segunda-feira, 25 de março de 2019

JOVEM É ASSASSINADO DENTRO DE LAVA JATO EM GRAVATÁ - PE

Um crime de morte foi registrado na tarde desta segunda-feira (25) em Gravatá, agreste pernambucano. Um rapaz identificado como José Sterferson dos Santos Silva, conhecido como Juninho, 26 anos, foi morto na Rua Naturalista Farias Neves, bairro Terreno do Banco, zona norte da cidade.

Efetivos da Polícia Militar foram ao local do crime e isolaram a área até a chegada da Polícia Civil. A vítima estava dentro de um estabelecimento comercial especializado em lavagem de veículos e até o fechamento desta reportagem, a dinâmica do crime não havia sido repassada para a imprensa.

ARTESÃOS CONCLUEM CURSO DE ARTESANATO EM COURO EM ÁGUAS BELAS - PE

Foi finalizado na ultima sexta-feira (22) o curso “Artesanato em Couro e Pele”, oferecido pela Prefeitura de Águas Belas, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Indústria e Comércio. Ao todo, 12 artesãos do município aprenderam a produzir bolsas, carteiras, chapéus, cintos e porta moedas em couro. O curso teve duração de uma semana e aconteceu no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Águas Belas.

Nele, os artesãos conheceram todas as etapas que envolvem o processo de produção da confecção em couro, que começa na compra de insumos, passa pelo planejamento e depois vai para a produção. O resultado foi a produção de 60 peças, levadas por eles no final do curso.

O artesão Edson Cavalcante de Melo, o Bigau, de 32 anos, produz selas para cavalos e repassa para o pai vender em feiras aqui na cidade e em município vizinhos. Ele disse que o curso passou uma visão diferente sobre o seu negócio. “Aprendi coisas novas que me mostraram que posso diversificar meus produtos, pois se eu não vender uma sela, posso vender uma bolsa, uma carteira ou um cinto.”

Já a artesã indígena Janeide Pontes, de 28 anos, atua na produção e venda de bolsas de palha de coqueiro. Ela contou que vai adicionar outros tipos de insumos para agregar valor ao seu produto. “Quero colocar alguma coisa de palha nas bolsas para diferenciar”, disse a Janeide, que revelou ter mostrado fotos das bolsas às suas clientes: “as mulheres ficaram doidinhas.”

Usando boné, armação de óculos e pulseira de relógio confeccionados a couro, o instrutor Ivan José Tavares de Melo, de 52 anos, parabenizou a turma pelos trabalhos realizados, mas lembrou que é preciso estar sempre buscando conhecimento. “Os alunos têm que buscar conhecimentos maiores, aprender a confeccionar carteiras diferentes, bolsas diferentes, sempre buscar por coisas diferentes, pois o curso não se resume nisso.”

A secretária de Desenvolvimento da Indústria e Comércio, Thais Alves, ressaltou que agora os alunos precisam colocar em prática tudo que aprenderam. “Foi uma turma muito boa, sempre uns ajudando os outros, mas agora começa uma nova etapa e eu espero que eles comecem a fabricar as peças individualmente, aumentem suas rendas e cresçam.”

Kit básico

O prefeito Luiz Aroldo e o vereador Washington Falcão participaram do encerramento do curso. Eles acompanharam um pouco da produção e apreciaram as confecções feitas pelos alunos.

Em sua fala, o prefeito disse que a prefeitura vai fornecer um kit básico com insumos como forma de incentivo inicial para a produção de materiais em couro para os artesãos produzirem e levarem suas mercadorias para as feiras da região. “A prefeitura se propõe a fornecer um kit básico para que vocês possam se reunir aqui uma vez por semana e produzir e venderem nas feiras”, explanou o Luiz Aroldo, destacando a beleza das confecções.

Shareaholic