segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Prefeitos do Cariri Paraibano são homenageados em premiação da Revista Tribuna, na capital do Estado

Quatro gestores da região do Cariri paraibano foram homenageados na noite da ultima sexta-feira(14), durante a festa de comemoração dos 21 anos da Revista ‘A Tribuna’, uma das publicações mais respeitadas do segmento da política paraibana. O evento aconteceu na sede da Associação Paraibana de Imprensa (API), em João Pessoa.

Foram premiados os gestores Ronaldo Queiroz (Gurjão), André Gomes (Boa Vista), Júnior Quirino (Congo), Natália Lira (Ouro Velho) e Anna Lorena (Monteiro). Na solenidade o secretário de Comunicação de Monteiro, Fred Menezes, esteve representando a prefeita Anna Lorena.

A premiação da Revista Tribuna é realizada através de enquete e que há mais de dez anos e tem o intuito de mostrar para a opinião pública o resultado dos trabalhos dos parlamentares paraibanos. Os profissionais que participaram da enquete analisaram o desempenho dos deputados federais e estaduais, do governador, dos secretários da Capital e de Estado, dos vereadores, além de prefeitos da Paraíba.

Ronaldo que pelo 7º ano seguido recebeu a premiação da Revista Tribuna, eleição essa que é realizada pelos jornalistas da Paraíba, “Fiquei muito feliz com o resultado, estou no meu sexto ano de mandato e sempre focado em trabalhar por Gurjão, sou filho dessa cidade e seguirei sempre atrás de projetos e investimentos nos setores importantes para nossa cidade, tenho a agradecer aos jornalistas pela escolha e a revista pela publicação e dizer que estou muito feliz e honrado em poder ser homenageado como destaque em 223 municípios está em 20 melhores.

O prefeito de Boa Vista, André Gomes falou da satisfação de receber o prêmio: “Esse prêmio, assim todos os demais destaques recebidos durante o ano, é reflexo de uma gestão participativa, responsável, que zela pelos recursos públicos, respeitando o contraditório e focando em um único objetivo: proporcionar o pleno desenvolvimento de Boa Vista”, disse André Gomes.

Júnior Quirino, prefeito do Congo, também expressou seu sentimento de gratidão pelo reconhecimento da Revista Tribuna: “Isso nos dá força para continuar lutando pelo desenvolvimento do nosso município. Tivemos um ano produtivo apesar de todas as adversidades enfrentadas em 2019, mas, em 2020 vamos fazer muito mais pelo Congo”, frisou Júnior Quirino.

Representando a prefeita de Monteiro, Anna Lorena, o secretário de Comunicação Fred Menezes agradeceu pela honraria e ter o trabalho da gestão de Monteiro ser reconhecido por um dos principais veículos no segmento de revista da imprensa paraibana. “É um orgulho pela revista tribuna, nos seus 21 anos de história. Reconhecimento e homenagem como essa, nos motiva a trabalhar cada vez mais no cuidado pela cidade de Monteiro e agradecer a esse homem de fibra que é Manoel Raposo pelo empenho e carinho com esse grande patrimônio do nosso estado que é a Revista a Tribuna ”, agradeceu Fred Menezes.

POLÍCIA CIVIL REALIZOU OPERAÇÃO E PRENDEU GRUPO DE EXTERMÍNIO EM CAMOCIM DE SÃO FÉLIX. PE

A Polícia Civil deflagrou na manhã da ultima sexta-feira (13), a 101ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada "FÚRIAS”, vinculada à DINTER 1, decorrente de investigação realizada pelos Delegados Bruno Machado chefe da 19ª Delegacia de Homicídios, Vitor Freitas da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste e Bruno Vital da 14ª Delegacia Seccional de Caruaru.

A investigação teve início em abril de 2019, com o objetivo apurar e prender organização criminosa envolvida na prática dos crimes de milícia particular, homicídios e posse e porte de armas de fogo e munições.

Durante a operação, foram cumpridos 05 (cinco) mandados de prisão e 10 (dez) mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos por uma junta de Juízes de 1º Grau do Tribunal de Justiça Pernambuco.

Na execução da operação, foram empregados 95 (noventa e cinco) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães.

De acordo com a Polícia Civil o líder desse grupo de extermínio é um policial militar que foi preso na operação e um irmão dele, também policial militar foi preso há alguns dias com mandado de prisão temporária e na data de hoje a temporária foi convertida em prisão preventiva, um ex-guarda municipal de Camocim de São Félix, também foi preso na operação. Eles não tiveram os nomes divulgados.

Na operação foram apreendidas mais de 15 armas de fogo como espingardas calibre 12, revólveres e pistolas e várias munições de diversos calibres, inclusive de fuzil e segundo a Polícia Civil o grupo tinha atuação além de Camocim de São Félix, Bonito, Sairé, São Joaquim do Monte, Bezerros, Gravatá e Caruaru


Informações de Adielson Galvão

Shareaholic