quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

RADIO IGM NA BUDEGA

Você esta ouvindo a radio IGM FM 88,9 mande a sua mensagem de texto para (81)9428-8603 ou (81)9704-3456 e diga como esta o som da radio de a sua opinião participe também do mural de recado ou no e-mail budeganordestina@gmail.com

Boletim CDL

Unicred Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe avalia 2011 de forma positiva

Com aplicações em torno dos R$ 2 milhões, um montante de empréstimos de meio milhão de reais e uma carta de 185 cooperados, a Unicred Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe avalia seu primeiro ano de atuação como positivo. A instituição financeira é administrada por três colaboradores, sendo eles o Gerente Administrativo, Marcelino Vasconcelos, o Gerente de Negócios, Edson de Oliveira e o Caixa, Wellington Galdino. Juntos, eles atendem o empresariado cooperado sem filas e com total comodidade.

A Unicred Empresarial Santa Cruz do Capibaribe foi fundada no dia 11 de dezembro de 2010, e possui cooperados dos mais distintos segmentos. Valdir Oliveira é cooperado desde a implantação da Unicred e revela que o que mais lhe atraiu na Cooperativa foi a comodidade e rapidez no atendimento. “A instalação da Unicred em Santa Cruz foi muito importante para o empresariado, pois facilitou as operações bancárias sem a necessidade de deslocar um funcionário para ficar horas nas filas, além de oferecer crédito mais barato aos cooperados e no caso de aplicações os juros são maiores do que os praticados pelas instituições tradicionais”, revelou Oliveira.
Em relação ao cooperativismo, Valdir enfatiza a sua importância para o empresariado e toda sociedade. “Sabemos que o cooperativismo é muito importante, seja em qualquer segmento, pois quando há união as dificuldades ficam menores e o sucesso fica mais fácil de ser alcançado e a Unicred tem incentivado essa pratica através da divulgação da forma como e feito empréstimos com juros menores, que é captando recursos entre os cooperados e emprestando aos outros”, finalizou o cooperado.

Humberto Costa com problema para resolver com o PT de Santa Cruz

Em meio as turbulências envolvendo o PT de Santa Cruz as informações dão conta de que o Senador Humberto Costa deve se pronunciar em um determinado meio de comunicação local.

Em entrevista, Humberto Costa reconheceu que o PT em Santa Cruz estava esquecido pelo grupo que hoje quer retomar a sigla, mas deixou claro que acredita em "unidade" entre os dois grupos.

Quadra Poliesportiva de Fazenda Nova

Cuidando de nossa gente com amor, é o que me faz ter a alegria de ver essa obra no querido distrito de Fazenda Nova, onde teremos com grande êxito a promoção de esportes em nosso município.Obra que nós começamos, está em andamento e com certeza e a graça de Deus, inauguraremos em breve. Trabalho, competência e compromisso com o povo nós temos, e é isso que nos mostra que estamos a cada dia que se passa no caminho certo. Quando visito essas obras, sou parado e muita gente que não acreditava mais que essa quadra poderia ser definitivamente construída ou realidade em nosso distrito, dizem com grande alegria: "Mais o senhor prometeu na campanha e está cumprindo" E eu digo, todas as propostas feitas em campanha, estamos correndo atrás e tentando realizar para uma melhor qualidade da vida dos nossos conterrâneos.

Texto Geovane Barbosa
Imagem J. Silas

Ypiranga cai de 4 em Serra Talhada

O Serra Talhada continua irresistível e fez sua segunda vítima no Pernambucano 2012. Com direito a nova goleada por 4x0 sobre o Ypiranga, o time sertanejo manteve a liderança da competição com cem por cento de aproveitamento, oito gols marcados e nenhum sofrido.

O time comandado por Dado Cavalcanti não resistiu a pressão do líder da competição e assistiu um passeio sertanejo. Júnior Mineiro, Jaildo, Janaílton e Erik foram os autores do massacre.
No próximo domingo, a máquina recebe o Belo Jardim que na noite de ontem somou sua segunda derrota, perdendo para o Porto em casa pelo placar de 2x0.

No túnel do tempo

Viajem no tempo e vejam algumas personalidades santacruzenses há 15 anos atrás




Os irmãos Aguinaldo e Arnaldo na época da Xavier Confecções




Pitombinha, Antônio Carlos e a turma do Vale prêmio, Vale alegria




Vereador Afrânio Marques




Vei de maozinha, na época em que 6 ganhou para 7




Ronaldo Pacas




Murilo fotográfo





Fonte de imagens: Revista Performance de 1997

No túnel do tempo

Viajem no tempo e vejam algumas personalidades santacruzenses há 15 anos atrás




Os irmãos Aguinaldo e Arnaldo na época da Xavier Confecções




Pitombinha, Antônio Carlos e a turma do Vale prêmio, Vale alegria




Vereador Afrânio Marques




Vei de maozinha, na época em que 6 ganhou para 7




Ronaldo Pacas




Murilo fotográfo





Fonte de imagens: Revista Performance de 1997

No Lacedão, tudo igual para Central e Araripina

O Central não conseguiu impor seu mando de campo e empatou por 1 a 1 com o Araripina, nesta quarta-feira, no Lacerdão. Os sertanejos, por sua vez, repetiram o placar da estreia quando receberam o Sport em Araripina. O lateral direito Júnior Sertânia, para o Bode, e o meia Thiago Silva, pelo Central, definiram o resultado.

Jogo com muitas oportunidades para ambos os times. O Araripina começou melhor, aproveitando contra ataques em cima da defesa centralina. Mas numa bola parada, aos 22 do primeiro tempo, Júnior Sertânia fez um gol estranho, onde ele cruzou a bola por cima da grande área. Ninguém completou e o goleiro Helder acabou levando o gol. Araripina na frente.

No segundo tempo, o Central foi todo ataque. O desespero começou a bater nos alvinegros até uma arrancada do atacante Pimenta. O jogador centralino foi driblar o goleiro Davi que, para não passar batido, acabou derrubando o centroavante. Pênalti, que o meia Thiago Silva converteu.

Pela terceira rodada, o Central vai para o clássico com o Porto em busca da sua primeira vitória (uma derrota para o Ypiranga por 1 a 0 e este empate). Assim como o Araripina, que recebe o Náutico em seus domínios. Os dois jogos serão no domingo às 16h.

No Lacedão, tudo igual para Central e Araripina

O Central não conseguiu impor seu mando de campo e empatou por 1 a 1 com o Araripina, nesta quarta-feira, no Lacerdão. Os sertanejos, por sua vez, repetiram o placar da estreia quando receberam o Sport em Araripina. O lateral direito Júnior Sertânia, para o Bode, e o meia Thiago Silva, pelo Central, definiram o resultado.


Jogo com muitas oportunidades para ambos os times. O Araripina começou melhor, aproveitando contra ataques em cima da defesa centralina. Mas numa bola parada, aos 22 do primeiro tempo, Júnior Sertânia fez um gol estranho, onde ele cruzou a bola por cima da grande área. Ninguém completou e o goleiro Helder acabou levando o gol. Araripina na frente.

No segundo tempo, o Central foi todo ataque. O desespero começou a bater nos alvinegros até uma arrancada do atacante Pimenta. O jogador centralino foi driblar o goleiro Davi que, para não passar batido, acabou derrubando o centroavante. Pênalti, que o meia Thiago Silva converteu.

Pela terceira rodada, o Central vai para o clássico com o Porto em busca da sua primeira vitória (uma derrota para o Ypiranga por 1 a 0 e este empate). Assim como o Araripina, que recebe o Náutico em seus domínios. Os dois jogos serão no domingo às 16h.

Marcelinho Paraíba foi indiciado pelo crime de estupro, em Campina Grande

Após mais de 40 dias, a Delegacia da Mulher em Campina Grande concluiu o inquérito policial que investigava a denúncia de estupro contra o jogador do Sport Club do Recife, Marcelinho Paraíba. Após a investigação, a delegada titular Herta de Freitas decidiu indiciar o jogador pelo crime. O estupro teria sido praticado contra a advogada Rosália Zabatos de Abreu, de 31 anos, residente em Campina Grande, durante uma festa realizada na granja do jogador no dia 30 de novembro do ano passado. O inquérito policial agora será enviado ao Cartório do Fórum Afonso Campos, no bairro da Liberdade, devendo ser distribuído ainda hoje a uma das Varas Criminais do órgão. O acusado poderá ser condenado a uma pena que varia de oito a 12 anos deprisão. O atleta deverá responder ao processo em liberdade.

Conforme consta no inquérito policial, Marcelinho Paraíba é acusado de agarrar e beijar a advogada de forma forçada durante a festa realizada em sua granja. O jogador ainda teria mordido os dois lábios de Rosália e provocado um ferimento na cabeça da vítima, no instante em que segurou os cabelos da vítima para beijá-la. A delegada informou que o laudo emitido pelo Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande confirmou as agressões sofridas pela vítima e com base nos depoimentos e provas técnicas decidiu indiciar o jogador pelo crime de estupro.

Segundo o exame, foram constatados hematomas no couro cabeludo, no pescoço e um corte na cavidade interna da boca (lábios). Ela explicou que o Código Penal Brasileiro prevê pena de estupro para casos dessa natureza, motivo pelo qual o atacante do Leão da Ilha deverá responder, na Justiça, pela qualificação do crime. A lei caracteriza como estupro não apenas o ato de conjunção carnal forçado, mas qualquer ato libidinoso cometido sob coação ou violência, como agarrar, beijar à força, como foi o caso envolvendo Marcelinho.

Confusão
O fato envolvendo Marcelinho e a advogada Rosália aconteceu na granja do atleta, em Campina Grande, no dia 30 de novembro de 2011. No local também estava presente o delegado da Polícia Civil Rodrigo do Rêgo Pinheiro. Este também foi acusado de disparar para cima e criar problemas com dois jornalistas, o que o levou a ser afastado do cargo pelo secretário da Segurança e Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima, sob suspeita de má conduta. Marcelinho ainda chegou a ser preso pela Polícia Militar e conduzido ao presídio, num tumulto que envolveu mais de 50 pessoas, mas teve a sua reclusão relaxada pela Justiça. O atleta já foi condenado em outro processo por ter quebrado os dentes de um rapaz com um soco, na ocasião de uma festa na Casa de Shows Spazzio, no Catolé, em 2002, mas não cumpriu a pena porque a Justiça foi morosa e deixou prescrever.

Shareaholic