quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Polícia Civil deflagra cinco operações simultâneas em Pernambuco

Com o objetivo de manter a redução de homicídios em Pernambuco, a Polícia Civil está realizando nesta quinta-feira (27/12), cinco Operações de Repressão Qualificada (ORQ) simultâneas. A mega ação, denominada Pernambuco pela Paz, tem foco nos homicídios e no tráfico de drogas, responsável por mais de 70% das mortes violentas no Estado. O comércio ilegal de armas de fogo também está entre os crimes combatidos nas operações.

No total, estão sendo cumpridos 33 mandados de prisão e 27 mandados de busca e apreensão domiciliar, com a participação 240 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.


das operações – a Miracles II, Golden Ball, Beach e Ália – estão sendo realizadas no Recife e RMR. As ações conjuntas na capital são responsáveis pelo cumprimento de 28 mandados de prisão. Os outros cinco estão sendo executados em Caruaru, no Agreste, na Operação Sprint Final.

Os detalhes da mega ação Pernambuco pela Paz serão detalhados nesta manhã na Chefia de Polícia, localizada na Rua da Aurora, na Boa Vista, Recife.

A Operação Sprint Final, que está sendo deflagrada em Caruaru está sendo presidida pelo delegado da 20ª Delegacia de Homicídios de Caruaru e é a 69ª Operação de Repressão Qualificada no ano, ao todo 70 policiais entre delegados, agentes e escrivães e estão sendo cumpridos cinco mandados de prisões e nome mandados de buscas e apreensões contra pessoas envolvidas com o tráfico e associação para o tráfico de drogas e só amanhã haverá uma coletiva de imprensa em Caruaru, para que as autoridades repassem os nomes dos presos e os detalhes das investigações.

POLÍCIA PRENDE HOMEM APÓS ELE MATAR TIO POR CAUSA DE HERANÇA EM CAPOEIRAS


Um homem matou o tio na tarde desta quarta-feira (26), na Praça Heronides Alves de Siqueira, no município de Capoeiras, no Agreste pernambucano.


Após uma discussão por causa de herança, Janiclei Liborio de Luna, de 31 anos, esfaqueou o tio identificado como Cícero Xavier de Luna, de 55 anos, Cícero foi socorrido com vida para o hospital municipal e morreu pouco tempos depois.


Ao tomar conhecimento do homicídio, o Delegado Paulo Bicalho montou uma operação com a Polícia Militar e conseguiu prender em flagrante o autor do crime que estava escondido na casa onde mora, ele confessou que matou o tio e relvelou que a motivação seria por conta de herança.

Janiclei, foi autuado em flagrante e passará por audiência de custódia, o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

Jovem é assassinado a tiros dentro de casa e irmã baleada morre no hospital em Bonito

Foto: Reprodução/WhatsApp

Dez pessoas foram assassinadas em Pernambuco, nas últimas 24 horas, 3 na Região Metropolitana e 7 no interior. No ano o número de homicídios já chega a 3.995, sendo 1.621 no Grande Recife e 2.374 no interior.

Em Bonito, no Agreste, um adolescente de 16 anos e a irmã dele foram assassinados na noite desta quarta-feira (26). Dois desconhecidos chegaram em uma moto, invadiram a residência e efetuaram vários disparos.

O crime aconteceu no bairro Arlindo Cavalcante. João Pedro da Silva morreu no local e a irmã dele, identificada por Érica, faleceu no hospital da cidade.


Ainda não há informações sobre a motivação do duplo homicídio. Os corpos foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

TRAGÉDIA NO CARIRI: Carro capota, mata três e deixa duas feridas na BR-412;

Uma verdadeira tragédia abalou a população da cidade da Prata e do cariri paraibano na tarde desta quarta-feira (26). Por volta das 15hrs, um grave acidente foi registrado na estrada que liga as cidades de Serra Branca e São João do Cariri, mas precisamente no trecho do sítio Picoito, às margens da BR-412.

Uma família da cidade da Prata seguia para Campina Grande quando em certo trecho, o carro desgovernou e bateu na mureta de uma ponte, capotando e descendo um barranco muito alto.


No veículo estavam cinco mulheres; três delas morreram na hora e duas foram socorridas pelo Samu para o Hospital de Trauma de Campina Grande. As vítimas fatais foram Rita Neri, popularmente conhecida como Dona Ritinha na Prata, sua filha Maria Janete Silva e sua neta identificada como Jamila. Sobreviveram e estão hospitalizadas as irmãs Maria Joselma de Sousa, de 58 anos, e Maria Joselda, de 48 anos de idade.

Segundo a polícia, a principal suspeita do acidente é de que a motorista tenha cochilado ao volante ou o carro tenha apresentado alguma falha mecânica, o que será identificado com a perícia.

A população da Prata e do Cariri ficou chocada com o acidente e muito sentida com a dor da família vitimada.



Fonte: Portal de Olho no Cariri

Shareaholic