as pessoas que conviveram com Orlandy… Eu tive esse privilégio.

Deus na sua misericórdia possa acolher de braços abertos…até breve amigo!

Tenente-coronel Conceição Pessôa

Coronel Varêda comenta sobre a morte de SD Orlandy

O Coronel da Polícia Militar, Otávio Varêda, ex-comandante da 3ª CIPM, enviou nota sobre a morte do policial SD Orlandy, falecido no início da noite deste sábado (08).

Confira a nota:

Tomei conhecimento, agora a pouco, do trágico desaparecimento do Sd ORLANDY. Estou profundamente chocado com o acontecido.

ORLANDY foi fundamental para o sucesso do nosso trabalho em Santa Cruz do Capibaribe, quando em 2004 aceitei o desafio de implantar a 3ª CIPM.

Como primeiro Comandante, encontrei inúmeras dificuldades na caminhada, tanto na parte administrativa, e principalmente, na operacional.

Na ocasião, ORLANDY, juntamente com o Sgt ERNESTO, seu grande irmão de farda, deram sustentação as ações operacionais, claro que com a junção de esforços de outros camaradas, oficiais e praças.

Quando fui comandar o 3º BPM, em Arcoverde,no final de 2007, levei os dois comigo, onde passaram a trabalhar na nossa assistência, inclusive servindo de forma muito leal e respeitosa a minha família, em especial, aos meus filhos OTÁVIO AUGUSTO e THYAGO HENRIQUE.

Foi assim que criamos um vínculo forte de companheirismo e amizade.

Na corporação, chegou um tempo em que seguimos caminhos diferentes, face as mudanças de conjuntura. ERNESTO e ORLANDY retornaram para Santa Cruz do Capibaribe, enquanto eu fui desbravar outras terras. ,

A amizade permaneceu, já que como eu, ambos residem em Caruaru, e vez por outra era possível nosso encontro. Hoje o CRISTO chamou ORLANDY para a Casa do Pai. Cabe a nós interceder por ele para que seja acolhido e ocupe um das moradas prometidas pelo Redentor da Humanidade.

Cabe ainda a nós, rezar pedindo o devido conforto para seus entes e amigos. O registro abaixo foi feito por mim, quando fomos em 2008 para a cidade de Triunfo, ocasião em que participei de uma Reunião cotidiana de trabalho. Vai em paz amigo ORLANDY e seguro nas mãos de DEUS.

Morre policial militar Orlandy, da equipe GATI da 3ª CIPM

O policial militar da equipe GATI, Orlandy Soares Santos, 38 anos, morreu, no início da noite deste sábado (08), em sua própria residência, na Rua 5 de Fevereiro, Bairro Morada Nova, na cidade de Caruaru.
De acordo com a Polícia Militar, Orlandy pode ter sido vítima de choque elétrico quando estava lavando um carro.

Orlandy Soares era destacado na 3ª CIPM de Santa Cruz do Capibaribe, desde 2004, e ficou conhecido pelos serviços prestados junto à equipe formada pelos policias Junior e Ernesto, com os quais chegou a compor o chamado “Trio da Rocam”.
Policiais que estavam de serviço na delegacia de polícia e na 3ª CIPM de Santa Cruz do Capibaribe, neste sábado, receberam com pesar a notícia sobre a morte do colega.

Shareaholic