sexta-feira, 12 de outubro de 2012

VER AI

Atenção santa cruz e região aguardem vem novidade nas madrugadas do radio santa-cruzense com eles que vão anima a sua madrugada 
Paulo Viana
Ana Paula
Você não pode deixa de ouvir aguardem
Paulo Viana e Ana Paula no comando De segunda a sábado, uma programação diversificada para quem está acordado entre 0h e 5h da manhã com a boa música, entretenimento e momentos de reflexão.
Para os madrugadores e notívagos, a atração é fonte de informação, diversão e a melhor companhia para os que trabalham ou se divertem à noite. Afinal, diversidade é o que não falta.

Os quadros “Momento do Esporte”, “Momento de Reflexão”, “Plantão Policial”, “Cantor da Madrugada”, “Show de Bregas”, além das musica do ídolo Roberto Carlos

NESTA SEGUNDA-FEIRA REESTRÉIA O PROGRAMA COMBATE NA RÁDIO FAROL FM

Paulo Sobral.

Nesta segunda-feira 15 de outubro, estará de volta na Rádio Farol FM 90,5 de Taquaritinga do Norte, o Programa combate, com os radialistas Paulo Sobral, Téia Nascimento, Adielson Galvão, Luciano Lopes e Edgar Santos. 
Téia Nascimento.
Adielson Galvão.
Adielson entrevistando Luciano Lopes.


Edgar Santos.

O programa vai ao ar de segunda a sexta das 11:00h as 12:30h, sempre com muita informação, descontração e tudo o que acontece no Agreste Pernambucano, no Brasil e no Mundo. Sempre com muita precisão.

Com a tradição e a experiência de mais de 27 anos no radio. Paulo Sobral, que comandará o programa, volta a Farol com uma equipe de grandes nomes no Estado, isso tudo para oferecer ao ouvinte da região, uma cobertura inigualável.

Brincadeiras na infância: instrumento de socialização

O apelo ao consumismo e a frouxidão dos contatos interpessoais têm marcado o desenvolvimento da infância daqueles nascidos nos famigerados anos 2000. Num mercado de brinquedos abundante de produtos novos, as crianças são impulsionadas a fazer as escolhas mais modernas e mais promissoras, que, assim como os carros e outros bens materiais dos seus pais, têm como função principal simbolizar status social e cultural, em detrimento do divertir.

Isso quando os passatempos infantis são postos de lado e trocados por equipamentos eletrônicos, como computadores, celulares, videogame, tablets e ipods. Os pequenos (com um ano, dois e, em alguns casos, até com poucos meses de vida) nem sabem para que servem “aqueles” aparelhinhos. Quem perde? A própria criança.

“As brincadeiras estão mais solitárias. Hoje, os meninos brincam quando têm tempo. E, quando têm, gastam a sua hora de lazer no computador, muitas vezes à base de jogos violentos. Os brinquedos eletrônicos podem reduzir o processo de interação da criança com outras pessoas e até com os animais, o que pode embotar sua criatividade e deixá-la à mercê de um jogo”, defende a psicóloga cognitivo-comportamental, Alexandra Pontes.

A utilização desmedida dos aparelhos eletrônicos faz com que a criança, frequentemente, tenha pouco ou nenhum contato além do virtual (a não ser na escola), dificultando a sua capacidade de manter laços a longo prazo e estimulando o individualismo. “A fase mais importante da infância é o brincar, pois é por meio dele que a criança desenvolve os aspectos social, cognitivo, físico, mental e emocional”, define Alexandra. Quando a ela esse momento não é dado de forma adequada, a falta de interesse em coisas comuns à sua idade pode se estender a outros campos de sua vida.

Mais do que uma constatação, essa percepção ajuda a entender a fragilidade de alguns laços emocionais na infância atual e a dificuldade em lidar com a diferença do outro. Não é à toa que a prática do bullyng tenha sido, nos últimos anos, um dos assuntos mais discutidos nas escolas.

Segundo Pontes, a atividade lúdica saudável é essencial na infância, porque é através das brincadeiras que os pequenos estabelecem interações com o meio e com outras pessoas, tendo por base as características sociais e culturais em que eles vivem. “O poder da imaginação, da fantasia e da criação é específico da infância. E as brincadeiras estimulam essas capacidades”, afirma a psicóloga.

Ela acrescenta ainda que os pais nem sempre entendem que diminuir o contato da criança com o brincar pode dificultar o desenvolvimento adequado do pequeno, sobretudo, o raciocínio lógico e a criatividade. E se esse é o pano de fundo da infância pós-moderna, a criança vai imprimir sua marca “frouxa” em todas as suas possibilidades de experiência, inclusive na sua relação com as outras pessoas e com os próprios brinquedos.

Fonte. Folha

Ligações clandestinas em Santa Cruz diminuem em 20% a vazão de água da Barragem de Poço Fundo

Aproximadamente 20% da vazão de água da Barragem de Poço Fundo, responsável pelo abastecimento de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, está sendo furtada. A denúncia foi constatada pela própria Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em fiscalização no município. Para combater o crime, foram iniciadas inspeções no sistema no intuito de identificar as ligações clandestinas. Ainda de acordo com a Compesa, a barragem está em colapso. Cerca de 50% da vazão total da cidade foi perdida por conta da estiagem e os furtos só agravam a situação.
Foram identificadas 30 ligações e oito pessoas foram autuadas pelo crime. Mas a operação articulada pela Compesa e Polícia Militar vai continuar semanalmente. Atualmente, o esquema de abastecimento na região é de um dia com água para sete dias sem. Os técnicos ainda não conseguiram mensurar o ganho de vazão após a retirada das instalações irregulares.

Fonte. Diario de Pernambuco

Shareaholic