sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Polícia Civil prende suspeito de matar vereador no Cariri


O Grupo Tático Especial da 14ªDSPC prendeu na manhã desta quinta-feira (27/12) no Bairro Novo Coqueiral, em Toritama/PE, José Edvaldo Barbosa, o “docha”.

Ele é acusado de ter executado em setembro deste ano, juntamente com um comparsa ainda foragido, o vereador Adelmo Teobaldo de Farias, de Camalaú, no Cariri paraibano. O crime teve bastante repercussão na Paraíba.

A ação de captura foi comandada pelos delegados Gilson Duarte e Paulo Ênio Rabelo. Os assassinos estavam numa moto.

De acordo com informações da seccional, o crime foi praticado a mando de José Paulo Barbosa, o “Zé Paulo”, tio de José Edvaldo. “Zé Paulo” encontra-se foragido. Já José Edvaldo, que já cumpriu pena por tráfico em Pernambuco, negou envolvimento no crime.

A prisão dele ocorreu por força de mandado de prisão temporária expedido pela 1ª Vara da Comarca de Monteiro.

O CRIME
O vereador Adelmo Teobaldo Farias (PRP) foi morto a tiros num sábado, 08 de setembro, por volta do meio-dia.

Ele estava numa moto em uma estrada que dá acesso a o conjunto da Cehap, onde morava, quando dois homens em outra moto se aproximaram e atiraram várias vezes. Três tiros atingiram a cabeça do vereador.

Os moradores do local não souberam explicar quem seriam os suspeitos nem quais os motivos do crime. Ele tinha 60 anos, estava no terceiro mandato e ocupava o cargo de 2º secretário da mesa diretora. A moto utilizada pela dupla foi localizada no sítio “Cangalha”, em Camalaú.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic