sábado, 12 de janeiro de 2019

HOMEM FOI ASSASSINADO NA ZONA RURAL DE AGRESTINA

O primeiro homicídio do ano de 2019 em Agrestina foi registrado na noite deste sábado (12), no Sítio Saquinho, a vítima, José Josimário da Silva, que era conhecido por “Buchudo”, foi atingido por vários disparos de arma de fogo, foi socorrido pelo Samu e levado para o hospital local, onde não resistiu e veio a falecer.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

EMPRESÁRIO ÁLVARO FERNANDES É ASSASSINADO DENTRO DO SEU ESCRITÓRIO EM GARANHUNS

O empresário Álvaro de Souza Fernandes, de 65 anos, foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (11), em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco.

Álvaro, estava em seu escritório na BR-423, em frente a Monte Sinai Veículos, quando um homem até o momento não identificado usando boné, chegou ao local, perguntou por Álvaro e efetuou cerca de quatro disparos que atingiram ele na região da cabeça, Álvaro foi socorrido para a emergência do Hospital Regional Dom Moura mais não resistiu.


Álvaro Fernandes, era proprietário de uma empresa de Terraplanagem que leva seu nome, foi candidato a vereador e a prefeito de Garanhuns em algumas eleições, após o crime o assassino fugiu em um veículo que o aguardava, o corpo foi encaminhado para o Instituo de Medicina Legal (IML) de Caruaru, o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.

Homem é preso suspeito de abusar de menina de nove anos e dar doces na cidade de Boqueirão


Um homem foi preso, nesta sexta-feira (11), suspeito de abusar sexualmente de uma menina de nove anos, em Boqueirão, no Agreste da Paraíba. Ele estava sendo procurado pela Polícia Civil desde 2014, quando a Justiça decretou a prisão preventiva.

Segundo a polícia, o homem conhecia a família da criança e, assim, tinha acesso à residência da suposta vítima. Ele é investigado suspeito de ter abusado da menina entre 2013 e 2014, quando ela tinha nove anos de idade.

O homem teria iludido a menina com doces e pipocas para praticar os abusos. O caso foi denunciado após a criança queixar-se de dor na região genital e revelar as práticas à família.

Shareaholic