domingo, 21 de abril de 2019

Em resposta ao aumento no preço do diesel, caminhoneiros ameaçam greve a partir do dia 29 de abril

Foto: Izaias Rodrigues/Arquivo Liberdade

Com o anúncio de aumento de R$ 0,10 no litro do diesel, caminhoneiros em todo o País se mostram insatisfeitos com a Petrobras e o Governo Bolsonaro. O grupo começa a se organizar nas redes sociais.

Uma paralisação poderá ter início no dia 29 deste mês. No Nordeste, no entanto, lideranças locais não confirmam a adesão ao possível movimento dos caminhoneiros.

A Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam) informou que, apesar do grande número de queixas, ainda não é possível afirmar que a categoria está se organizando para uma nova greve.

A Associação das Seguradoras em Pernambuco disse que ainda não foi informada sobre a movimentação. A entidade acredita que a paralisação deve ocorrer apenas no Sul e no Sudeste.

O trauma com a greve que aconteceu em maio do ano passado é alto, porque atingiu praticamente todos os setores da economia e da sociedade brasileiras. Em Caruaru, faltou combustíveis e setores de alimentação foram prejudicados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic