sábado, 14 de abril de 2018

Estados Unidos, França e Reino Unido bombardeiam a Síria

De acordo com Trump, os objetivos da ofensiva são as “capacidades de armamento químico” de Assad. Foto: Mandel Ngan / AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que os ataques conjuntos com o Reino Unido e França, contra o governo de Bashar AL Assad do estão em andamentos. De acordo com ele, os objetivos da ofensiva são as “capacidades de armamento químico” de Assad, a quem acusa de ter efetuado um ataque químico na cidade de Duma.

Na tarde desta sexta-feira (13) o presidente dos Estados Unidos se reuniu com a equipe de Segurança Nacional e anunciou que decidiu lançar ataques de precisão contra o regime do sírio.

Estados Unidos, França e Reino Unido, respondem ao suposto ataque químico ocorrido no sábado passado na cidade de Duma e culpam o governo sírio. A Síria juntamente com a Rússia, sua aliada na guerra, negam que tenham usado armas químicas.

A Síria contatou a Organizações das Nações Unidas (ONU) que caso fosse atacada, não teria outra escolha a não ser se defender.

ATAQUE EM DUMA

A cidade Duma fica na região de Guta Oriental, onde o governo sírio promove uma ofensiva para retomar o controle das mãos dos rebeldes, desde o mês de fevereiro. O ataque no qual um gás tóxico teria sido utilizado, aconteceu no sábado e deixou vários mortos e feridos. A acusação do suposto ataque partiu do grupo rebelde sírio Jaish AL Islam. Eles acusam o regime de Assad de lança um barril de bombas com substância químicas conta os civis.


Fonte: Rádio Jornal do Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário

</