domingo, 17 de maio de 2020

João Azevêdo prorroga decreto, amplia isolamento social para todos os municípios da PB e fecha terminais rodoviários do Estado

O governador João Azevêdo assinou o decreto 40.242, neste sábado (16), prorrogando o isolamento social até o dia 31 de maio e ampliando as medidas restritivas, que agora passam a vigorar em todos municípios paraibanos, independente do registro de casos confirmados da Covid-19. O objetivo é conter o avanço do coronavírus no Estado, tendo em vista o aumento diário de casos diagnosticados, principalmente nesta semana. O decreto será publicado em edição eletrônica especial do Diário Oficial do Estado (DOE).

No decreto, fica estabelecido a interrupção do transporte intermunicipal em todo território paraibano. Assim, todos os terminais rodoviários pertencentes ao estado ficarão fechados a partir do próximo dia 20 até o dia 31 de maio, período em que também deverá ser paralisada a travessia Costinha/Cabedelo/Costinha por meio da balsa.

Além da continuidade da suspensão das atividades consideradas não essenciais para este momento, com o novo decreto os estabelecimentos comerciais ou empresas de transportes públicos serão multados em R$ 100,00 por cada pessoa que estiver no seu interior sem máscara. Esse acessório é obrigatório também em todos os espaços públicos do estado. Os recursos provenientes das multas aplicadas serão destinados às medidas de combate ao novo coronavírus.

O decreto determina a interrupção do transporte intermunicipal em todo território paraibano. Assim, todos os terminais rodoviários pertencentes ao estado ficarão fechados a partir do próximo dia 20 até o dia 31 de maio, período em que também deverá ser paralisada a travessia Costinha/Cabedelo/Costinha por meio da balsa.

O documento também prevê a instalação de barreiras sanitárias nas rodovias PB-008 e PB-018 (Conde), PB-025 (Lucena), PB-034 (Alhandra/Caaporã), PB-044 (Caaporã/Pitimbu) e no terminal hidroviário de Cabedelo. O acesso a esses municípios ficará restrito aos moradores e às pessoas que trabalhem nas atividades consideradas essenciais, ou para tratamento de saúde, devidamente comprovados.

Também serão suspensas no período de vigor do decreto as atividades da construção civil – com exceção das obras relacionadas às necessidades da pandemia da Covid-19 e emergenciais – na Região da Grande João Pessoa, abrangendo os municípios de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Conde, Santa Rita, Alhandra, Caaporã e Pitimbu, bem como em Campina Grande, Queimadas, Lagoa Seca e Puxinanã.

MENOR FOI MORTO A TIROS NO LOTEAMENTO JOÃO BARRETO EM CARUARU.

Foi assassinado na tarde de ontem sábado (16), na Rua Projetada, no Loteamento João Barreto em Caruaru, o adolescente, José Kaique da Silva, de apenas 15 anos, que morava na Rua Belo Jardim, no Loteamento Demóstenes Veras, também em Caruaru. Ele foi morto a tiros e era usuário de drogas.

Familiares disseram que no último domingo (10), a vítima saiu com um amigo que eles não sabem quem é esse amigo, que ele voltou pra residência com alguns ferimentos pelo corpo e sangrando, eles acharam estranho e o indagaram sobre o que havia ocorrido e ele desconversou e disse que tinha sofrido uma queda.

José Kaique, já foi apreendido duas vezes pela Polícia Militar, uma por posse de maconha e a outra por ter se envolvido em uma confusão. Este foi o oitavo crime de morte do mês de Maio e o 55º do ano de 2020 em Caruaru. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML local.

RAPAZ PROCUROU A POLÍCIA EM CARUARU PARA SE ENTREGAR, POIS, TINHA UM PEQUENO PLANTIO DE MACONHA EM CASA.

Um fato inusitado ocorreu no início da manhã de ontem sábado (16), em Caruaru. João Victor Batista da Silva, de 20 anos de idade, residente no Sítio Encanto, nas proximidades da CEACA, estava indo á Delegacia de Plantão e quando o Sargento Anderson e os Soldados Dennys, M. Lucena e Jonatan da Cavalaria da Polícia Militar estavam deixando a Delegacia foram abordados por ele que afirmou que estava naquele momento se entregando.

O Sargento Anderson, disse que ao ser questionado sobre o que teria ocorrido, o jovem disse que teve uma discussão com a esposa e estressado quebrou o telefone celular e pelo fato da esposa pegar muito no seu pé ele foi procurar a Polícia porque queria ser preso, ao ser perguntado se teria envolvimento com algo ilícito ele informou que tinha um pequeno plantio de maconha e levou os Policiais até o local onde haviam três pés de maconha já em fase de colheita, que ele afirmou que é usuário do entorpecente e que teria plantado e cultivado só para o consumo próprio.

Na DP, contra o João Victor foi lavrado um TCO - Termo Circunstanciado de Ocorrência e foi liberado logo após.

Nova parcela do auxílio emergencial começa a ser paga na segunda-feira (18)

A Caixa Econômica Federal começará a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 a partir da próxima segunda-feira (18), informou na ultima quinte-feira (14) o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, durante a live semanal do presidente Jair Bolsonaro. O calendário de pagamento foi detalhado em coletiva de imprensa amanhã da ultima sexta-feira (15), no Palácio do Planalto. 

 "Nós começamos na segunda-feira. Amanhã, às 15h da tarde, eu e o ministro Onyx [Lorenzoni, da Cidadania] vamos dar todos os detalhes. Mas nós começamos na segunda e faremos toda a questão via mês de nascimento, exatamente para que nós tenhamos uma tranquilidade maior no pagamento. Amanhã a gente detalha", antecipou Guimarães. 

Ao todo, cerca de 50 milhões de pessoas estão inscritas no programa, criado para garantir uma renda básica emergencial durante três meses, para o enfrentamento dos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus. O benefício é pago para trabalhadores informais e pessoas de baixa renda, inscritos do cadastro social do governo e no Bolsa Família. 
Contas digitais

Ainda segundo o presidente da Caixa, o banco vai oferecer, de graça, uma conta digital para todos os beneficiários do auxílio emergencial. Até então, o banco só havia aberto contas digitais para pessoas cadastradas que não tinham conta bancária informada. "É o maior programa de inclusão digital do Brasil, que sem notícia, de todos os tempos, e numa velocidade muito grande", enfatizou Guimarães.

Auxílio irregular

Durante a live, o presidente Jair Bolsonaro comentou sobre o pagamento irregular do auxílio emergencial a militares. As irregularidades foram detectadas após o ministérios da Defesa e da Cidadania realizarem um cruzamento de dados e identificarem que 73,2 mil militares ativos, inativos, temporários, pensionistas e anistiados receberam a ajuda do governo. 

 "O que aconteceu com muitos recrutas, não sei precisar o número aqui. Como ano passado eles não declararam renda, e ficava difícil passar no filtro, eles se inscreveram como beneficiários e receberam os R$ 600, só que foram plotados, foram descobertos e, no nosso meio, quando alguém faz algo errado, o bicho pega. Então, vão devolver essa grana e vão sofrer, com toda certeza, uma punição disciplinar", afirmou. 

Uma decisão do Tribunal de Contas de União (TCU) também obrigou os militares acusados de receber irregularmente o auxílio emergencial a devolverem os valores aos cofres públicos.


Fonte: Agência Brasil

Açude Epitácio Pessoa em Boqueirão está temporariamente fechado para banhistas

Tendo em vista a pandemia de Coronavírus em todo o país, devido a aglomerações que facilitam o contágio pela doença, a Prefeitura da cidade de Boqueirão e o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca – DNOCS estão em um trabalho incisivo para retirar banhistas do principal reservatório deste município.

Os acessos a área do Açude Epitácio Pessoa começaram a ser fechados na ultima sexta-feira (15) como medida de prevenção e com o objetivo de evitar aglomeração,

Um dos principais motivos do fechamento, segundo o representante do DNOCS, Evandro Pereira, é justamente a frequência de pessoas no local, principalmente no local conhecido por “Prainha”. Ainda de acordo com Evandro, os acessos foram limpos com a ajuda da Prefeitura de Boqueirão e serão fechados para evitar o acesso.

Tanto do DNOCS quanto a Prefeitura já pediram o reforço da Polícia Militar nos pontos que aglomeram aos finais de semana.

Shareaholic