domingo, 5 de agosto de 2018

Projeto da UFCG em Sumé incentiva artesanato com barro de Serra Branca

O Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da Universidade Federal de Campina Grande teve um projeto aprovado no “Programa de Projetos de Extensão Tecnológica e Cultural para Apoio à Agricultura Familiar no Semiárido Paraibano” da UFCG, através do Programa de Estudos e Ações para o Semiárido (PEASA), em parceria com a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB) e o Instituto Nacional do Semiárido (INSA).

O projeto “Arte com terra, incentivo e valorização da louça de barro”, coordenado pela professora Adriana de Fátima Meira Vital, foi aprovado com a maior nota, concorrendo na linha temática “Estratégias de Incentivo à Disponibilização e Apropriação de Conhecimento de Impacto Comunitário”.

 “A proposta do projeto está dentro das ações da Educação em Solos e Etnopedologia. O objetivo é incentivar o artesanato com barro para dar mais visibilidade ao trabalho das loiceiras da Comunidade Ligeiro de Baixo, no município de Serra Branca-PB, estimulando o conhecimento e a confecção das peças de barro com as pessoas da localidade e agregando valor às peças pelo uso da tinta de terra (a geotinta)”, disse a professora. “A ideia é aprimorar a cadeia produtiva do artesanato”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic