terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Vereador Pede Cassação da Prefeita do PT

A coisa esquentou na noite de ontem (9), na Câmara Municipal de Vereadores de Agrestina, no . O tumulto começou após o vereador Gordo de Zelito apresentar uma denúncia com um processo de cassação contra a prefeita Carmen Miriam (PT). O debate na Casa durou quase três horas. O autor do pedido questionou várias irregularidades contra a petista, entre elas: Impedir o regular funcionamento da Câmara, desatender, sem motivo justo e comunicado no período de 30 (trinta) dias, as convocações ou os pedidos de informação da Câmara; e deixar de apresentar no devido tempo e em forma regular, a Proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO e a Proposta de Lei Orçamentária Anual-LOA e o Plano Plurianual-PPA.

Segundo a Lei, o vereador Gordo ficou impedido de votar sobre a denúncia e de integrar a comissão processante, mas poderá praticar todos os atos de acusação. Votaram a favor da denúncia os vereadores: Zito da Barra, Marciano Filho, Edinho de Santa Tereza e Edinete. Votaram contra os vereadores: Ivan Véras e Severino Romão. A vereadora Sheyla, da base da prefeita, não compareceu à reunião.

Segundo o vereador Gordo, a prefeita Carmen estava sem mandar documentos requeridos pelos vereadores há mais de 180 dias, quando na verdade ela tem o prazo máximo de assim fazer em 30 dias, extrapolando o limite.

A assessoria da Prefeita Carmem Miriam (PT) informou que todos os pedidos de informação feitos pela Câmara foram respondidos, e ainda hoje ela estará divulgando as informações a imprensa.

compartilhe2

Shareaholic

Compartilhar