domingo, 2 de fevereiro de 2020

Pernambucano de Cabrobó na lista com fotos dos criminosos mais procurados do Brasil

Um pernambucano de Cabrobó, no Sertão, está entre os criminosos mais procurados do Brasil. A lista contendo a foto de Edvaldo Silva Santos, 45 anos, e de outras 25 pessoas acusadas de crimes graves e violentos foi divulgada na ultima quarta-feira (30) pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e será atualizada mensalmente.

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Edvaldo, também conhecido como 'Edvaldo da Manga', 'Edvaldo da Subestação' e 'Patrão, tem crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas como área de atuação. Ele é suspeito de ser um dos mentores da tentativa de roubo a um avião de transporte de valores em Salgueiro, Sertão do Estado, em setembro de 2018.

Tentativa de roubo a avião de transporte de valores


No dia 26 de setembro de 2018, em Salgueiro, um grupo foi interceptado ao tentar roubar um avião que fazia transportes de valores, no aeroporto do município. A ação teve início no momento da aterrissagem, quando os assaltantes invadiram a pista do aeroporto e abordaram os vigilantes dos carros-fortes que transportariam o dinheiro. "Eles também dispararam contra o avião, ferindo o piloto e obrigando-o a parar", relatou a Polícia Federal em nota. Houve confronto com as polícias Federal e Militar da Bahia e de Pernambuco e seis suspeitos morreram.

Além dos integrantes da quadrilha que acabaram mortos, outros quatro foram presos após intensa perseguição policial, segundo a PF.

Os mortos foram identificados como Francieldo do Nascimento Silva, 47 anos, Cláudio Aprígio da Silva Neto, 46, Alex Gonçalves dos Santos, 37, Galdioso Moura da Silva, 47, Renato Vieira dos Santos, 51, e Rafael Rodrigues Pereira, 36. Martins Simão dos Santos, 48, ficou ferido.

Segundo informações obtidas pela Rádio Jornal, alguns integrantes da quadrilha mantinham negócios em fazendas exportadoras de frutas no Vale do São Francisco para justificar enriquecimento ilícito.

Os homens tinham uma metralhadora ponto 50 (capaz de disparar 600 tiros por minuto, alcançar 6,9 quilômetros e furar blindagem de aviões e veículos) acoplada a uma Hylux, além de seis fuzis AK 47, todas armas exclusivas das Forças Armadas.

De acordo com a PM, as investigações sobre a quadrilha foram iniciadas há três anos. Devido ao monitoramento, foi possível descobrir a intenção do assalto e o efetivo conseguiu impedir a ação dos assaltantes.

O grupo também é suspeito de participar da execução de dois policiais militares no município de Bom Jesus da Lapa, além de um assalto à agência do Banco do Brasil, no município de Jacobina, além de assaltos a cinco carros-fortes em Juazeiro, na Bahia e em Petrolina, também no Sertão de Pernambuco.

"Essa era a principal quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes da região, e já vinha sendo investigada pela Polícia Federal há mais de um ano. Nenhum valor foi subtraído", ressaltou a assessoria da Polícia Federal.


Fonte: JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic