segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

EMOÇÃO E HOMENAGENS MARCAM O SEPULTAMENTO DE FOGOIÓ DOS 8 BAIXOS EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - PE


Na tarde deste domingo (23) foi sepultado, no cemitério Pedro Paulo, cemitério novo, o corpo de João Balbino da Silva, de 66 anos ou simplesmente (Fogoió dos 8 baixos).

Fogoió vinha lutando contra um câncer Ele faleceu na noite do ultimo sábado no Hospital da Unimed em Caruaru, onde estava fazendo tratamento médico.

O corpo foi velado, durante todo o dia de ontem, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, onde muitas pessoas passaram para prestar homenagens. O cortejo saiu por volta das 17h, seguindo por ruas e avenidas do município até chegar no cemitério novo.

A chegada do corpo ao cemitério também foi marcada por homenagens, que se seguiram até os últimos momentos do sepultamento.


Artistas de Santa Cruz e de outras cidades da região acompanharam o cortejo. Brincalhão, sorridente e muito querido por todos os santacruzenses, Fogoió foi homenageado em vida no São João 2016, de Santa Cruz do Capibaribe. Fogoió é a "cara" das quadrilhas juninas, de Santa Cruz, fogoió também foi homenageado no São João 2018, da escola estadual Dr. Adilson Bezerra de Sousa, A gestora da escola Dr. Adilson Bezerra, Clarice Grangeiro, lamentou a morte do artista, Fogoió. "Um artista ímpar, que por mais de 40 anos fez a alegria de milhares de pessoas pelo Nordeste, Fogoió, deixa um legado na cultura popular de nossa cidade e região e por que não do nosso Brasil".


O radialista Paulo Viana, também lamentou a morte do amigo e colaborador, Fogoió. "Era um grande representante da nossa cultura, um bom amigo que tive a oportunidade de entrevistá-lo varias vezes".


Sanfoneiros de Santa Cruz do Capibaribe prestam homenagens a Fogoió dos 8 Baixos.



Fogoió tinha várias composições próprias, além de representar maravilhosamente bem, vários tocadores de fole de nomes de expressão no cenário nacional, como: Zé Calixto, Luizinho Calixto, Manoel Maurício, entre outros.


Fogoió era da comunidade de Tabocas, zona rural de Brejo da Madre de Deus, mas era radicalizado em Santa Cruz do Capibaribe, cidade que representava fazendo parte da Orquestra Sanfônica de Oito Baixos, Fogoió deixa um grande legado na cultura do Polo das Confecções, porque o que fazia pela musicalidade nordestina, era com prazer e alegria.

Em versos o poeta Joãozinho Aboiador prestou homenagem a Fogoió dos 8 Baixos.


Quer receber notícias diariamente? Curta a nossa página no Facebook Blog Budega Nordestina e nossa Canal do Youtube TV Budega Nordestina.

Redação: Zap 81 9 9428-8603

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic