sexta-feira, 9 de novembro de 2018

SEGUNDO DELEGADOS, MORTOS EM CONFRONTO FORAM DESPIDOS PELA PRÓPRIA POLÍCIA

De acordo com os delegados responsáveis pela Operação Cavalo de Troia, os 11 suspeitos mortos na tarde de quinta-feira (8), na cidade de Santana do Ipanema/AL, foram despidos pela própria polícia. Fábio Costa,Thiago Prado e Cayo Rodrigues receberam a imprensa, na manhã desta sexta-feira (9), para esclarecimentos a respeito da ação.

 “Eles estavam de cueca porque nós despimos os indivíduos após a troca de tiros. Isso é praxe para que, ao fazer o deslocamento dos criminosos, nós possamos saber se não há mais arma escondida, objetos ilícitos ou documentos. É um absurdo pensar que 11 indivíduos estariam de cueca dentro de uma casa”, apontou Fábio Costa.

Segundo a polícia, os suspeitos integravam uma quadrilha de roubo a bancos e teriam começado a ser investigados depois de dois assaltos praticados no interior alagoano, em Cacimbinhas e Igreja Nova, no segundo semestre. As autoridades chegaram até a casa onde eles estavam por meio do setor de inteligência.


 “Fomos com o grupamento aéreo verificar se a informação era precisa e quando chegamos lá, com o barulho do helicóptero, eles notaram que estavam sendo cercados e passaram a atirar. Estavam bem armados, com espingarda, fuzil automático, e também começamos a atirar. A diferença é que somos técnicos e temos estratégia, alinhamento para trabalhar e graças a isso e a Deus fomos vitoriosos no confronto”, disse Cayo Rodrigues.

Fábio Costa também rechaçou a acusação de que a quadrilha estaria dormindo no momento da ação. “A ação se deu por volta das 16h, ou seja, era dia. No Sertão é um sol absurdo a essa hora. Então não há de se falar em hipótese nenhuma que eles estavam dormindo. Eles estavam ariscos, sabiam que a polícia poderia chegar após praticarem uma ação criminosa. Não se pode falar que 11 indivíduos estavam dormindo ao mesmo tempo, às 16h. Não existe isso”.

Já quanto à imagem em que os mortos aparecem amontoados na traseira de uma caminhonete, o delegado explicou que esse era o único veículo à disposição. “Procuramos outros carros para fazer o transporte, mas o que se tinha era aquela caminhonete, que era do bando e foi utilizada em um dos roubos. Percebendo que estavam mortos, colocamos ali para levar ao hospital e de lá acionar o IML”, expôs.

Segundo ele, a polícia ainda não sabe precisar a quantia em dinheiro encontrada na casa. “Em volume, tinha muito. Não sabemos se é muito em valores. Tinha dinheiro amontoado, queimado. Já iniciamos a contabilidade, mas não podemos precisar o valor. Há também muitas munições. No momento, estamos fazendo o trabalho de identificação dos suspeitos, levantando a ficha criminal, e fazendo essa contabilidade”.

Até o momento, três pessoas foram identificadas pelo Instituto de Medicina Legal de Arapiraca. Estão identificados oficialmente Adjane da Silva, de 30 anos, natural de Santana; Evandro de Paula Lima Silva, de 34, de Minador do Negrão (AL); José Feitosa Filho, 30; André de Morais Lima, 30, natural de Serra Talhada (PE); e Carlos Alberto de Lima, 30, de Arapiraca (AL). Todos os corpos foram recolhidos para a instituição. Os delegados apontam que a identidade de alguns já era conhecida por eles serem alvo de investigação.

 “Não se sabe se a casa em que os suspeitos estavam era de propriedade de algum deles ou era alugada. Nenhum documento foi encontrado no imóvel. Sabemos a identidade de alguns porque eles são investigados”, afirma Thiago Prado, que também comandou a ação. “São pessoas presas por roubo a banco que são soltas e voltam a praticar o crime. É o que eles sabem fazer da vida. Inclusive, estavam com explosivo suficiente para explodir três ou quatro bancos”.


(Com informações da Gazetaweb)

Igreja Católica da cidade do Congo é invadida e tem objetos roubados


A Igreja católica da Área Pastoral de SantAna, localizada na cidade do Congo, cariri paraibano, foi alvo dos ladrões provavelmente na noite desta quinta-feira (08). Os ladrões furtaram vários objetos e utensílios de valor da igreja católica.

De acordo com o Secretário Paroquial, José Carlos, os ladrões provavelmente entraram na igreja católica a noite, quando estava sendo realizado um momento de adoração ao santíssimo sacramento. Os ladrões teriam pegado a chave de dentro de uma das portas e se esconderam em algum local, e ao término da adoração e o fechamento da igreja, tiveram tempo hábil, para furtar os objetos da igreja. O furto foi dado conta, quando os funcionários da Igreja notaram na manhã desta sexta-feira(09), a falta dos objetos dentro da igreja católica.

Dentre os objetos roubados foram relatos pela Igreja; 04- conjuntos de ambulas e cálices, 02 Garrafas de vinhos lacradas e uma aberta, 05 Cálices grandes, 03 ambulas grandes ,vários produtos de limpeza, vários alimentos, 01 Mesa de som e dois microfones sem fio, 02 Jogos de luz, 01 DVD e uma caixa de som 01, TV Branco e preto e um aparelho de vídeo cacete e uma naveta de incenso.

O Boletim de ocorrência já feito pela Área Pastoral de SantAna. E ao mesmo tempo, comunica se alguma pessoa souber de alguma informação ou identificar alguns dos objetos roubados, podem entrar em contato com a polícia militar ou com a Igreja.

DELEGACIA DE CALÇADO PRENDE 04 SUSPEITOS POR ENVOLVIMENTO EM HOMICÍDIO NA CIDADE

A Delegacia de Calçado no Agreste de Pernambuco cumpriu quatro Mandados de Prisão Temporária por envolvimento na morte de Gilberto Ferreira de Lima, morto a facadas na noite do dia 23/10/2018, na referida cidade.

As prisões aconteceram na manhã de sexta-feira (9/11), sob comando da Delegada Juliana Bernat com apoio da equipe Malhas da Lei e Delegacia de Lajedo. Segundo a Polícia Civil, os presos foram: Henrique Albuquerque; John Wesley Xavier; Fernando Sales e Samuel Camilo. Eles foram atuados no art. 121, inciso 2º, parágrafos I e IV, do Código Penal Brasileiro.

Os quatro suspeitos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Lajedo/PE, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Shareaholic