sexta-feira, 1 de maio de 2020

DOIS HOMENS MORREM AFOGADOS NA ZONA RURAL DE RIACHO DAS ALMAS

Dois homens morreram afogados na tarde desta sexta-feira (01), em um barreiro no Sítio Xique Xique, zona rural de Riacho das Almas, Agreste de Pernambuco. As vítimas eram conhecidas por “Jailson” e “Toin”.

Os dois amigos estavam bebendo e tomando banho, quando um se afogou e o outro pulou na água para tentar salvá-lo e também se afogou. Os corpos foram retirados da água por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

HOMEM É PRESO NA PARAÍBA VENDENDO “GARRAFADA” PARA CURAR CORONAVÍRUS.

Um homem foi preso em Santa Rita, na noite de ontem quinta-feira (30), acusado de vender um falso medicamento com a promessa de curar Aids, câncer e covid-19. O produto, um tipo de ‘garrafada’, era vendido por R$ 100 o litro.

A ação, que teve o apoio do Ministério Público da Paraíba e Agência Estadual de Vigilância Sanitária, ocorreu no bairro de Marcos Moura, em Santa Rita Município Paraibano.

Segundo a Polícia Civil, o homem de 49 anos vinha sendo investigado por equipes da Delegacia Seccional de Santa Rita por anunciar em redes sociais um falso medicamento feito à base de ervas.

Após obter ordens judiciais, os policiais civis realizaram buscas em um imóvel comercial usado pelo suspeito para a fabricação do falso medicamento.

No local foram encontrados vários insumos e utensílios usados na produção. O imóvel não possuía alvará de funcionamento e nem autorizações sanitárias para ser utilizado como local de fabricação de medicamentos.

O comércio foi interditado e o homem foi preso em flagrante delito e autuado por crime contra a saúde pública. O delito é considerado hediondo e a pena máxima é de 15 anos.

Ele foi conduzido para a carceragem da Central de Polícia Civil, em João Pessoa.

MARGINAIS EXPLODIRAM DUAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM SERTÂNIA - PE

Durante a madrugada desta sexta-feira, dia 01 de Maio, bandidos fortemente armados explodiram duas agências bancárias na cidade de Sertânia, no Sertão de Pernambuco. As agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal foram atacadas.

Os disparos das armas de fogo e o barulho das explosões foram ouvidos por toda a cidade.

Cápsulas de balas de grosso calibre ficaram espalhadas nas imediações dos bancos.

Ainda não se tem notícia se os assaltantes conseguiram levar dinheiro das agências. Eles teriam fugido no sentido de Monteiro. Aparentemente, os estragos físicos foram maiores no Banco do Brasil. As duas agências já foram alvos de explosões anteriormente.

Uma investida criminosa ao Banco do Brasil aconteceu em novembro de 2016. Já a Caixa Econômica foi alvo de bandidos em agosto de 2017. Dois meses, antes, em junho, a agência do Bradesco havia sido explodida.


Em 2016, a ação do grupo que explodiu o cofre da agência do Banco do Brasil com cerca de 15 homens, fez dez pessoas reféns – três vigilantes e sete moradores – enquanto explodiam o cofre. Na ocasião os criminosos não conseguiram levar o dinheiro.

SAIBA COMO FICA O PAGAMENTO DE PENSÃO ALIMENTÍCIA DURANTE A CRISE DO CORONAVÍRUS

Foto: Pixabay

Muita gente viu a renda cair com a crise causada pela pandemia do novo coronavírus, e há quem esteja sem condições de pagar os valores da pensão alimentícia. Em entrevista ao Rádio Livre desta quinta-feira (30), o advogado e professor do Centro Universitário Tiradentes, Glauber Salomão, explicou que a lei prevê mudanças no pagamento da pensão caso haja uma perda inesperada de renda.

 "O Código Civil prevê, de forma genérica, que uma vez que tenha sido fixada a pensão e, posteriormente havendo mudança na renda de quem está pagando, ou então na necessidade de quem recebe, esse valor pode ser revisto ou, numa situação extrema, a obrigação de pagar pode, inclusive, ser encerrada", afirma o especialista.

Ele afirma que, mesmo com a perda de renda, a pessoa que paga a pensão não deve parar de pagar imediatamente por conta própria.

 "Esse é um erro grave e que, de fato, as pessoas devem evitar", alerta Glauber. Segundo o advogado, o ideal é que o novo plano alimentício deva ser definido por meio de sentença judicial. "O devedor da pensão deve acionar o judiciário para qye seja revisto esse valor. As atividades do judiciário não foram interrompidas, continuam de forma remota e esses pedidos de redução dos valores, de um modo geral o judiciário vem respondendo de forma muito rápida."


Fonte: Rádio Jornal do Recife

VÍTIMA MENTIA O NOME: Informações desencontradas sobre identidade de elemento assassinado em Santa Cruz

Através de informações colhidas pelo nosso blog no local do crime; uma das ex-companheiras da vítima informou para a Polícia Civil e para nossa reportagem que o nome da vitima seria Fábio Carmo dos Santos, de 31 anos; porém no final da tarde a polícia descobriu que este nome é do primo da vítima e que o verdadeiro nome é Marcos Fernandes do Carmo, vulgo "Marquinhos", de 31 anos de idade.

Segundo informações, "Marquinhos" mentia sobre o nome porque tinha envolvimento com o mundo do crime na capital pernambucana e colecionava mais de um relacionamento amoroso, então ele deu o nome do primo a jovem que ele se relacionava em Santa Cruz, para ela não descobrir sobre sua vida pregressa. Ainda de acordo com informações, este fato atrapalhou o trabalho da polícia e da imprensa, porque quando foi feito a consulta no sistema, surgiu a foto e o nome do primo do elemento assassinado.

Aqui corrigimos o erro e sempre lembramos que o nosso compromisso é com a verdade dos fatos!

SOBRE O CRIME: 

Foto verdadeira.

Na manhã desta quarta-feira (29), o cadáver de um homem foi encontrado em uma área de vegetação localizada por trás do Moda Center, mais precisamente próximo ao loteamento da Moda, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do estado de Pernambuco.

Marcos Fernandes do Carmo, vulgo "Marquinhos", de 31 anos de idade, foi encontrado morto na manhã de hoje, porém acredita-se que ele foi assassinado na noite desta última terça-feira (28), já que a Polícia Militar do 24° BPM (Batalhão de Polícia Militar) recebeu uma ligação anônima na noite anterior informando o local do homicídio.

Ainda de acordo com informações, foram visualizados vários cortes na região do pescoço da vítima, o que fortalece a suspeita de que, foi utilizada uma faca para a execução do crime. 

 “Marquinhos” tinha passagem pela polícia, deixou uma filha de dois meses, era natural do Recife, morava em São Domingos do Brejo da Madre de Deus e há 5 meses estava separado de uma jovem que mora em Santa Cruz. 

Após levantamento cadavérico o corpo foi encaminhado para o IML (Instituto de Medicina Legal) na cidade de Caruaru.


Fonte: Blog do Jota Lima

Shareaholic