terça-feira, 16 de abril de 2019

Homem que matou Secretária de Educação de Boa Vista contatou irmão após o crime: ‘Matei Dayse’

O homem que matou a esposa na noite desta segunda-feira (15) em um motel na BR-104, entre a saída de Campina Grande e a cidade de Queimadas, no Agreste paraibano, mandou mensagens no WhatsApp para o irmão dele informando que matou a mulher e que iria se matar em seguida com um revólver.

A conversa foi divulgada pelo irmão de Aderlon Bezerra de Souza, de 42 anos, na manhã desta terça-feira (16). As capturas de tela mostram que às 21h02 o homem mandou “Ei, matei Dayse, estou me suicidando agora”. Em seguida ele liga duas vezes para o irmão e continua “Estou no parque motel, suíte 24, agora não tem mais jeito. ‘Xau mano’”. O irmão ainda tenta perguntar “com quem?” e Aderlon responde: “revólver”.

Para a polícia, Aderlon planejou a morte da esposa. Ainda segundo o irmão dele, no dia do crime o homem deu um abraço nele e na mãe, como estivesse se despedindo. O casal deixa duas filhas, uma de 8 anos e outra de 17.

A delegada de homicídios responsável pelo caso, Nercília Dantas, contou que os corpos de Aderlon e de Dayse Ariceia da Silva Alves, de 40 anos, foram encontrados vestidos, um ao lado do outro na cama da suíte 24 do motel.

Segundo a delegada, o homem teria utilizado um revólver calibre 38 para atirar na boca da mulher e, em seguida, deitou ao lado dela e atirou na própria boca. “A perícia cadavérica é que vai afirmar quantos tiros foram exatamente em cada corpo”, disse.

Casal estava separado

De acordo com a polícia, o casal estava separado há 9 dias. Mas, segundo a família, Dayse e Aderlon já não viviam na mesma casa há cerca de um ano, quando o homem decidiu ir morar na casa da mãe dele.

Em depoimento à TV Paraíba nesta segunda, o irmão de Aderlon contou que o casal se conheceu quando Dayse tinha apenas 15 anos. “Eles foram casados há 21 anos, mas fazia um ano que estavam separados”.

 “Desde que ela deixou ele, ele estava em depressão e não aceitava o fim do relacionamento, acompanhava tudo o que ela publicava nas redes sociais. Na sexta-feira (12), foi o aniversário dela e eu fiquei monitorando ele o dia todo, já imaginado que ele poderia fazer algo contra ela”, disse o irmão de Aderlon.

Mulher fez aniversário na sexta

Dayse Ariceia da Silva Alves completou 40 anos na sexta-feira (12). Amigos e familiares fizeram um aniversário surpresa para ela na manhã desta segunda (15), na Secretaria de Educação do município de Boa Vista, no Cariri paraibano.

A mulher era gerente administrativa da Secretaria de Educação de Boa Vista desde 2015. Segundo o prefeito da cidade, na prática, ela atuava como secretária de educação do município.

Já Aderlon era motorista da prefeitura. O prefeito informou que nesta terça-feira (16) será ponto facultativo para os servidores do município e que decretou luto por três dias.

Investigações da polícia

À princípio, a polícia acredita que Aderlon teria convidado a esposa para comemorar o aniversário dela no motel onde o crime aconteceu. Na manhã desta terça-feira (16), a delegada Nercília Dantas informou que, pelas circunstâncias do crime, o casal teria entrado no local em comum acordo.

 “A gente não tem informações de como ele planejou tudo porque não conseguimos desbloquear o celular dele ainda. Eles foram juntos para o motel no carro dela. No local não havia nenhum sinal de que ela teria entrado forçada”, explicou a delegada.

Ainda conforme Nercília Dantas, na cena do crime tudo estava organizado. “A malinha do trabalho dela estava na cadeira, a bolsa na mesa, os celulares arrumados em outro ponto, então pela forma que o local estava, não tem indícios de que ela entrou lá forçada, entraram em conjunto, mas isso de fato só será comprovado após as investigações serem concluídas”, disse.

Funcionários do motel ouviram disparos

Ainda de acordo com a polícia, o casal deu entrada no motel às 17h30 desta segunda (15). Por volta das 20h, alguns funcionários do local escutaram um barulho como de um tiro. Cerca de uma hora depois, às 21h, quando Aderlon mandou mensagem para o irmão dele, os funcionário ouviram outro disparo.


Com G1 PB

POLÍCIA FEDERAL DEFLAGROU OPERAÇÃO COM O APOIO DO BEPI EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE E PRENDEU OITO ASSALTANTES DE BANCOS.

Um dos presos passou mal e foi socorrido pelo SAMU.

A Polícia Federal com o apoio do BEPI, deflagrou na manhã desta terça-feira (16), em Santa Cruz do Capibaribe a "Operação Burgos", que resultou na apreensão de quatro veículos, duas armas de fogo, sendo uma pistola e um revólver, luvas e tocas-ninja e na prisão de oito pessoas, Claudemar José da Silva, vulgo “Cal”; Roberta Katiuska da Silva Dutra; Edemar José da Silva, vulgo “Dema”; José Ederaldo Araújo Teixeira; Thiago Pereira da Silva; Felipe Graciliano de Lima; Ewerton Paulo da Silva e Lucas Felipe Araújo Barbosa.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Dr. Carlo Marcus Correia, essa quadrilha é chefiada pelo “Cal” que é esposo da Roberta e irmão do “Dema”, todos de Caruaru e os demais integrantes são de outras regiões do Nordeste, Thiago Pereira é do interior da Bahia, Felipe e Ewerton são de João Pessoa na Paraíba e José Ederaldo é de Alagoas e estavam se organizando para sequestrar os familiares do gerente e do tesoureiro da agência do banco Itaú de Santa Cruz do Capibaribe e foram presos hoje cedo quando iriam cometer a empreitada criminosa, o casal Roberta e “Cal” foi preso ao sair de um motel, enquanto que Thiago, “Dema”, Felipe, Ewerton e Lucas foram presos quando deixavam uma casa no bairro Bela Vista, onde estavam homiziados há três meses e o Ederaldo foi preso em Caruaru.

Todos os acusados e o material foram levados para a sede da Polícia Federal em Caruaru, onde serão autuados em flagrante pelos crimes de extorsão mediante sequestro e associação para o crime e serão apresentados na audiência de custódia da justiça federal em Caruaru.

O chefe da quadrilha, “Cal”, já foi preso com o irmão já falecido, “Dó”, que foi assassinado em Caruaru há alguns anos, após cometerem um assalto numa agência na cidade de Chorrochó, no interior da Bahia.



Fonte: Blog do Adielson Galvão

TRAGÉDIA: Marido mata a esposa e depois comete suicídio; na Paraiba

A cidade de Boa Vista, no Cariri da Paraíba, amanheceu de luto. A secretária de Educação Dayse Alves foi assassinada pelo próprio marido dentro de um motel, na BR 104, em Campina Grande. O crime que chocou a cidade aconteceu na noite dessa segunda-feira (15), dia em que a vítima comemorava aniversário.

Após o crime, o acusado Aderlon Bezerra de Souza, de 41 anos, cometeu suicídio.

O motivo do crime ainda não tinha sido revelado, até às 9h da manhã desta terça-feira (16).

Conhecidos do casal usaram as redes sociais para lamentar a tragédia, informando que os dois eram pessoas muito boas e queridas por quem os conheciam e ajudavam muita gente.

A informação das duas mortes foi confirmada pela coordenação do Centro Integrado de Operação (Ciop) da Polícia Militar de Campina Grande.

A equipe do Instituto de Polícia Científica (IPC) esteve no motel, fez a perícia e remoção dos corpos.

Agora a pouco o superintendente da Polícia Civil de Campina Grande, Luciano Soares, confirmou que o suspeito do crime é que o marido da vítima, Aderlon Bezerra de Souza, de 42 anos. Ele estava armado com um revólver e após cometer o homicídio se matou com a mesma arma.

Ainda de acordo com informações da polícia, o aniversário da vítima foi no domingo (14) e o marido dela teria convidado a esposa para comemorar no motel onde aconteceu o crime. O casal deixou duas filhas.

A Polícia Militar e a Polícia Civil estiveram no local e continuam investigando o caso.


Fonte: PB Agora


Leia mais notícias no www.budeganordestina.com, siga nas redes sociais:facebook, veja nossos vídeos no nosso canal no Youtube Tv Budega Nordestina. Envie informações à nossa Redação pelo WhatsApp (81) 9 9428-8603, Curta nossa Pagina no Facebook, Blog Budega Nordestina.

VENDEDOR DE BOLOS É ASSASSINADO EM SÃO CAETANO, NO AGRESTE - PE

Um homem foi assassinado na noite desta segunda-feira (15), na Rua 11 de Setembro, no centro de São Caetano, no Agreste pernambucano.

Fernando Henrique Santos Bezerra, de 27 anos, estava sentado em frente um estabelecimento comercial, quando um homem chegou a pé e efetuou vários disparos de arma de fogo em sua direção, ferido, Fernando não resistiu e morreu antes de receber os primeiros socorros.

O assassino fugiu em um veículo que o aguardava em uma rua próxima, até o momento a autoria e motivação do crime são desconhecidas, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.


Leia mais notícias no www.budeganordestina.com, siga nas redes sociais:facebook, veja nossos vídeos no nosso canal no Youtube Tv Budega Nordestina. Envie informações à nossa Redação pelo WhatsApp (81) 9 9428-8603, Curta nossa Pagina no Facebook, Blog Budega Nordestina.

CIDADE PARAIBANA ESTA ENTRE AS 26 PEQUENAS CIDADES MAIS ENCANTADORAS DO BRASIL

A Revista Bula realizou uma enquete para saber quais são, na opinião dos leitores, os municípios com menos de 50 mil habitantes mais encantadores do país. Entre as 26 cidades do Brasil por Estado está a pequena paraibana chamada Cabaceiras, localizada no Cariri. Entre as capitais que mais atraem visitantes, estão Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis.

O Brasil é um país com grande potencial para o turismo, conforme a revista. Mas existem algumas pequenas cidades que abrigam belezas surpreendentes e também merecem destaque. A cidade com esse perfil mais lembrada em cada Estado brasileiro foi incluída na seleção. Na lista de 26 pequenos municípios, um por Estado, só não entra o Distrito Federal.

Entre as cidades mais votadas, algumas são consideradas patrimônios históricos, como Rio de Contas (BA) e Cidade de Goiás (GO). Outras foram lembradas devido à quantidade de belezas naturais que possuem, como Nobres (MT) e Aiuruoca (MG).

A lista está organizada em ordem alfabética, de acordo com o nome das cidades:

Aiuruoca, Minas Gerais

Alcântara, Maranhão

Antonina, Paraná

Baía Formosa, Rio Grande do Norte

Barcelos, Amazonas

Bonito, Mato Grosso do Sul

Bonito, Pernambuco

Brasiléia, Acre

Cabaceiras, Paraíba

Calçoene, Amapá

Campo Maior, Piauí

Canindé de São Francisco, Sergipe

Cidade de Goiás, Goiás

Domingos Martins, Espírito Santo

Guajará-Mirim, Rondônia

Guaramiranga, Ceará

Natividade, Tocantins

Nobres, Mato Grosso

Nova Petrópolis, Rio Grande do Sul

Óbidos, Pará

Paraty, Rio de Janeiro

Piranhas, Alagoas

Rio de Contas, Bahia

São Luiz do Paraitinga, São Paulo

Treze Tílias, Santa Catarina

Uiramutã, Roraima

Revista – A goiana “Revista Bula” é considerada o maior e mais importante mídia do jornalismo cultural brasileiro e foi criada em 2003 por um grupo de professores, jornalistas, publicitários e escritores. Ela está no seleto grupo dos 100 maiores blogs e portais com foco em jornalismo cultural em todo o mundo, comparando-se em audiência a publicações de grande peso internacional, como “Flavorwire”, “Los Angeles Review of Books”, entre outros. São mais de 3 milhões de usuários únicos mensais, somando dados do portal R7 da rede Record de Televisão.


Com Paraíba Debate

O FIM DA RADIO GLOBO E DA CBN POR ROBSON ALDIR


Por Robson Aldir

Num espaço de 24 horas, recebi mensagens de ouvintes e ex-companheiros de trabalho me relatando novidades que estariam por vir no Sistema Globo de Rádio, empresa onde atuei como produtor, repórter e apresentador por quase 24 anos.

O fim da linha da icônica Rádio Globo está bem próximo. A CBN também vai acabar!

As informações que chegavam davam conta que o fim da linha da icônica Rádio Globo estava próximo, bem próximo. Fiquei sem fôlego na hora, mas a nefasta surpresa não estava terminada e o golpe final surgiu na mensagem seguinte: “A CBN também vai acabar”.

Meio que sem chão, procurei alguns companheiros de luta do rádio para saber da veracidade disso, e para a minha tristeza e decepção, a confirmação veio na noite de sábado, 13 de abril de 2019. O Sistema Globo de Rádio vai encerrar as suas atividades e a famosa data do dia 2 de dezembro de 1944 encontrou o seu epitáfio.

Acionistas do Grupo Globo contrataram uma consultoria européia que recomendou o fim da marca Rádio Globo e as mudanças de rumo da Rádio CBN.

Acionistas do Grupo Globo contrataram uma consultoria européia e o estudo foi entregue durante a semana recomendando o fim da marca Rádio Globo e as mudanças de rumo da Rádio CBN. Os executivos do Grupo Globo, então, decidiram destinar as duas frequências para marcas já consagradas do mercado de TV por assinatura.

A Rádio Globo vai virar Multishow FM e a CBN vai se transformar na Globonews FM. O moderno estúdio de rádio dentro dos Estúdios Globo, antigo PROJAC, será destinado à Multishow FM. A linha de programação não está decidida, mas já se sabe que a frequência vai retransmitir boa parte do conteúdo do canal de TV, e a outra certeza é que a equipe de esportes da rádio, numa época remota considerada um verdadeiro símbolo da rádiodifusão do país e na atualidade apontada como um dos grandes motivos do naufrágio da empresa, está fora.

Com relação a CBN, operação semelhante acontecerá, porém em outro endereço do Rio: o Jardim Botânico. O luxuoso estúdio recentemente inaugurado no novo prédio do Infoglobo, no Centro da Cidade, deixará de existir e a Globonews FM vai concentrar suas operações no famoso endereço da Rua Lopes Quintas, na zona sul carioca.

Desde a minha saída do Sistema Globo de Rádio, em 2015, tenho passado os dias a refletir sobre esse terrível momento que a mídia brasileira vem passando, especialmente o rádio. Tento buscar respostas para o declínio precoce da minha carreira e as terríveis dificuldades de me recolocar no mercado. Jamais busquei externar a reação do público diante da minha saída e de outros consagrados colegas durante esse processo de esvaziamento da emissora, mas o fato é que sou interpelado diariamente nas ruas, nos grupos de amigos, entre familiares e nas redes sociais sobre a minha ausência nesses quase 4 anos. Essa é a constatação que minha atuação foi marcante.

Até tive experiências bem interessantes no período, como por exemplo a minha passagem temporária pela Rádio Tupi e uma experiência bem saborosa pela Rádio SRzd, emissora online aqui no Grupo SRzd. Voltei a ter prazer em fazer rádio, mas a busca por respostas insistia em me inquietar. A verdade é que, com o passar do tempo, a gente tem a oportunidade de olhar para trás e perceber os verdadeiros obstáculos que foram superados no caminhar da vida.

A ciência da História nos revela muito bem esse fenômeno. A gente faz o entendimento de um algum fato histórico quando ele se torna passado. Um caso que é muito citado pelos historiadores é o exemplo da queda do Império Romano. Os primeiro sinais do declínio foram percebidos num determinado momento, a queda se consumou anos depois, e a conclusão foi constatada com o passar dos séculos. A Rádio Globo foi um império. O nosso império do rádio. O palácio mais suntuoso do rádio brasileiro.

Hoje eu não tenho dúvidas, o declínio do Sistema Globo de Rádio começou em 1997 quando a família Marinho e acionistas da empresa decidiram transferir o grupo de mídia de áudio para a estrutura de mídia impressa da então Organizações Globo. Ali começou o fim. Um olhar bem desconfiado, recheado de preconceitos e indiferenças ao rádio, passou a administrar o SGR.

Profissionais com extrema intimidade com o microfone, sedutores do público, que sabiam verbalizar como poucos, começaram a perder espaço para pessoas que nunca conseguiram entender o que é o jogo da sedução tão vital ao veículo.

Pessoas pálidas passaram a frequentar aquela casa e falar naqueles microfones. O V.U.(medidor de volume de som instalado na mesa de áudio) se recusava a eles quase sem modular a qualquer nível de oscilação. Faltava libido naquela relação. A rotina, dia a dia, se transformava numa conjunção mecânica. O fim seria fatal, e foi.

Doutor Roberto Marinho, Valdir Amaral, Jorge Curi, João Saldanha, Mario Vianna, Luiz Mendes, Mário Luiz, Haroldo de Andrade, Luiz de França, Loureiro Neto, Edmo Zafife, Valdir Vieira, João Vita, José Alberto Vicente, Francisco Carioca, os irmãos Raul e Luiz Brunini, Guilherme de Souza, Gilberto Lima, Isaac Zaltman, Sérgio Nogueira, e tantos outros que já partiram, devem estar testemunhando transtornados, onde eles estiverem neste momento, a fúria de Deus.

José Carlos Araújo, Washington Rodrigues, Antônio Carlos, Gilson Ricardo, Gérson Canhotinha de Ouro, Maurício Menezes, o outro Maurício Menezes – o Danadinho, Francisco Barbosa, Alberto Brandão, Elso Venâncio, Antônio Carlos Geron, Zora Yonara, Adelnora Santos, Gélcio Cunha, Ermelinda Rita, João Carlos Viégas, Formiga, Paizinho, Peter, Toninho Bondade, Pinguim, Zé Muvuca, Mário e Paulinho Aguiar, Paulinho Palácio, Anderson Sá, Joãozinho e João Filho, José Mangia, Luiz Nascimento, Cláudio Perrout, Sérgio Américo, João Ferreira, Pierre Carvalho, Ruy Fernando, Paulo Madureira, Sheila Trindade, Joaquim Pereira, Gilson Barcelos, Jaime Gonçalves, Nélson Nóbrega, eu, e tantos outros, estamos munidos de um lenço neste instante. Caiu um cisco em nossos olhos.

Robson Aldir entrou para o Sistema Globo de Rádio como estagiário em outubro de 1991 e foi dispensado da empresa em maio de 2015.


Fonte: Blog do Adriana Roberto

Shareaholic