quarta-feira, 2 de março de 2011

Destra é alvo de denúncias de crime eleitoral no MP e Justiça Eleitoral

O Ministério Público investiga uma série de denúncias contra a Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes de Caruaru (Destra). A denúncia foi noticiada com exclusividade pela Rádio Liberdade de Caruaru. Nas denuncias os agentes questionam o abuso de poder, aprovação de candidatos de forma irregular, perseguição e crime eleitoral.

“Nós ficamos surpresos com denúncias da existência desse documento”, falou o presidente da Destra, Clóvis Cavalieri. Segundo ele, as denúncias são infundadas e cerca de 95% dos agentes, não sabem da existência desse documento. Ele enfatiza que está de portas abertas e vai até o fim para a conclusão desse assunto. “É uma questão de honra e de responsabilidade minha, como diretor presidente da Destra para que a gente possa realmente mostrar a realidade dos fatos”, concluiu.

O crime eleitoral é baseando na utilização da máquina publica para beneficiar o então candidato a deputado federal, Wolney Queiroz, filho do prefeito de Caruaru, José Queiroz. Os autores das denuncias dizem que todos os agentes de trânsito e guardas municipais foram obrigados a participar de uma reunião realizada no dia 24 de setembro de 2010, no prédio da Cespam.

“O prefeito de Caruaru, José Queiroz, queria que nós marcássemos uma reunião para conversar com eles a respeito do movimento, do momento das eleições”, disse Clóvis Cavalieri em entrevista ao repórter Edvaldo Magalhães.

Um agente de trânsito, que não quis se identificar temendo represália, afirmou que ao tomar conhecimento da denúncia, o presidente Clóvis Cavalieri convocou todos os agentes e coagiu grosseiramente a turma a revidar no sentido de fazer uma retratação, desconhecendo a validade. “Esse grupo de 90% assinou com medo, porque foi coagido”, disse o agente.

Ele também informou que existem pessoas com privilégios, agentes que não cumprem horários de trabalho corretamente, outros com carga excessiva de trabalho. Destacou que o foco das ameaças é direcionado a questão do período probatório. E ainda afirmou que o prefeito de Caruaru, José Queiroz, tinha métodos para identificar os votos.


Central de Jornalismo – Liberdade

Polícia Rodoviária Federal


A Polícia Rodoviária Federal, que lançou um plano de ação para conter a criminalidade e a violência no trânsito desde o início do mês de fevereiro nas rodovias federais paraibanas, no período, mais de 8 mil veículos foram detectados pelo radar fotográfico com velocidade acima da máxima permitida.

Nos próximos 15 dias, 8.573 proprietários de veículos estarão recebendo em seus endereços, as notificações de autuação por infração de trânsito informando de qual era a velocidade que seus veículos estavam transitando acima do permitido nas rodovias. A notificação também estipula um prazo para que os proprietários apresentem os condutores infratores, ao mesmo tempo em que é lhe dado o direito de apresentar a defesa prévia conforme estabelece a legislação em vigor.

No trecho de maior incidência que fica entre Cabedelo e João Pessoa na BR-230, dois locais chamaram a atenção da PRF. Próximo ao km 19,0 na comunidade de São Rafael, e no km 22,0 que fica entre o trevo da Cidade Universitária e o viaduto do Cristo Redentor, onde a velocidade máxima é de 80 quilômetros por hora e mesmo com a margem de 10% em favor do motorista, quando o radar passa registra a velocidade acima de 88 km/h, ainda tem motorista que chega a transitar com velocidade de até 140 km/h nessas localidades.

As penalidades de multa variam conforme o percentual do excesso sobre a velocidade máxima permitida.

Para quem ultrapassou a velocidade até 20% do limite regulamentado, a infração é de natureza leve e o valor da multa é de R$ 85,13, mais quatro pontos na carteira de habilitação. Acima de 20% até 50%, a infração passa ser de natureza grave, o valor da multa é de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira. Quando a velocidade for acima de 50% do limite, a infração é gravíssima com multa no valor de R$ 574,62, e mais sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

A Polícia Rodoviária Federal vai continuar utilizando o radar móvel, mesmo após o período da Operação Carnaval que começa na próxima sexta-feira (4) e encerra na quarta-feira de cinzas (9), quando a fiscalização será mais rigorosa nas estradas.

O objetivo é de buscar através da fiscalização, a conscientização dos usuários de rodovias quanto ao risco de acidentes principalmente na BR-230 entre Cabedelo e Santa Rita, onde se registra o maior número de ocorrências no Estado.


Patrulha do Interior.com
Marcos Araújo.
Budega Nordestina.com
Paulo Viana

Polícia Civil de Pernambuco.

A Polícia Civil realizou nesta tarde (01), no município de Pesqueira, agreste do estado, uma apreensão de 25 animais silvestres criados ilegalmente numa residência. O flagrante aconteceu durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa de Ciran Santana da Silva. No local, os policiais procuravam uma arma de fogo e acabaram se deparando com os vários animais nas gaiolas.

Entre os bichos estão duas raposas, várias aves do tipo asa branca, galo de campina e cardeal, além de uma arara da espécie ararauna, ameaçada de extinção no Brasil. Ciran Santana está sendo autuado na Delegacia de Pesqueira por crimes contra o meio ambiente e também por posse ilegal de arma de fogo, já que os agentes encontraram uma espingarda calibre 32 na sua casa. Ele será conduzido ao Presídio da cidade.
Patrulha do interior.com

Budega Nordestina / Marcos Araújo. Paulo Viana

Arte em Bezerros

Pollyanne Pontes dos Santos, diretora do Centro de Artesanato de Pernambuco, em Bezerros, avisa que o espaço será palco a partir de hoje (1º) até 31 de março, da exposição "O Movimento Armorial", de Géber Romano Accioly, professor de Latim, Português e Literatura.

Ele foi diretor de Cultura de Pernambuco e atualmente dedica-se aos Papangus e Máscaras em "Papel Machê" e "Terra Cota". As obras poderão ser apreciadas de terça a sábado, das 9h às 18h, e aos domingos e feriados, das 9h às 13h.

Ônibus da Progresso capota e deixa feridos no Sertão

Um acidente grave envolvendo um ônibus da empresa Progresso aconteceu no início da manhã desta quarta-feira (02), no Sertão de Pernambuco. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal de Floresta, o ônibus capotou na BR-316, entre Itacuruba e Belém do São Francisco.

Várias pessoas ficaram feridas, uma em estado grave. Policiais rodoviários ainda se encontram no local do acidente e ainda não confirmaram se houve vítimas fatais. O ônibus seguia do Recife para Cabrobó.


Central de Jornalismo – Liberdade

Morre mãe de Jorge de Altinho

Faleceu no início da tarde desta quarta-feira (2) a mãe do cantor e compositor Jorge de Altinho, Dona Maria Assis de Assunção aos 87 anos. O sepultamento será manhã às 10 horas no cemitério São Sebastião em Altinho.
Central de Jornalismo Liberdade
Berg Santos

Íntegra do discurso do Senador Armando Monteiro

O senador Armando Monteiro (PTB/PE) fez sua estréia na tarde desta quarta-feira (2) na Tribuna do Senado, assumindo compromissos importantes com o que chamou de “agenda da cidadania”, que diz respeito, principalmente, à melhoria na qualidade da educação no país, a estímulos à educação profissional, estruturação da saúde, ações para resolver os problemas de mobilidade urbana e segurança pública.

No Senado, Armando já vem trabalhado como membro titular de três das mais importantes comissões da Casa: a de Constituição e Justiça (CCJ); Assuntos Econômicos (CAE); e a de Educação (CE). Além delas, é suplente em outras três: Assuntos Sociais (CAS); Serviços de Infraestrutura (CI); e Desenvolvimento Regional (CDR).

Armando Monteiro Neto dedicou um tempo especial de seu discurso à história de Pernambuco. O senador registrou a responsabilidade de representar um Estado com tradição de lutas e que sempre ofereceu ao país um notável elenco de parlamentares, como Caio de Lima Cavalcanti, Barbosa Lima Sobrinho, Miguel Arraes, Cid Sampaio, Nilo Coelho, Egídio Ferreira Lima, Fernando Lyra e Marcus Freire.

“Cabe-me lembrar ainda algumas destacadas figuras que se ausentaram recentemente do Parlamento e o faço através de dois ilustres homens públicos: Roberto Magalhães e Marco Maciel”, acrescentou.
O pronunciamento de Armando salienta ainda o “ciclo vigoroso de desenvolvimento” do Estado, “retomando sua força no espaço regional”. E ressalta os papéis desempenhados pelo governador Eduardo Campos e pelo ex-presidente Lula: “As profundas transformações em marcha estão amparadas por novo modelo de gestão pública, fruto da competente visão e dinamismo do governo de Eduardo Campos, que é hoje referência no País. Não poderia deixar de fazer uma menção especial também à ação decisiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve fundamental papel nesse processo”.

Veja abaixo alguns trechos do discurso, que recebeu apartes com elogios dos senadores Humberto Costa (PT/PE), Jorge Viana (PT/AC), Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) e Marta Suplicy (PT/SP), presidente da sessão.

(Em anexo, o texto completo).

A representação de Pernambuco

Tenho ainda a compreensão das responsabilidades que assumo em face do nível e da qualidade da representação político-parlamentar que historicamente Pernambuco ofereceu ao País, através de notável elenco de nomes, independentemente de origem e filiação ideológica, tais como: Caio de Lima Cavalcanti, Barbosa Lima Sobrinho, Miguel Arraes, Cid Sampaio, Nilo Coelho, Egidio Ferreira Lima e Fernando Lyra e Marcus Freire.

Cabe-me lembrar ainda algumas destacadas figuras que se ausentaram recentemente do Parlamento e o faço através de dois ilustres homens públicos: Roberto Magalhães e Marco Maciel.

O momento de Pernambuco

Vivenciamos uma espécie de renascimento econômico e político, que é o amálgama de novo sentimento de confiança social. As profundas transformações em marcha estão amparadas por novo modelo de gestão pública, fruto da competente visão e dinamismo do governo de Eduardo Campos, que é hoje referência no País. Não poderia deixar de fazer uma menção especial também à ação decisiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve fundamental papel nesse processo.

Foi nesse contexto que se deu minha eleição e não abdicarei do compromisso de ser, no Senado, uma voz firme desse Estado, apoiando a condução de importantes projetos que ajudem a consolidar o crescimento da economia local, facilitando e ampliando o acesso às necessárias fontes de financiamento.

Desenvolvimento regional
O que ocorre em Pernambuco – e em outros Estados da região – demonstra que o Nordeste há muito dispensa tratamento paternalista e o velho discurso de comiseração. O Nordeste não é parte do problema, mas parte da solução do País.

É meu compromisso também propugnar por um novo Plano Nacional de Desenvolvimento Regional, que a partir de novos paradigmas assegure no futuro um modelo de inserção cada vez mais dinâmico e integrador.

A agenda da cidadania

Chego ao Senado com a determinação de defender uma agenda fundamental: a da Cidadania. Mas a cidadania entendida nas suas dimensões irrecusáveis: a política e a econômica. Essas dimensões se entrelaçam, já que o atendimento do cidadão – finalidade da ação política - só será alcançado num cenário de prosperidade econômica e de crescente inclusão social.

A prosperidade econômica depende de uma cidadania participativa e consciente, que, por sua vez, depende do atendimento a questões vitais ainda pendentes, como educação, saúde, mobilidade urbana e segurança pública, para citar apenas as mais importantes.

Foco na Educação

Há avanços, sem dúvida, mas ainda insuficientes. Vejamos a educação. O ensino básico está universalizado, mas carece de excelência. O Brasil figura ainda em posição secundária nas avaliações de desempenho dos órgãos internacionais especializados.

Do ensino médio à universidade, nosso sistema educacional desconsidera as demandas do mercado de trabalho, o que evidencia a necessidade de maior estímulo à educação profissional, de modo a permitir que o aluno escolha o caminho mais apropriado ao seu perfil.

Louvo, por isso, a iniciativa da presidente Dilma Rousseff de anunciar, como uma de suas primeiras medidas, a criação do Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica, o Pronatec. Será, sem dúvida, um passo importante no sentido de aproximar as instituições de ensino do mercado de trabalho. É preciso que as instituições de nível superior façam o mesmo, adequando seus conteúdos programáticos aos requisitos da sociedade do conhecimento. Precisamos aprofundar essa discussão, que pretendo levar à Comissão de Educação dessa Casa.

Os demais temas – saúde, segurança, mobilidade urbana –, sem prejuízo das políticas públicas específicas de que carecem, serão beneficiários dos avanços que se estabelecerem na educação.

País esbarra nas reformas

Há cerca de quase duas décadas, aprendemos a valorizar a continuidade do esforço estabilizador empreendido por governos de diferentes orientações partidárias. Esse é um ativo que não permite retrocessos, mas não é suficiente para o crescimento do Brasil.

Crescer em bases sustentáveis, condizentes com a potencialidade e com as necessidades da sociedade, esbarra em um grande obstáculo: as macrorreformas inconclusas.

As distorções verificadas na expansão dos benefícios previdenciários, o tamanho e a qualidade da tributação, os conflitos federativos constituem um somatório de empecilhos ao processo de crescimento sustentável.

Sem a realização das reformas institucionais – especialmente a tributária, a previdenciária e a política – o Brasil deverá continuar registrando taxas oscilantes de crescimento, quase sempre inferiores às das demais economias emergentes ou da média mundial.

Microrreformas e pequenas empresas

Sabemos que as macrorreformas têm impacto mais horizontal e maior efeito sobre o crescimento, mas são mais complexas. Por isso, devemos lançar mão também das microrreformas, com resultados positivos sobre a competitividade das empresas e o desenvolvimento setorial. É preciso atuar – e o farei – para o aperfeiçoamento da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e a atualização do Simples. Outros temas de microrreformas são a definição do novo papel das agências reguladoras, o Cadastro Positivo, a nova Lei de Licitação, o marco regulatório do setor mineral, a reestruturação do Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência e a instituição do regime de previdência complementar do servidor público.

O papel do Senado

Para finalizar, não poderia deixar de destacar aqui, hoje, o papel central que deverá ter essa Casa na discussão sobre a reforma política. Essa é outra frente prioritária e urgente. Sem as mudanças que efetivamente alterem a dinâmica e eliminem os vícios e as deformações do atual sistema político, corremos o risco de não progredir e de ver frustradas nossas aspirações de construção de novos padrões de convivência política e social.

Autocrítica do Congresso

Essa reforma começa por uma autocrítica do Poder Legislativo, que precisa tornar sua gestão interna mais moderna, ágil, austera e transparente, recuperando sua imagem perante a população. As reformas, portanto, começam em casa – e não há tempo a perder. É grande a expectativa depositada pelos cidadãos nesta Legislatura que se inicia.

Fotos: Senador Armando Monteiro discursando na tribuna do Senado
Fotógrafo: Waldemir Barreto/ Agência Senado

João Paulo nas Comissões de Constituição e Justiça e Reforma Urbana

Um dia depois de ter sido indicado para a Comissão Especial de Reforma Política, o deputado federal João Paulo (PT) informou hoje (2) que também fará parte das Comissões de Constituição e Justiça e de Cidadania e Reforma Urbana, como membro titular e suplente, respectivamente. A indicação do seu nome para as duas comissões foi feita pelo PT, atendendo ao pleito do parlamentar.
De acordo com João Paulo, o objetivo de integrar a CCJC, considerada a mais importante, já que por ela passam todas as propostas em tramitação na Casa, é contribuir para agilização dos processos, para que a comissão atenda melhor as demandas da sociedade no que diz respeito à atualização de suas leis, principalmente “aquelas que tocam mais de perto os interesses da classe trabalhadora”.
Mesmo na suplência da Comissão de Reforma Urbana, João Paulo espera dar grande contribuição aos trabalhos dos colegas, partindo de experiências exitosas desenvolvidas nos oito anos da gestão na Prefeitura do Recife. “Fizemos um trabalho de prevenção nos morros que se tornou referência nacional. Quero ajudar para que a população não sofra mais com catástrofes como a que ocorreu no início desse ano, no Rio de Janeiro”, argumentou.
Hoje (2) pela manhã João Paulo participou da instalação da CCJC. À tarde ele retorna ao Recife, onde cumpre agenda com correligionários e comparece a eventos da semana pré-carnavalesca.



Fonte:Kalinne Medeiros
Assessoria de Comunicação
81.92936862 - 97587374

Banda Comercial comemora 111 anos com dificuldades

A Banda Comercial de Caruaru completa hoje (2) 111 anos. Fundada em 02 de março de 1900, animava os antigos carnavais e, contribui para no surgimento de talentos, no fortalecimento da cultura e na arte. Infelizmente a banda pouco tem a comemorar.

De acordo com o Maestro Normando Menezes, são muitas as dificuldades encontradas para que a instituição continue funcionando. “A gente não tem muito que comemorar por conta das adversidades, diante da falta de apoio, a banda sobrevive de doações espontâneas de amigos e dos pais dos alunos que se tornam sócios”, falou Normando.

Em 1996, na segunda gestão do Prefeito José Queiroz, foi criada uma Lei Municipal que estabelece uma ajuda mensal para as bandas musicais da cidade. Entretanto, essa lei nunca foi cumprida. “Inicialmente seria uma ajuda de R$ 500. No outro mês a ajuda seria de R$ 1 mil e no ano seguinte seria aumentado para R$ 2 mil”, ressaltou. Normando, lembra que no último Natal recebeu uma proposta da Fundação de Cultura para tocar uma noite recebendo a quantia de R$ 500. “seria cômico se não fosse trágico”, lamenta.

O atual presidente da Câmara de Vereadores, Lícius Cavalcante já encaminhou um oficio para o prefeito notificando pelo não cumprimento da Lei, que até o momento não foi colocada em prática. “É uma pena que o poder público não tinha um calendário para as bandas centenárias de Caruaru, que deveriam ser tratadas com mais de carinho e respeito”, finalizou Normando.

Os interessados em contribuir com a Banda Comercial podem depositar doações na Agência: 0051 – da Caixa Econômica Federal, Conta: 28047-0 / Operação: 013.

Central de Jornalismo – Liberdade

Show inédito

A cantora Wanessa Camargo, que adotou o primeiro nome para a nova fase de sua carreira, se apresentará pela primeira vez em Caruaru, às 22h do dia dois de abril, na Boate Villa Neon, próximo ao Colégio Diocesano.

A festa intitulada Sensation será uma oportunidade para a artista mostrar seu novo show 'Worth It', que vem fazendo sucesso nas melhores casas noturnas do Brasil. Os ingressos já estão à venda nas farmácias Diariamente e bancas 3º Mundo e North Shopping.




Budega Nordestina
Paulo Viana

Rádio IGM FM 88,9

Alimentos de qualidade na merenda escolar de Taquaritinga do Norte

Força, trabalho, união e compromisso. É com essas palavras que podemos adjetivar o Governo Municipal da Dália da Serra, que através das Secretarias de Educação e Agricultura, o IPA (Instituto Agronômico de Pernambuco), Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Conselho de Alimentação Escolar, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Associações e os Agricultores do município incentivou a agricultura familiar para a produção de gêneros alimentícios a serem utilizados na merenda escolar.
Toda mobilização e organização foram feitas através do PENAE (Programa Nacional de Merenda Escola) no que diz a Lei nº 11.947 que determina que as Secretarias de Educação devam adquirir 30% dos produtos da merenda escolar no próprio município. Por isso, o Governo Municipal em uma iniciativa nunca vista, elaborou junto com o Conselho de Alimentação Escolar e Nutricionistas um cardápio totalmente planejado na produção agropecuária do município, onde todos os alimentos possam ser ofertados em grandes quantidades e regularmente para a merenda escolar.
Os alimentos fornecidos são: galinha caipira, carne bovina, banana, coentro e cebolinha. Para a agricultora Rosilda Amara esta aquisição do Poder Executivo junto dos agricultores é histórica. “Nunca vimos uma coisa desta em nosso município. Fico muito orgulhosa em saber que nossos filhos irão comer o que produzimos na merenda, um alimento totalmente saudável e que ainda nos gera lucro”, ressaltou a agricultora.

Henrique Figueirôa
Assessor de Imprensa e Marketing

Reajuste do Bolsa Família terá um custo de R$ 2,095 bilhões

O reajuste previsto para o Programa Bolsa Família deste ano terá um custo de R$ 2,095 bilhões além dos R$ 13,4 bilhões previstos no Orçamento da União deste ano e mais R$ 1 bilhão de reserva. Em nota, o Ministério do Planejamento informou que os recursos virão de reservas previstas na Lei Orçamentária Anual (LOA) e de redistribuição de recursos de outros órgãos.

Um decreto de suplementação vai disponibilizar R$ 1,34 bilhão, sendo que R$ 1 bilhão estão previstos na LOA e o restante, R$ 340 milhões, serão remanejados internamente do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Um projeto de lei vai complementar os recursos, remanejando R$ 755 milhões da reserva de contingência.

Segundo a nota, “o aumento do Bolsa Família não compromete a consolidação fiscal e a redução de despesas previstas para 2011, de R$ 50 bilhões,

Budega Nordestina


Anac aprova fusão da TAM com a chilena Lan

A diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deu parecer favorável à fusão entre as empresas aéreas brasileira TAM e a chilena Lan Airlines, em negociação desde agosto do ano passado. A conclusão do negócio ainda depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e dos respectivos órgãos chilenos.

A Anac não divulgou detalhes da decisão, mas sua assessoria adiantou que ela deve ser publicada no Diário Oficial da União de hoje. Já a TAM divulgou um comunicado ao mercado anunciando ter recebido informações a respeito do “resultado positivo” a que a diretoria da agência chegou durante a reunião deliberativa realizada na terça-feira (1). Diz no entanto que ainda não foi formalmente notificada da decisão. Em viagem oficial ao Panamá, a presidenta da agência, Solange Vieira, não participou da reunião.

Em um comunicado anterior, a TAM já havia explicado que conforme determina a legislação brasileira, 80% do capital votante da empresa permanecerão em mãos de brasileiros. E que, consumada a fusão, tanto a marca TAM quanto a Lan, bem como os serviços atualmente prestados, serão mantidos e as duas companhias continuarão a operar da mesma forma. Juntas, as empresas irão atuar em ao menos 23 países.

No Chile, o processo de fusão está paralisado desde o início do ano. A pedido de uma organização de consumidores, a Conadecus (do espanhol Associação Nacional de Consumidores e Usuários) o Tribunal de Defesa da Livre Concorrência decidiu apurar melhor se a negociação viola a livre concorrência. Após o período de recesso anual, já que o tribunal retomouno dia de onte dia (2) os trabalhos.

Shareaholic