quinta-feira, 18 de maio de 2017

Taquaritinga: Alunos e professores realizam caminhada pelo Combate ao Abuso Sexual Infantil


Com o objetivo de alertar a sociedade para o combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, foi realizada uma caminhada pelas ruas do Distrito de Pão de Açúcar (Taquaritinga do Norte), na tarde dessa quinta-feira (18).

Participaram do evento alunos das Escola Municipal Professora Gilzenete Guerra e da Escola Cecilia Meirelles, colaboradores do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) de Pão de Açúcar, Conselho Tutelar, professores e diretores das entidades de ensino.

A iniciativa foi da Secretaria de Ação Social, Desenvolvimento e Trabalho do município.

O dia 18 de Maio é data instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000.

Edson Fachin acata pedido para investigar presidente Michel Temer

Foto: Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) relator da Operação Lava Jato, Edson Fachin, acatou o pedido do Procurador Geral da República e agora passa a investigar o presidente Michel Temer.
Ele é acusado de obstrução de justiça e de usar o cargo de presidente da República para cometer crimes.

No entanto, o presidente Michel Temer só pode ser investigado com a autorização da maioria dos ministros do STF, mas o processo já foi aberto e ele vai ter que se defender até desse pedido que foi acatado por Fachin.

No início da noite desta quarta-feira (17), o jornal O Globo publicou reportagem, segundo a qual, em encontro gravado em áudio pelo empresário Joesley Batista, Temer teria sugerido que se mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e ao doleiro Lúcio Funaro para que esses ficassem em silêncio. Batista, conforme a reportagem, firmou delação
premiada com o Ministério Público Federal (MPF) e entregou gravações sobre as denúncias.

Foto: Agência Brasil

No Palácio do Planalto, havia uma expectativa de militantes contrários ao presidente, mas até agora não aconteceu.
Afastamento do PSDB

Dentro do Congresso Nacional, tem o embate dentro do próprio PSDB.
O partido decidiu acatar o afastamento do presidente nacional da legenda, o senador Aécio Neves, e já elegeu o novo presidente da sigla: o deputado Carlos Sampaio.

O deputado Carlos Sampaio é promotor de Justiça licenciado, está no quinto mandato, foi relator de várias CPIs e liderou o partido.

Impeachment

O presidente Michel Temer continua reunido desde às 11h com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, responsável por acatar ou não um pedido de impeachment.

Nesta quarta-feira (17), foi formulado um pedido de impeachment apresentado pelo deputado Alessandro Molon (Rede). Outras legendas estão protocolando outros pedidos, nesta quinta-feira (18).

Há uma informação, não confirmada pela assessoria de comunicação do Palácio do Planalto, de que o presidente Michel Temer faria um pronunciamento às 16h para se defender.
Ele já emitiu duas notas negando envolvimento no esquema de corrupção delatado pelos diretores do grupo JBS.

Procurador preso

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, emitiu uma nota nesta quinta-feira lamentando a prisão do Procurador da Justiça Eleitoral.

Para Janot, a prisão de procurador é um "gesto amargo para nossa instituição", disse se referindo a uma prisão que foi realizada em Brasília na sede do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), quando foi preso o procurador Ângelo Goular Villela.

Confira a nota do procurador:

Prezados colegas,

Foi deflagrada nesta quinta-feira, 18 de maio, mais uma fase do caso Lava Jato, especificamente a partir de investigações que correm perante o Supremo Tribunal Federal. O sucesso desta etapa, contudo, tem um gosto amargo para a nossa Instituição.

Há três anos, revelou-se um esquema criminoso que estarrece os brasileiros. As investigações realizadas pelo Ministério Público Federal e outros órgãos públicos atingiram diversos níveis dos Poderes da República em vários Estados da Federação e, aquilo que, até então, estava restrito aos círculos da política e da economia, acabou chegando à nossa Instituição.

Exercer o cargo de Procurador-Geral da República impõe, não poucas vezes, a tomada de decisões difíceis. Nesses momentos, o único caminho seguro a seguir é o cumprimento irrestrito da Constituição, das leis e dos deveres institucionais. Não há outra forma legítima de ser Ministério Público.

A meu pedido, o ministro Edson Fachin determinou a prisão preventiva do procurador da República Ângelo Goulart Villela e do advogado Willer Tomaz. A medida está embasada em robusta documentação, coletada por meio de ação controlada. As prisões preventivas de ambos foram por mim pedidas com o objetivo de interromper suas atividades ilícitas. No que diz respeito ao procurador da República, o mandado de prisão expedido pelo STF foi executado por dois procuradores regionais da República com o auxílio da Polícia Federal. Também foram realizadas buscas e apreensões em seus endereços residenciais e funcionais. Foi pedido ainda o afastamento do procurador de suas funções no Ministério Público Federal. Determinei também sua exoneração da função de assessor da Procuradoria-Geral Eleitoral junto ao TSE e revoguei sua designação para atuar na força-tarefa do caso Greenfield.

O membro e o citado advogado são investigados por tentativa de interferir nas investigações da referida operação, que envolve o Grupo J&F, e de atrapalhar o processo de negociação de acordo de colaboração premiada de Joesley Batista.

A responsabilidade criminal do procurador e dos demais suspeitos atingidos pela operação de hoje será demonstrada no curso do processo perante os juízos competentes, asseguradas todas as garantias constitucionais e legais.

Como Procurador-Geral da República, cumpri meu dever institucional e adotei as medidas que a Constituição e as leis me impunham.

Sigamos confiando nas instituições republicanas.
Rodrigo Janot

"Não renunciarei. Sei da correção dos meus atos", afirma Michel Temer

Foto: Agência Brasil

Após um dia de expectativa, o presidente Michel Temer se pronunciou na tarde desta quinta-feira (18) negando as acusações e afirmando que não renunciará.

"No Supremo demonstrarei não ter nenhum envolvimento com esses fatos. Não renunciarei. Sei o que fiz e sei da correção dos meus atos", afirmou o presidente.

Em resposta à denúncia de que teria autorizado o pagamento de propina para que o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, permanecesse calado, Michel Temer foi enfático. "Em nenhum momento autorizei que pagasse, a quem quer que seja, para ficar calado. Não comprei o silêncio de ninguém", disse.

Michel Temer ainda criticou a suposta gravação do seu encontro com um dos diretores da JBS, Joesley Batista."A revelação de conversa gravada clandestinamente trouxe de volta o fantasma de crise política ainda não dimensionada", criticou.

Polícia prende suspeito de matar idoso na região das Serras de Serra Branca


A Delegacia de Serra Branca prendeu nesta quinta-feira (18) o homem acusado de assassinar o idoso Genival Alves Nicolau, morador do sítio Angico de Baixo, zona rural de Serra Branca. Seu Genival foi assassinado no último dia 17 de março, vítimas de vários golpes de faca.

Segundo informações o acusado do crime, que inclusive confessou a autoria, é Manuel Edivânio Santos da Silva, de 37 anos, natural de São João do Tigre, mas que morava em Sumé há um bom tempo.

De acordo com a investigação comandada pelo delegado Dr. Edson Vasconcelos e sua equipe de agentes, Manoel Edivânio estava há alguns meses morando no sítio Angico e trabalhando por lá, com comportamento suspeito. Ele conhecia seu Genival e sabia que ele sempre deixava as portas de sua casa abertas, aproveitou e foi fazer um furto.

Lá chegando acabou por se deparar com Genival e com medo de ser atacado pelo mesmo entrou em luta corporal com a vítima e a matou com golpes de peixeira.

O suspeito disse em depoimento à polícia que ainda revirou a casa em busca de dinheiro, mas que só encontrou R$20,00 e fugiu. O crime está, portanto, configurado como um latrocínio e o acusado que já foi preso outra vez voltou para a cadeia, estando recolhido em Serra Branca.

Programação completa do São João 2017 de Caruaru é divulgada; confira

Por G1 Caruaru


Shows serão realizados de 3 a 29 e junho no Pátio do Forró (Foto: Divulgação/Ederson Lima )

A programação do São João 2017 de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi divulgada nea ultima segunda-feira (15). Com o tema "Onde a tradição faz par com o novo", as festividades serão iniciadas no dia 3 de junho e seguirão até 29 do mesmo mês. A abertura será realizada no Parque de Eventos Luiz Lua Gonzaga com shows da Orquestra de Pífanos de Caruaru Maestro Mozart, Fulô de Mandacaru, Alcymar Monteiro e Elba Ramalho.


Petrúcio Amorim, DJ Alok, Gusttavo Lima, Dorgival Dantas, Matheus e Kauan, Aviões, Bruno e Marrone e Bell Marques também fazem parte da lista de atrações do festejo junino.


Gusttavo Lima se apresenta no dia 23 de junho (Foto: Érico Andrade/G1)

No Polo Azulão, localizado na Avenida Rui Barbosa, destinado ao som alternativo do São João, se apresentam Lenine, Almério, Eddie, Chico César e Siba, Devotos, Junio Barreto, Rosário Apressado e Riá Oliveira.

Serão homenageados o jornalista e escritor José Condé e o artista plástico Gineton Magalhães (em memória), a cantora Joana Angélica e a atriz e diretora Arary Marrocos.

Confira a programação do Parque de Eventos Luiz Lua Gonzaga:

Sábado - 3 de junho
Orquestra de Pífanos de Caruaru Maestro Mozart Vieira, Fulô de Mandacaru, Alcymar Monteiro e Elba Ramalho


Domingo - 4 de junho
Joana Angélica, Saia Rodada, Jorge de Altinho e Aviões


Sexta-feira - 9 de junho
Didi Caruaru, Trio Nordestino, Cavaleiros do Forró e Dorgival Dantas


Sábado - 10 de junho
Israel Filho, Elifas Junior, Gabriel Diniz e Bell Marques


Domingo - 11 de junho
Batista Lima, Flávio Leandro, Luan Estilizado e Magníficos


Dupla Bruno e Marrone é uma das atrações do São João (Foto: Divulgação/Marcos Hermes)


Segunda-feira - 12 de junho
Totonho, Wallas Arraes, Sirano e Sirino e Flávio José


Quinta-feira - 15 de junho
Programação católica - Corpus Christi


Sexta-feira - 16 de junho
Assisão, Adelmário Coelho, Geraldinho Lins e Pedrinho Pegação


Sábado - 17 de junho
Caru Forró, Benil, Israel Novaes


Domingo - 18 de junho
Novinho da Paraíba, Silvério Pessoa, Nando Cordel e Gatinha Manhosa


Quinta-feira - 22 de junho
Mestrinho, John Geração, Azulão e Márcia Felipe


Sexta-feira - 23 de junho
Gusttavo Lima, Fim de Feira, Maciel Melo e Brasas do Forró


Sábado - 24 de junho
Walmir Silva, DJ Alok, Petrúcio Amorim e Lucy Alves


Alok é uma das atrações do São João de Caruaru (Foto: Érico Andrade/G1)


Domingo - 25 de junho
Josildo Sá, Lucas Costa, Forró das Antigas e Bruno e Marrone


Quarta-feira - 28 de junho
Lia de Carvalho, Arreio de Ouro, Matheus e Kauan e Vumbora


Quinta-feira - 29 de junho
Amigos Sertanejos, Simone e Simaria, Mano Walter e Alceu Valença

Shareaholic