quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

FLAGRANTE DE LATROCÍNIO TENTADO, PORTE DE ARMA DE FOGO E TRÁFICO DE DROGAS EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - PE

Fotos: cedidas pela Policia Cilvil 

Na tarde da ultima terça-feira (04) policiais Civis da 21ª DPH, equipe CORE e equipe Malhas da Lei 17ª DESEC, após ações de inteligência e campana, prenderam em flagrante delito, Érica Patrícia da Silva, ela e acusada de ter efetuado um disparo de arma fogo na noite da ultima segunda-feira (03), quando atingiu o capacete de uma vítima e subtraiu uma moto no Bairro Cruz Alta, ela também e acusada de uma tentativa de latrocínio ocorrido a 15 dias atras na Avenida 29 de dezembro também em Santa Cruz do Capibaribe Agreste Pernambucano.

Érica Patrícia da Silva

Durante a captura que ocorreu no Bairro Oscarzão, próximo a um motel na PE-160, em Santa Cruz do Capibaribe. A acusada Érica Patrícia da Silva (idade não revelada) afirmou onde estaria localizado o revólver utilizado nos crimes. A equipe se dirigiu até uma residência, onde encontrou a arma de fogo, juntamente com cerca de aproximadamente 17 gramas de cocaína. Outros suspeitos também capturados no local.


Os envolvidos foram conduzidos para a delegacia de Santa Cruz do Capibaribe para a realização dos procedimentos, onde Viviane Almeida de Lima, Rafael Alves de Moura, Ítalo Gonçalves Timóteo e José Vinícius Gomes Santos, responderão pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Érica e Rafael também responderão por tentativa de homicídio.


Veja a Entrevista o delegado Dr. Bruno Machado.



Redação:

Siga nossa página no Facebook, Youtube e veja nossas matérias, vídeos e fotos. Você também pode enviar informações à Redação pelo WhatsApp (81) 9 9428.8603.

Paraíba: Quatro jovens morrem carbonizados e três ficam feridos em acidente entre carro e caminhão

Quatro jovens morreram e outros três ficaram feridos durante acidente na madrugada desta segunda-feira na BR-361, nas proximidades do Sítio Cedro, zona rural da cidade de Catingueira, no Sertão do estado.

Segundo informações da polícia, os quatro jovens se dirigiam da cidade de Emas até Catingueira. O motorista do veículo, o professor Gilbamar Gomes, mas conhecido como “Gil de Graça”, teria batido de frente com um caminhão ao tentar desviar de um jumento. Com a colisão, o carro se incendiou e todos morreram carbonizados.Curta nossa página e saiba de tudo que acontece na região.


Outros três jovens que vinham logo atrás em duas motos também se acidentaram e foram encaminhados até o Hospital Regional de Patos. Dois deles estavam com fraturas expostas, e passaram por cirurgias. Já o terceiro está em observação. Todos estão fora de perigo.

Morreram no acidente o motorista do veículo e professor Gil Gomes, e os passageiros Eduardo Pereira, Diego David e Cleiton Silva, todos naturais de Catingueira.

Segundo informações do IML, em razão do estado que se encontra os corpos dos jovens, os mesmos só deverão ser liberados no mínimo em dez dias já que estão irreconhecíveis. O IML deverá conhecer material genético das famílias para realização dos exames com o objetivo de identificar as vítimas

A Secretaria de Educação suspendeu as aulas na rede municipal de ensino e a Prefeitura de Catingueira decretou luto oficial por três dias.


Portal do Litoral, com Catingueira Online

Bons Exemplos: Colaboradores do Moda Center falam sobre honestidade

Foto: Reprodução/WhatsApp

Uma Casa Lotérica foi assaltada na tarde desta quarta-feira (05), na cidade de Surubim, Agreste pernambucano. Um homem entrou no estabelecimento armado com uma marreta, quebrou a vidraça do caixa e pegou dinheiro.

Muitos curiosos foram para a frente da lotérica. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu prender o suspeito em flagrante. Ele foi levado para a Delegacia da cidade e será apresentado na audiência de custódia.

Surdo-mudo é preso suspeito de usar bilhete para anunciar assalto

Um surdo-mudo foi preso suspeito de tentar realizar um assalto em um posto de combustíveis usando um bilhete com ameaça. O fato aconteceu em Curitiba, no Paraná, e repercutiu no país pelo fato inusitado da abordagem escrita.

A funcionária abordada se afastou do surdo-mudo e chamou colegas que o renderam. No papel estava escrito a seguinte mensagem: “Fique quieto. Não mexe. Eu tenho uma arma aqui na cintura. Passa o dinheiro rápido. Eu não quero mostrar a arma. Quieto.”

O suspeito não estava armado. Segundo a imprensa do Paraná, ele já tinha realizado três assaltos usando o bilhete e foi necessário um intérprete para a coleta do depoimento do homem na delegacia.

Shareaholic