segunda-feira, 6 de abril de 2020

PARAÍBA: Açude do Congo está prestes a transbordar, faltando apenas 1% para atingir a sangria

Com as chuvas registradas em algumas localidades da região do Cariri e a descida das águas provenientes das cheias de outros mananciais vizinhos, o açude Cordeiro do Congo ultrapassou os 99% da capacidade total, faltando simplesmente uma boa chuva ou mais água advinda dos rios e reservatórios próximos para que possa finalmente transbordar.

Em dados colhidos pela nossa reportagem nesta segunda-feira, 06, o açude do Congo falta menos de 1% para atingir a capacidade total.

O açude do Congo atingiu os 99,24% da capacidade apresentando um volume atual de 69.965.945 m³. O reservatório tem capacidade de armazenar cerca de 69.965.945 m³ (sessenta e nove milhões, novecentos e sessenta e cinco mil, novecentos e quarenta e cinco metros cúbicos de água).

Outro reservatório que vem recebendo uma grande quantidade de água e o açude de Camalaú, em dados coletados pela Aesa no último dia 03 de abril, o reservatório atingiu o porcentual de 99,31% de sua capacidade, apresentando um volume atual de 47.773.296 m³. A capacidade máxima do açude de Camalaú é de 48.107.240 m³.

Já em dados coletados nesta segunda-feira(06), o manancial teve uma queda em seu volume de água, estando agora com um percentual de 86,01 %, estando com um volume atual de 41.378.292 m³.

O decréscimo do volume de água em Camalaú se deu nos últimos dias, devido a abertura de uma de suas comportas realizada pelo DNOCS. Por isso, o reservatório não está mais conseguindo acumular o volume de água que estava sendo armazenado.

Os dois açudes são responsáveis pelo abastecimento dos respectivos municípios e de outras cidades da região, sendo listado entre os maiores reservatórios da região do Cariri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic