quarta-feira, 21 de março de 2018

No Recife, homem é submetido a reimplante das duas mãos após acidente

O paciente, um sul-coreano que sofreu o acidente de trabalho em um navio, passa bem após reimplantar as duas mãos, procedimento inédito no Nordeste

Foto: Divulgação

Um sul-coreano oficial de máquinas que trabalhava em um navio cargueiro recebeu no Recife o reimplante das duas mãos após ter sofrido um acidente no momento em que manuseava um rolo metálico acionado sem querer por um colega de embarcação. Este é o primeiro reimplante bilateral de membros realizado no Nordeste.

O acidente aconteceu no estado do Maranhão na manhã do último sábado (17) e o paciente chegou ao Recife na madrugada do domingo (18), quando foi submetido ao procedimento. O operador de 34 anos Park Suyeong foi operado pelo médico Rui Ferreira, que é especialista em mãos.

O procedimento foi realizado em um hospital particular na Ilha do Leite, na área central do Recife. Foram seis horas de procedimento realizado com sucesso. Dr. Rui detalha a cirurgia e fala sobre a importância dos primeiros cuidados após acidentes envolvendo amputação. “Nós orientamos o acondicionamento dos membros, colocar num saco fechado, não em contato direto com o gelo, o que não foi seguido. Uma das mãos chegou congelada, mas mesmo assim nós tentamos e fizemos o reimplante das duas mãos”, explicou. “Estamos no quarto dia de pós-operatório e as duas mãos estão totalmente viáveis, sem nenhum problema até o momento”, comemorou.

Recuperação

O oficial está em um quarto e passa bem. Ainda não há previsão de alta hospitalar. De acordo com o cirurgião o prazo para recuperação total dos membros é de até dois anos.

O médico da companhia de embarcação que acompanha o paciente e que responsável pelo navio onde estava o oficial não permitiu acesso ao operador.


Fonte: Rádio Jornal Recife

HOMICÍDIO EM SÃO DOMINGOS DISTRITO DO BREJO DA MADRE DE DEUS - PE

O crime foi registrado na noite desta quarta-feira 21 de Março de 2018 na Rua Colômbia, em São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus no agreste pernambucano.

A vítima foi identificada como sendo Alexandre Batista de Lucena, de 33 anos que estava em uma moto YBR de cor preta, segundo informações o assassino estava a pé, e mato ele com arma calibre 12.

Fotos: do Grupo de Whatsapp Giro de Noticia

Falha no disjuntor da subestação de Xingu pode ter causado apagão

A concessionária informou que outros locais também registraram blecaute. Foto: Divulgação

De acordo com a ONS houve um colapso do sistema do Nordeste e parte do Norte do país

Foto: Guga Matos / JC Imagem

Após o apagão que atingiu todo Nordeste e quatro estados do Norte do Brasil nesta quarta-feira (21), o diretor-geral do Operador Nacional de Sistema (ONS) Luiz Eduardo Barata Ferreira, disse em coletiva que houve um “colapso do sistema” e que o blackout foi motivado por uma falha no disjuntor na subestação de Xingu.

Ainda de acordo com a ONS, essa perturbação na estrutura nacional de produção e transmissão de energia elétrica causou o desligamento de aproximadamente 18 mil megawatts, o mesmo que 22,5% da carga total do sistema e com isso, foram atingidas as regiões do Norte e Nordeste do Brasil.

Aos poucos a energia vai sendo restabelecida. Segundo a ONS, 100% da energia restabelecida na região Norte e 60% no Nordeste.

Nota da ONS

Às 15h48 do dia 21/03/2018 ocorreu uma falha de um disjuntor na subestação Xingu, no Pará. Em consequência, houve o desligamento automático de diversas linhas de transmissão em 500 kV, componentes dos troncos de interligação Norte/Nordeste/Centro-Oeste, Tucuruí/Manaus, Tucuruí/Vila do Conde, Elo cc 800 kV Xingu/Estreito e da UTE Belo Monte, entre outros, acarretando uma redução total de carga no SIN, da ordem de 18.000 MW.

Em todas as capitais da Região Norte e Nordeste do país ocorreu interrupção do suprimento de energia elétrica 

A frequência nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste atingiu 58,5 Hz, levando à atuação do Esquema Regional de Alívio de Carga (ERAC) desligando 3.200 MW nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e 1.200 MW na região Sul. As cargas interrompidas nessas regiões foram rapidamente restabelecidas, em cerca de 20 minutos.

Na região Norte, foram desligadas as capitais Manaus, Macapá, Belém, São Luiz e Palmas.

Na usina hidrelétrica de Tucuruí nove unidades geradoras continuaram sincronizadas, atendendo cerca de 500 MW de carga no Pará e Maranhão.

O processo de recomposição do sistema Norte ocorreu da seguinte forma:

Cidade
Início da recomposição Tomada de carga
Macapá
16h59 17h30
Belém 16h21 16h49
São Luiz 16h59 17h10
Palmas
16h58
17h33
Manaus 
16h15
16h44

O processo de recomposição do sistema Nordeste foi mais lento. Às 20h50 esta era a situação da recomposição no Nordeste:
Fortaleza: 65% da carga religada
Teresina: 70% da carga religada
Recife: 80% da carga religada
João Pessoa: 35% da carga religada
Maceió: 40% da carga religada
Salvador: 50% da carga religada
Aracaju: 45% da carga religada
Natal: 55% da carga religada

A carta total recomposta nesse horário era de 5.600MW, o que representa 50% da carga prevista do Nordeste.

O processo de recomposição do Nordeste segue em curso.

A reunião com as empresas envolvidas na análise da perturbação será realizada até a próxima segunda-feira, no ONS, no Rio de Janeiro. 

Novas informações poderão ser disponibilizadas a qualquer momento. 

Assessoria de Imprensa
Operador Nacional do Sistema Elétrico

Polícia investiga fraudes no fornecimento de merenda no Cabo de Santo Agostinho

Segundo delegado, alimentos entregues vinham em menor quantidade e qualidade do que o estabelecido. Polícia apreendeu dinheiro e bens.

Por G1 PE

Polícia investiga desvio de dinheiro na compra de merenda escolar no Grande Recife

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou, nesta quarta-feira (21), a Operação Ratatouille, que investiga fraude no fornecimento de merendas para escolas municipais do Cabo de Santo Agostinho. Segundo a corporação, os alimentos que eram entregues nas escolas vinham em menor quantidade do que o estabelecido no contrato e com qualidade inferior ou até apodrecidos.

Na manhã desta quarta, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, além de três mandados de sequestro de bens móveis no Grande Recife e Mata Sul do estado. Os crimes investigados foram praticados no município do Cabo de Santo Agostinho, durante a gestão do prefeito José Ivaldo Gomes, conhecido como Vado da Farmácia (ex-PSB), entre 2013 e 2016.

Um ex-secretário do Cabo e atual secretário de outro município, além de um vereador em mandato também estariam envolvidos. A polícia não divulgou a identidade dos investigados.

A operação investiga crimes licitatórios, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro. O nome faz referência ao filme Ratatouille, no qual um rato comandava a cozinha. Segundo a corporação, foi escolhido em alusão às precárias condições das cozinhas onde eram preparadas as merendas e aos alimentos apodrecidos que eram fornecidos por uma das empresas investigadas.

As investigações foram presididas pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) e tiveram início há três meses, após a PC ter acesso a um relatório do Tribunal de Contas que constatava o oferecimento de alimentos impróprios para consumo.

 “O relatório tinha ilustrações e estava bastante fundamentado. O que era entregue era inferior em qualidade e em quantidade ao valor pago no contrato”, ressalta o chefe de Polícia Civil, o delegado Joselito do Amaral.

Em nota, o PSB reinterou que Vado da Farmácia não pertence ao Partido Socialista Brasileiro. "O ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho teve a filiação cancelada desde o dia 7 de julho de 2014 e desde então não faz parte do PSB de Pernambuco", apontou.


Caixas de sapato com dinheiro em moedas nacionais e internacionais foram encontradas na casa de um dos investigados da Operação Ratatouille 

(Fotos: Divulgação/Polícia Civil)

Apreensões

Segundo a Polícia, entre os bens apreendidos estão carros, embarcações e documentos. Na casa de um dos empresários investigados, que não teve o nome revelado pela corporação, foram encontradas pelo menos seis caixas de sapato cheias de notas de R$ 50 e R$ 100, além de uma quantia em moeda internacional. A Polícia também não informou o valor total do montante.

 "Foram apreendidos muitos bens, embarcações, carros, documentos. Esse material vai passar por uma triagem, que, possivelmente, vai resultar no pedido de prisão das pessoas investigadas", afirmou Joselito do Amaral.

Os mandados foram cumpridos nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Recife, Jaboatão, e Olinda, na Região Metropolitana, além de Tamandaré, Escada e Sirinhaém, na Mata Sul do estado. Uma equipe de 130 policiais civis participaram da operação, entre delegados, agentes e escrivães.

O G1 tenta localizar o ex-prefeito do Cabo, José Ivaldo Gomes. Mais detalhes da operação devem ser divulgados em coletiva quinta-feira (22).

Veículos e embarcações foram apreendidos na casa do ex-prefeito do Cabo, José Ivaldo - (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Citado em delação

Vado da Farmácia é um dos políticos investigados que consta na lista do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), que reúne políticos com foro privilegiado que são alvos de inquérito.

Segundo o depoimento de dois delatores, Djean Vasconcelos Cruz e Paul Elie Altit, Vado da Farmácia recebeu, em 2012, R$ 150 mil para a campanha eleitoral à Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, município localizado na Região Metropolitana do Recife. As transações teriam sido realizadas a pedido do próprio candidato com objetivo de favorecimento no empreendimento Reserva do Paiva.

Na época, Vado da Farmácia negou ter recebido qualquer recurso de forma ilícita para a campanha eleitoral de 2012. O inquérito segue em andamento, segundo o site do STF.


Shareaholic