segunda-feira, 30 de abril de 2012

ADEUS, BIU MARCELINO

Já não dá mais para ouvir a voz de Biu Marcelino, mas, certamente, o som da sua sanfona de oito baixos ainda ecoará por muito tempo. Nascido no Sítio Bandeira – Brejo da Madre de Deus – Biu dedicou mais de sete décadas de sua vida a sua sanfona de oito baixos. A arte de tocar para divertir a “moçada”.
            Nas quadrilhas de rua de Santa Cruz do Capibaribe, ele começou pra valer no ano de 1979, na Quadrilha do MOBRAL, no Concurso de Quadrilhas Juninas. Daí em diante foi sucesso total. Antes disso, ele já era o astro principal do Forró da Ema, na Rua do Alto. Tocou em muitos casamentos, aniversários e eventos diversos por esses sítios da nossa região, alegrando as noites de nossa gente.
            Para Santa Cruz do Capibaribe, Biu Marcelino deixa a sua herança musical e um espaço que não será ocupado por ninguém. O som inconfundível do Fole de TIBIU, não será executando por ninguém. Não com aquela puxada que somente ele tinha. Que choremos de saudade, mas, nunca de tristeza. Pois, BIU MARCELINO a muitas gerações. Promoveu a alegria. A festa. A diversão.
            Que Deus o receba na sua Graça e o introduza na Filarmônica do CÉU, Mestre BIU MARCELINO.

J. Oliveira
Diretor de Cultura
Santa Cruz do Capibaribe-PE

Rota do Mar no Havaí

O diretor da Rota do Mar Arnaldo Xavier, faz pose de surfista veterano

O diretor da Rota do Mar aproveitou a paisagem e entrou na onda, Arnaldo Xavier que foi ao Havaí fazer a nova campanha da Rota do Mar com o ator Rodrigo Hilbert o novo garoto propaganda da grife pernambucana de surf wear Rota do Mar. Depois de Porto de Galinha e Fernando de Noronha servirem como palco para as fotos das campanhas anteriores, o bonitão aterrissou no Havaí ao lado de Fernanda Lima na última segunda (23), para fazer as fotos do novo editorial. 

Assim que chegaram, o diretor da Rota do Mar, Arnaldo Xavier, organizou um jantar no Banzai Sushi Bar, em Haleiwa, comida preferida do casal.

Campanha com Rodrigo Hilbert, será fotografada por Carlos Cajueiro (foto)

Além de Fernanda, Rodrigo levou outra fiel compaheira: sua prancha. O modelo e ator pretende curtir os dias ao dolce far niente ao lado do esposa, que deixou os gêmeos João e Francisco no Brasil para curtir ainda mais os dias in love. Rodrigo ainda vai aproveitar os dias de folga para conferir o campeonato de surf que tá acontecendo em Honolulu.

Acidente no Agreste de Pernambuco mata seis pessoas da mesma família

Um grave acidente de trânsito mobilizou na noite deste domingo (29) equipes da Polícia Rodoviária Federal, Samu, Corpo de Bombeiros e IC. Uma carreta e uma Toyota Fielder bateram de frente na BR-423, em Cachoeirinha, Agreste pernambucano, matando seis pessoas da mesma família.
De acordo com a polícia, o motorista da Toyota, placa: MND-5187, perdeu o controle da direção quando atropelou um animal e bateu de frente com a carreta, placa: ESW-9164, por volta das 20h.
Morreram Ernando José Sobral, 42 anos, condutor da Toyota; a esposa dele, Célia Regina Barion Sobral, 39, e os filhos do casal: Anderson Barion Sobral, 22, os gêmeos Fernando José Sobral e Taís Barion Sobral, 16; e Davi Miguel Barion Sobral, de 1 ano e 8 meses. Os corpos foram conduzidos ao IML de Caruaru.
Já o motorista da carreta não se feriu, segundo a PRF.

Sport empata com o Náutico e é finalista do Campeonato Pernambucano

Por causa da vitória por 2×1 nos Aflitos no último embate, Sport podia empatar e até perder do Náutico por um gol de diferença para chegar à final. E foi com um futebol apático e defensivo que o Leão entrou em campo. O resultado, um empate sem gol nenhum, garantiu ao time rubronegro a vaga na final do Campeonato Pernambucano Coca-cola 2012. O segundo finalista será decidido no jogo desta segunda (30) entre Santa Cruz e Salgueiro, no Arruda.
O Náutico jogou melhor mas não conseguiu marcar nenhum gol durante a partida, apesar de o técnico Gallo ter colocado um time ofensivo em campo. Em algumas jogadas perigosas, o Timbu impôs perigo ao Leão no início. Pela camisa rubro-negra, Marcelinho Paraíba jogou sozinho no ataque no primeiro tempo, com um time organizado no 3-6-1. Ficou a impressão de que Mazola jogava mesmo apenas pelo resultado.
Depois do intervalo, Sport chegou tentando compensar o humor neutro do primeiro tempo. Houve mudanças nos dois times: Tiuí deu lugar à Leo Santos no Sport. Para o Náutico, Jael entrou no lugar de Jheimy e quase marca aos 2 minutos. Ainda assim, a partida continuou morna. O Náutico teve várias chances de marcar gols mas as finalizações não tinham sucesso. Quando finalmente o Timbu chegou a balançar a rede, aos 32 minutos do segundo tempo, a jogada foi dada como impedida.
O zero-a-zero, portanto, marcou a despedida do Náutico do campeonato.

Shareaholic