quarta-feira, 8 de abril de 2020

Brasileiros compartilham mais memes do que notícias sobre o Coronavírus

Pesquisa tem como base a rede social Twitter 

O Brasil é o quarto país que mais comenta sobre o COVID-19 (novo Coronavírus) no mundo. A afirmação vem de um estudo feito pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas sobre o comportamento dos brasileiros nas redes sociais em relação à nova doença. De acordo com a pesquisa, em todo o mundo, 3,3 milhões de menções ao Coronavírus foram feitas na rede social Twitter. No Brasil, houve um aumento de citações a partir do dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado no país. 

Apesar da grande disseminação do assunto, um dado chamou a atenção dos pesquisadores: 34% das menções eram imagens consideradas engraçadas pelos internautas, conhecidas como ‘memes’. O número ultrapassou os tuites de notícias, que somavam 17%. 

De acordo com a professora do curso de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Maria Carolina Avis, o conteúdo considerado divertido, pode ajudar quem está de quarentena. ‘‘Como as pessoas precisam ficar em isolamento social, naturalmente passam mais tempo na internet e nas redes sociais, o que faz com que o consumo de conteúdo aumente, principalmente esses mais informais e divertidos, já que buscamos consumir conteúdos leves para passar o tempo’’, diz. 

Além disso, de acordo com a especialista, é possível trazer conhecimento por meio dessa ferramenta. ‘‘Embora os memes sejam uma forma divertida e informal de conteúdo, eles podem, sim, servir para educar e disseminar informações de qualidade como dar dicas e deixar mensagens positivas de forma descontraída’’. 

Para a professora, o momento é delicado e as pessoas podem se sentir ansiosas com situações como a que o mundo vem enfrentando nas últimas semanas. 

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo Uninter está entre os maiores players do segmento educacional, e é a única instituição de ensino a distância do Brasil recredenciada com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, o centro universitário conquistou o conceito 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo MEC. O resultado aliado à nota máxima de seu programa de educação a distância (EAD), consolida a Uninter como a melhor instituição EAD no Brasil, à frente dos outros cinco maiores grupos educacionais que atuam na modalidade. 

Sediado em Curitiba (PR), já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 250 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém cinco campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais acesse uninter.com


Reportagem: Ana Paula Scorsin 

Sobe para 800 o número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil

Aumentou para 800 o número de mortes decorrentes do novo coronavírus no Brasil, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (08) pelo Ministério da Saúde. O resultado marca um aumento de 20% em relação aos dados divulgados na terça (07), quando eram registrados 667 óbitos.

São Paulo concentra o maior número de pessoas mortas por complicações da doença, 428. O estado é seguido por Rio de Janeiro (106), Pernambuco (46), Ceará (43) e Amazonas (30).

Também foram registradas mortes no Paraná (17), Santa Catarina (15), Bahia (15), Minas Gerais (14), Distrito Federal (12), Rio Grande do Norte (11), Maranhão (11), Rio Grande do Sul (9), Goiás (7), Espírito Santo (6), Pará (6), Piauí (5), Paraíba (4), Sergipe (4), Alagoas (2), Mato Grosso do Sul (2), Amapá (2), Acre (2), Rondônia (1), Roraima (1) e Mato Grosso (1).

O número de pacientes infectados chegou a 15.927, segundo balanço do Ministério da Saúde. O resultado representa um crescimento de 16% em relação a ontem, quando os dados da pasta marcavam 13.717 pessoas infectadas.

A POLÍCIA REGISTROU UM HOMICÍDIO NA ZONA RURAL DE SÃO CAETANO.

Um crime de morte foi cometido por volta das 11 horas da manhã desta quarta-feira (08), no Sítio Xucuru, após o Alto do Xerém, na zona rural da cidade de São Caetano e teve como vítima, Lenivaldo Manoel de Melo, de 37 anos, que morava no Sítio Onça, também na área rural de São Caetano. Ele passava pelo local e nisso, foi surpreendido, alvejado á bala e morreu na hora.

O IC - Instituto de Criminalística periciou o corpo da vítima na presença da Polícia Civil e o encaminhou logo após para o IML de Caruaru.

PARAÍBA: Após vários anos, maior açude do Cariri Ocidental volta a transbordar e população do Congo comemora

Para a alegria da população do município do Congo e da região do Cariri Paraibano, na manhã desta quarta-feira(08) o açude Cordeiro chegou finalmente a sua capacidade total e começou a sangrar.

As águas do reservatório começaram a escoar pela sangria nas primeiras horas desta quarta (08) e a grande novidade foi logo compartilhada e repercutida pela população da cidade e da região através das redes sociais. O prefeito do município, Júnior Quirino, postou um vídeo com fotos no seu instagram celebrando o acontecimento e destacando a alegria de todo seu povo pelo presente dos céus.

O açude Cordeiro atingiu a capacidade de 100,17% chegando a um volume total de 70.084.076 m³. O reservatório tem capacidade de armazenar cerca de 69.965.945 m³ (sessenta e nove milhões, novecentos e sessenta e cinco mil, novecentos e quarenta e cinco metros cúbicos de água).

Agora as águas do Congo desembocam no leito do Rio Paraíba e seguem para o açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão.

EX-PRESIDIÁRIO FOI EXECUTADO NO AGRESTE PERNAMBUCANO


Foi encontrado morto a tiros na manhã desta quarta-feira (08), A vitima foi o Ex-presidiário, Luiz Fernando de Oliveira Moura, de 23 anos de idade, que morava na cidade de Bom Jardim-PE, foi encontrado morto apresentando perfurações causadas por disparos de arma de fogo, no Município de Vertentes, Agreste Pernambucano.

Segundo informações o crime teria sido praticado durante a noite de ontem (terça-feira). 

A Polícia Militar fez o isolamento da área do homicídio enquanto a Polícia Civil juntamente com o IC – Instituto de Criminalista – realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o IML da cidade de Caruaru.

FABRICANTES DE CONFECÇÕES PODEM RETORNAR AS ATIVIDADES POR RECOMENDAÇÃO MINISTÉRIO PUBLICO DE PERNAMBUCO.

O Moda Center Santa Cruz recebeu do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), na última segunda-feira (06), um ofício com recomendações para que o parque oriente os fabricantes de confecções a voltarem, de forma parcial, com suas atividades. 

De acordo com o documento, que pode ser lido na sua íntegra no link https://bit.ly/2xakl0b, essa volta parcial deve ser focada, além da produção de artigos de moda e vestuário, também na produção de insumos que visem o enfrentamento a Covid-19, como máscaras caseiras, entre outros.

A diretoria do Moda Center Santa Cruz ressalta que já está atendendo tais recomendações, onde dará publicidade às informações do ofício em seus canais de comunicação, como blog do Moda Center, redes sociais, blogs parceiros e rádios locais. Em caso de dúvidas adicionais por parte dos condôminos, basta ligar para o (81) 3759-1000, em horário comercial.

A aceitação da recomendação do MPPE e as medidas sanitárias a serem aplicadas cabem aos gestores de cada município.

IDENTIFICADO JOVEM QUE FOI ASSASSINADO POR TRÁS DE UM MOTEL EM CARUARU.

Foi identificado a vítima do homicídio ocorrido no início da noite desta terça-feira (07), próximo ao Hospital Regional do Agreste, no Loteamento Cidade Alta em Caruaru. Trata-se de, Jhon Cleiton dos Santos Silva, conhecido por "Mangangá", de 23 anos, que residia na Vila de Tapiraim, na zona rural do município de São Caetano.

A Polícia Civil através da DEAH - Divisão Especial de Apuração de Homicídios, acompanhou o levantamento cadavérico e constatou que a vítima esteve bebendo pela tarde, bebedeira que ocorreu numa casa com amigos. Após o crime, esses amigos deixaram essa residência aberta e tomaram destino ignorado.

JUIZ FEDERAL BLOQUEIA FUNDO PARTIDÁRIO E AUTORIZA USO NO COMBATE AO CORONAVÍRUS

O juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara Federal do Distrito Federal, determinou o bloqueio do repasse de valores da União ao fundão eleitoral e ao fundo partidário e, na mesma decisão, autorizou que o governo federal utilize essa verba para as ações de combate ao coronavírus.

A decisão de Itagiba foi em resposta a uma ação popular movida na Justiça Federal. No despacho, ele afirma que a pandemia do coronavírus "é grave" e exige "sacrifícios" de todo o país, incluindo nesse grupo os partidos políticos.

O fundão eleitoral, aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, foi criado para cobrir gastos de R$ 2 bilhões com as eleições municipais. Além dele, o fundo partidário é uma verba repassada anualmente pela União para o funcionamento dos partidos políticos, estimado em R$ 1 bilhão neste ano. Ainda cabe recurso contra a decisão.

 “Nesse contexto, a manutenção de fundos partidários e eleitorais incólumes, à disposição de partidos políticos, ainda que no interesse da cidadania, se afigura contrária à moralidade pública, aos princípios da dignidade da pessoa humana, dos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e, ainda, ao propósito de construção de uma sociedade solidária”, escreveu o juiz federal.

 “Determino, em decorrência, o bloqueio dos fundos eleitoral e partidário, cujos valores não poderão ser depositados pelo Tesouro Nacional, à disposição do Tribunal Superior Eleitoral. Os valores podem, contudo, a critério do chefe do Poder Executivo, ser usados em favor de campanhas para o combate à pandemia de coronavírus (Covid-19) ou a amenizar suas consequências econômicas”, determinou em sua decisão.

O juiz federal Itagiba Catta Preto Neto se tornou conhecido em 2016, quando concedeu uma decisão liminar suspendendo a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil da então presidente Dilma Rousseff - posteriormente, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes também deu decisão no mesmo sentido.

O ministro Luís Roberto Barroso, que presidirá o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a partir de maio, não vai comentar a decisão. Na última sessão presencial do Supremo Tribunal Federal (STF), em 12 de março, Barroso advertiu para o risco de se judicializarem questões referentes ao combate à pandemia. Segundo ele alertou, se cada juiz começar a interferir com decisões diferentes, será criado um problema para as autoridades responsáveis pela condução das políticas públicas no setor.

Shareaholic