segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

VOCÊ SE LEMBRA = ESTUDANTES MARCHAM PELAS RUAS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE PEDINDO PAZ

Protesto conjunto foi um ato em homenagem ao adolescente Jeová Justino morto no último sábado em decorrência de um assalto.

Fotos: Bruno Muniz

Por volta das 9h da manhã desta sexta-feira (26), de fevereiro de 2016, Estudantes de pelo menos duas escolas estiveram marchando pelas principais ruas e avenidas de Santa Cruz do Capibaribe em um ato solidário. O movimento foi um protesto pedindo paz e também uma homenagem ao garoto Jeová Justino, de 15 anos.

Jeová morreu no último sábado (20) de fevereiro de 2016, após ser atingido com um golpe de faca durante um assalto - relembre o caso. Nesta ocasião, pais, professores e simpatizantes do movimento também estiveram participando da caminhada.

Com cartazes e faixas, os estudantes da Escola Malaquias Cardoso (onde Jeová estudava) e parte do alunado da Escola de Referência Luiz Alves percorreram um perímetro do Centro estabelecido pelos educadores das instituições de ensino.

A todo instante os alunos exibiam pinturas em seus corpos com um claro apelo de paz e intolerância para com a violência.

Já próximo ao final do percurso, os alunos se reuniram de mãos dadas em um grande circulo onde fizeram um minuto de silêncio e também uma oração.

O momento foi de grande comoção entre todos, já que a mãe do adolescente homenageado encontrava-se no local e se comoveu com o ato. Minutos após a senhora acabou passando mal e necessitou ser amparada por populares.

Com locução do professor Romenyck Stiffen, um veículo de som automotivo acompanhou o percurso, na ocasião eram ditas palavras de homenagem ao adolescente Jeová e também falas em tom de cobrança para uma segurança mais eficaz.

No encerramento da caminhada os estudantes colaram os cartazes e faixas em um dos muros da escola, caracterizando assim o ato final do protesto.


 ''Esses cartazes colados na parede mostram que nossa indignação não fica apenas dentro das quatro paredes da escola, vamos mostrar para todos que o nosso sentimento ultrapassa os muros'', encerrava Romenyck.

Durante todo o evento popular Agentes de Trânsito faziam o controle do tráfego para um fluxo normal dos veículos.



Fonte: Blog do Bruno Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic