quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Zezin Buxin em resposta a Fernando Aragão


Assista ao video que traz o discurso do vereador Zezin Buxin em resposta as acusações do vereador Fernando Aragão.

Bonito, matadouro ultrapassado.

No inicio do mês o jornal Diário de Pernambuco lançou uma serie de reportagens nas quais a equipe percorreu varias cidades do interior do estado para verificados às condições de infra-estrutura e higiene dos matadouros públicos.
O titulo da série é: a Carne que Comemos. O se viu nas serie de reportagens foi muita sujeira, animais abatidos de forma muito rudimentar, a marretada e na lama com alto risco de contaminação da carne que vai a mesa do consumidor.
Na cidade de Bonito, agreste do estado distante 128 km da capital, a situação lá vista foi das mais preocupantes. Apesar dos representantes do poder publico afirmarem que o matadouro passou por uma reforma que dourou 50 dias, a equipe de reportagem encontrou bovinos sendo abatidos e as carnes em contato com fezes dos animais.
O mais curioso disso é que tudo que foi constatado pela reportagem, estava acontecendo justo no período em que a prefeitura afirmou que o matadouro estava fechado para reforma.
fonte Diario de Pernambuco

Vereador Furibinha insatisfeito

Tido para muitos como a grande surpresa das eleições de 2008, o vereador que tem seu trabalho diário pautado de reivindicações nos mais diversos órgãos públicos ou privados que possam beneficiar o povo de Jataúba, em recente entrevista concedida a Geraldo Silva na Radio Jataúba FM, demonstrou total insatisfação com o comportamento do Governo do Estado para com o grupo de oposição municipal e que é de sustentação de Eduardo Campos. Segundo o vereador, as ações do Governo que chegaram para o município de Jataúba não foram canalizadas politicamente pelo grupo que tem Mamão como líder, além dos vereadores Chico de Irineu, Ozael ele, excluindo ainda todas as lideranças políticas ligadas ao grupo. A obra de pavimentação da PE 160 que liga PE/PB em um trecho de 12 km, recentemente teve a ordem de serviço assinada pelo Governador e o grupo não foi se quer comunicado e segundo Furibinha, os contratos estão sendo feitos através do prefeito Sinaldo, o que está trazendo desconforto político para ele Furibinha e o grupo político que dá sustentação ao Governo. O parlamentar falou ainda que solicitou audiência com o Governador para expor estes e outros pontos no relacionamento do Palácio do Campo da Princesas com o Município de Jataúba que nunca foi visitado por Eduardo como Governador.

Partido Verde

O PV é um instrumento da ecologia política. Sua existência não é um fim em si mesmo e só faz sentido na medida em que sirva para fazer avançar suas idéias e programa na sociedade transformando concretamente a realidade. O PV faz parte
de uma família política internacional, os verdes, que cresce em todo o mundo, desde o final dos anos 70. Relaciona‐se com os partidos e movimentos verdes de outros países com base na autonomia, fraternidade e solidariedade. Propõe‐se a desenvolver uma estratégia conjunta e uma ação coordenada em favor do desarmamento, da desnuclearização, do ecodesenvolvimento, da solução negociada dos conflitos e do respeito às liberdades democráticas, justiça social e direitos humanos em todos os países do mundo.

MATARAM ZEZITO









Zezito estava nesse cavalo no momento quando foi assassinado

O crime aconteceu no ultimo dia 8 de outubro, Zezito do Bandeira, foi assassinado por desconhecidos com aproximadamente 15 tiros de pistola calibre .45". Zezito tinha sido liberado recentemente da penitenciária. Zezito foi assassinado, no Sítio Bandeira de Brejo da Madre de Deus. A polícia foi acionada, (GATI, ROCAM, PM e CIVIL).

Pernambuco ganhará centro de transplante de pâncreas, ossos e pele no Recife

Pernambuco ganhará o primeiro centro de transplante de pâncreas do Norte-Nordeste e seu primeiro banco de tecidos para procedimentos envolvendo pele e ossos doados de cadáveres. As unidades passarão a funcionar no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, o Imip, a partir do próximo dia 21 de novembro. Além disso, pacientes que aguardam por uma medula óssea compatível também poderão contar com o serviço da instituição, que operará com pacientes aparentados e não aparentados em caso de enfermidades de ordem sanguínea e câncer.

De acordo com o coordenador da Unidade Geral de Transplantes, Amaro Medeiros, apenas dois transplantes de pâncreas foram realizados em Pernambuco, no ano de 2006. No país, o procedimento já é realizado nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Além de delicada, a cirurgia é mais indicada para pacientes acometidos de diabetes do tipo 1, que provoca falência renal. Justamente por isso, a intervenção normalmente é dupla, envolvendo, também, o transplante de um rim, o que torna a sua realização ainda mais difícil. “Temos que buscar um paciente ′ótimo`, que seja jovem, com tecidos bem conservados, sem complicações dos órgãos e tenha morte encefálica. Normalmente, são casos de acidentes com motos em que a família aceita doar os órgãos do paciente”, explica.

O banco de tecidos do Imip também será novidade no tratamento de pacientes ortopédicos ou vítimas de queimaduras no estado. Até então, os procedimentos realizados nas unidades de saúde, em geral, eram realizados com enxertos, comumente retirados de partes sadias do corpo do próprio paciente. “Dessa forma teremos um avanço, podendo promover melhorias de vida a partir de quem já não terá mais uso desses órgãos, claro, com o consentimento dos familiares”, defende Medeiros.

O avanço representa investimentos da ordem de R$ 2 milhões. A renovação do processo ainda contempla pacientes que aguardam por um transplante de medula óssea, que poderão ser contemplados por doadores aparentados ou não, cuja referência, no estado, é o Real Hospital Português. A estrutura, que já está organizada, contempla cinco leitos de internação para procedimentos e outros dez voltadas ao day-clinic, que é o acompanhamento da evolução dos pacientes, antes e depois do transplante.

Rins – Pacientes renais também terão uma estrutura de acompanhamento e recuperação após os transplantes realizados no Recife. De acordo com projeto da Prefeitura, parte da renda arrecadada durante as próximas edições carnavalescas do Baile Municipal será revertida para a estruturação de uma casa de apoio para pacientes que já tenham recebido a doação de um rim.

Figura emblemática da luta contra o problema, o prefeito João da Costa visitou, nesta terça-feira, a ala de pacientes renais do Imip, um ano após ter sido submetido a um transplante do mesmo tipo. “Ainda faltam alguns detalhes, mas há o interesse nessa negociação. No que diz respeito a outros investimentos, procuraremos buscar a atenção à saúde básica e prevenção, para evitar que a população desenvolva problemas como estes”, afirmou.

Para alguns dos pacientes que se encontram internados na ala renal, a visita do prefeito significa uma forma de democratização das questões de saúde e a possibilidade de recuperação. Internado há quatro meses, após desenvolver complicações intestinais depois do transplante, o agricultor da cidade de Surubim, José Heleno Ferreira, de 58 anos, reconheceu o político de imediato. “É bom uma visita assim. Ele teve o mesmo problema que eu. Hoje ele está bem, não está?”, resume, na certeza de que dias melhores ainda estão por vir.

BUDEGA NORDESTINA

Olá bom dia muito obrigado vocês que estão cone quitado no nosso blog www.budeganordestina.com
Acesse WWW.budeganordestina.com Informação cultura curiosidades fotos é vídeos Com quem e noticias !!! www.budeganordestina.com budega no radio de segunda a sexta – feira das 04 as 06:30 com Paulo Viana, na rádio IGM 88,9 Paulo Viana ar voz do radio esta também no programa a hora da verdade na radio farol FM 90,5 das 07 as 80:00 de segunda a sexta feira Divulgue com seus amigos. Aqui você pode participar, é só manda mensagem de texto para (81) 9704-3456. Ou (81)9428-8603 O no e-mail. budeganordestina@gmail.com mande a sua opinião sua critica a sua sugestão interaja com nosso

Contêiner com lixo hospitalar é apreendido no Porto de Suape (PE

Um contêiner vindo dos Estados Unidos e contendo lixo hospitalar foi apreendido pela Alfândega da Receita Federal, no Porto de Suape, em Ipojuca, no Grande Recife, na tarde desta terça-feira (11). Lençóis sujos, seringas, luvas usadas, entre outros objetos, estavam no contêiner.

Na documentação de importação, constava que a carga era formada por tecidos com defeito, que seriam enviados à cidade de Santa Cruz do Capibaribe, uma das integrantes do polo têxtil do Agreste pernambucano. A carga foi inspecionada pelos auditores-fiscais da Receita Federal que, com o achado, acionaram a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para fazer a análise do material.

Na próxima quinta, a Anvisa deve divulgar um laudo oficial sobre o caso, o que vai permitir à Receita Federal tomar as medidas necessárias em relação aos envolvidos com essa importação fraudulenta. Os nomes das pessoas e empresas envolvidas não foram divulgados, por causa do sigilo fiscal.

Popular reclama da falta de atendimento na UPA Municipal

Problemas de usuários da Rede Municipal de Saúde reclamando da falta de assistência médica é rotina em Caruaru, Agreste pernambucano. As reclamações são tantas que muitas vezes causa indignação também nos amigos dos pacientes.

Como o que aconteceu com o senhor Adalberto Soares de Santana, morador da estrada da Pitombeira, no Vassoural. Ele fazia companhia a uma amiga do Coral da Terceira Idade quando a mesma sofreu um acidente em plena rua. Adalberto prestou socorro à vítima levando-a para a Policlínica do Vassoural.

“Ao chegar com a minha amiga do Coral ela não foi atendida por falta de raio-X. Engraçado como uma Unidade de Pronto Atendimento se quer não tem esse tipo de atendimento”, afirmou.

Pela falta de atendimento e do serviço, a vítima foi encaminhada para a Unidade de Saúde do Estado. No local ela recebeu atendimento. Os médicos procederam aos exames clínicos normais. Em seguida realizaram uma limpeza, aplicaram uma injeção e fizeram um curativo, e a liberaram, conforme relato.

“O que eu tenho a falar é que a UPA Municipal é fantasiada. Porque o atendimento de qualidade não existe. Simplesmente estão fazendo uma propaganda enganosa. Se a saúde fosse boa, não estaria este escândalo em toda a Caruaru”, disse.

De acordo com o Secretário-Executivo de Saúde de Caruaru, Paulo Guilherme, informou esta informação não procede. “O que pode ter acontecido é que a vítima tenha sido acolhida por um técnico de enfermagem e de lá encaminhado para a unidade do Estado. Lembrando que sutura não é feita na UPA Municipal”, informou. De acordo com o secretário o caso será averiguado para identificar a possível falha nesse atendimento, finalizou.

Justiça determina fim da greve dos Correios a partir de quinta-feira

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou hoje (11) que os trabalhadores dos Correios, em greve há 28 dias, voltem ao trabalho a partir de quinta-feira (13), já que amanhã (12) é feriado nacional. No julgamento do dissídio coletivo pela Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC), os ministros também autorizaram a empresa a descontar no salário dos grevistas o equivalente a sete dias de greve e os demais 21 dias de paralisação devem ser compensados com trabalho extra nos fins de semana. No caso de descumprimento da determinação, a multa diária estabelecida foi R$ 50 mil.

O relator do processo, ministro Maurício Godinho Delgado, considerou a greve não abusiva e sugeriu que todos os dias não trabalhados fossem apenas compensados com trabalho extra, e não com o desconto no salário dos trabalhadores. Já o presidente do TST, ministro João Oreste Dalazen, defendeu o desconto de todos os dias parados. Segundo ele, a legislação determina que a empresa não tem obrigação de pagar pelos dias em que os serviços não foram prestados, pois a greve implica em uma quebra de contrato entre empresa e trabalhadores.

Para Dalazen, houve falta de razoabilidade e de bom-senso na condução da greve pelos trabalhadores. “A solução negociada deveria ter sido alcançada em diversos momentos e não se alcançou por falta de sensibilidade e porque há pessoas infiltradas no movimento paredista que talvez estejam mais interessadas em que haja uma radicalização de posições. A greve em determinados momentos teve contornos inequivocadamente políticos”.

Em relação às cláusulas financeiras, os ministros determinaram que sejam cumpridos os pontos do acordo firmado na primeira audiência de conciliação entre as partes, que prevê o aumento real de R$ 80 a partir de 1º de outubro e reajuste linear do salário e dos benefícios de 6,87% retroativo a 1º de agosto.

Durante o julgamento do dissídio, o advogado da Federação Nacional dos Trabalhadores de Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect), Gustavo Ramos, disse que os trabalhadores jamais tiveram a intenção de lesar a sociedade. Ele sustentou que a greve foi pacífica e argumentou que a melhor forma de solucionar a questão dos dias parados é a compensação com trabalho, o que evitaria o pagamento de horas extras para que o serviço fosse colocado em dia.

O advogado dos Correios, Jeferson Carús Guedes, alegou que a greve é abusiva especialmente pela natureza essencial do serviço prestado pela empresa. Ele também solicitou que o TST determinasse o desconto dos dias não trabalhados do salário dos grevistas.

Os Correios instauraram o dissídio coletivo no TST no fim de setembro, depois da falta de acordo entre a empresa e os trabalhadores sobre os termos do acordo coletivo. Foram realizadas duas audiências de conciliação mediada pelo TST e uma reunião com o ministro relator. Na primeira audiência, as duas partes chegaram a um consenso, mas a proposta foi rejeitada pelos 35 sindicatos da categoria. Nos outros dois encontros, não foi possível chegar a um acordo, por isso, a questão foi julgada pela SDC.

A última greve dos Correios ocorreu em 2009 e durou 12 dias. A maior greve foi em 1994, quando os trabalhadores ficaram parados por 32 dias, e a questão também foi decidida pelo TST.

Dia das crianças go up



José Augusto Maia responde Oséas Moraes

O deputado federal José Augusto Maia (PTB-PE) enviou na tarde desta terça-feira (11), nota à imprensa, na qual ele rebate acusações feitas pelo ex-deputado Oséas Moraes, pai do deputado estadual Diogo Moraes (PSB-PE). Oséas acusou José Augusto Maia de lambuzar-se no Poder.

Segue abaixo a nota:

“Se estou há mais de 20 anos ocupando cargos públicos, quero afirmar ao ex-deputado que todos me foram dados democraticamente pelo voto popular, e se, a cada pleito fui conquistando mais votos e cargos mais importantes, fica evidenciado e demonstrado, através das urnas, o reconhecimento ao meu trabalho. Tudo o que fiz ao longo do tempo foi lutar com todas as armas para beneficiar, principalmente, aqueles mais esquecidos pelos ricos e poderosos.

Iniciei a minha história política como um humilde vereador, cargo que exerci por dois mandatos, em seguida fui eleito vice-prefeito e pouco tempo depois, prefeito por duas gestões consecutivas.

Como prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, fui consagrado pela imprensa pernambucana como um dos gestores mais premiados de Pernambuco, e cheguei ao ápice quando representei o Brasil na Europa, em cerimônia que condecorou as 10 melhores gestões do país, em geração de emprego e renda (graças à edificação do Moda Center Santa Cruz).

Hoje, graças a Deus e ao reconhecimento do povo de Pernambuco ao meu trabalho, bato no peito com orgulho em poder dizer que entrei para a história por ter sido eleito democraticamente o primeiro Deputado Federal de minha terra.

Pena que o sucesso que obtive na minha trajetória política, não tenha acontecido com o ex-deputado.

Para finalizar, garanto ao ex-deputado Oséas Moraes, que os que se lambuzam quando estão no Poder, geralmente são derrotados e isso, como acabei de relatar, não tem acontecido comigo.

Deputado federal – José Augusto Maia

Shareaholic