quinta-feira, 14 de maio de 2020

HOMEM FOI EXECUTADO EM GARANHUNS E O ENTEADO DE UM ANO FOI BALEADO E MORREU DURANTE O TRAJETO PARA O HR NO RECIFE.

Na noite desta quinta-feira (14), foi assassinado a tiros dentro de casa, na Rua Quipapá, no Bairro Cohab 2 na cidade de Garanhuns, Fábio Vitalino Pereira da Silva, de 18 anos e saiu baleado o seu enteado de apenas um ano de vida, Levy Gabryel Nunes da Silva, que foi socorrido rapidamente para o Hospital local, em seguida foi transferido para o HR - Hospital da Restauração no Recife, mas, ao passar pelo município de São Caetano infelizmente acabou falecendo.

O Fábio estava com o garotinho no colo, estavam assistindo no sofá, nisso, foram surpreendidos com a chegada de elementos que efetuaram vários disparos contra o Fábio que foi á óbito na hora e um desses disparos atingiu fatalmente a cabeça do Levy. Fábio era suspeito de cometer alguns delitos.

Na casa onde foi o cenário do crime estava a mãe do menino que relatou á Polícia que estava morando com o Fábio há apenas 30 dias e que desconhecia o envolvimento do companheiro no mundo do crime. Os corpos do Fábio e do garotinho foram encaminhados para o IML de Caruaru.

No AR Desperta Nordeste! Com Paulo Viana 14/05/2020

IDOSA E ENFERMEIRO MORRE A POIS AMBULÂNCIA CAPOTA NA PARAÍBA

Um acidente envolvendo uma ambulância do Samu deixou uma idosa de 91 anos com suspeita de Covid-19 e um enfermeiro mortos, na madrugada da ultima terça-feira (12), em Santa Rita, na Grande João Pessoa, na BR-230, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ambulância caiu em uma ribanceira perto do Hospital Metropolitano.

A ambulância do Samu era uma Unidade de Suporte Avançado (USA), usada para transportar pacientes suspeitos de Covid-19 para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. O motorista da ambulância teria perdido o controle do veículo, enquanto chovia forte no local, colidiu com o meio fio e capotou em seguida, caindo na ribanceira, conforme relato da PRF.

A PRF acredita que tenha acontecido o efeito aquaplanagem, quando o veículo perde a aderência na pista devido às chuvas. Ainda segundo a PRF, a idosa estava saindo da UPA de Cruz das Armas para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita.

O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados, mas ao chegar no local, constataram os dois óbitos. As equipes dos Bombeiros estavam paramentadas com as roupas necessárias para evitar a contaminação pelo coronavírus. O neto e a filha da vítima estavam em um carro atrás da viatura, seguindo o veículo até o hospital, e presenciaram o acidente.

Outras duas pessoas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Uma dela é um médico, de 36 anos, que já recebeu alta, e o condutor da ambulância, de 37 anos, que também já deixou a unidade de saúde.

O Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho (HPMGER), onde o enfermeiro trabalhava, emitiu uma nota em nome de todos os colaboradores, solidarizando-se com a os familiares e amigos do enfermeiro Patrick Villarim, que morreu no acidente. “Patrick perdeu sua vida na tentativa de salvar a do próximo. Que Deus o receba de braços abertos e o conduza ao descanso eterno”, disse a nota.


Fonte: G1 PB
Foto: Divulgação/PRF-PB

Shareaholic