quarta-feira, 28 de março de 2018

Polícia Federal em PE realiza maior apreensão de haxixe no Estado

Ao todo, a Polícia Federal em Pernambuco realizou a apreensão de 70 quilos de haxixe com três paranaenses

Foto: Divulgação/ Polícia Federal

A Polícia Federal em Pernambuco realizou a maior apreensão de haxixe já registrada na história da Instituição no Estado. Ao todo, foram apreendidos 70 quilos da droga durante uma fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico de drogas no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife.

Com a droga, que foi encontrada nesta terça-feira (27), a polícia prendeu Rogério Perez Gonçalves, de 30 anos, Simone Amaral Dos Santos, de 40 anos, e Ricardo Barbosa Lima, 33. Os três são naturais do Paraná e não possuíam antecedentes criminais.

Parte do haxixe foi encontrado dentro de malas e foi detectado após as bagagens de Simone e Rogério passarem pelo aparelho de raio-x no desembarque do aeroporto no Recife. A droga estava distribuída em 20 tabletes e pesava 21 quilos.

Ao ser descoberta a droga nas bagagens dos dois suspeitos também foi realizada a detenção do terceiro suspeito, Ricardo, que estava dirigindo um veículo Chevrolet Cobalt de uma empresa de locação. Ao chegar na casa de Ricardo, em Pau Amarelo-Paulista, Paulista, na Região Metropolitana do Recife, a Polícia Federal realizou uma buscas minuciosa em duas bolsas de viagem e encontrou mais 46 tabletes de haxixe com peso bruto de aproximadamente 48,8Kg.

O trio foi preso em flagrante por tráfico interestadual de entorpecentes e associação para o tráfico. Caso sejam condenadas, eles podem pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão. Eles passam por audiência de custódia nesta quarta-feira (28). 

Materiais apreendidos

Além da droga e do veículo também foram apreendidos cartões de embarque, três aparelhos celulares, além da quantia de R$ 4.500. Durante os interrogatórios os presos não deram maiores detalhes sobre a identidade da pessoa que aliciou o trio para pegar a droga no Recife. O haxixe seria entregue no Rio de Janeiro. Quando a droga fosse entregue em seu destino final ambos ganhariam entre R$ 1.500 e R$ 2.000.


Fonte: Rádio Jornal do Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic