sábado, 21 de janeiro de 2017

Rebelião em Santa Cruz do Capibaribe deixa um morto e 13 feridos


A Polícia Militar de Pernambuco controlou um rebelião que aconteceu na manhã deste sábado (21) dentro da unidade prisional da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, no agreste do estado. A Secretaria de Ressocialização (Seres) confirmou a morte de um preso. Outros 13 ficaram feridos, entre esses uma policial, e três conseguiram fugir. Eles ainda não foram identificados. O tumulto teria começado com uma briga entre os detentos.


SUPERLOTAÇÃO

O presídio de Santa Cruz do Capibaribe tem capacidade para abrigar 186 detentos, mas está superlotada e conta com uma população carcerária de 455 pessoas. Esta é a primeira rebelião em presidios de Pernambuco este ano. O secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco,












O blog do Ney lima fez ar cobertura em tempo real veja.

Rebelião deixa 13 feridos e um morto no Presídio de Santa Cruz



Texto: Redação G1
Fotos: Ney Lima, Gilson Fernandes, Fernando Lagosta. e Thonny Hill




Cinegrafista: Alex Lima

Um grupo de dententos iniciou uma rebelião na manhã deste sábado (21) no presídio de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco. A informação foi confirmada pela Polícia Militar. Treze presos ficaram feridos e um morreu, de acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres).

Três presos conseguiram fugir, segundo a assessoria da Seres. Uma sindicância será aberta pelo governo do estado para investigar o caso.

A polícia ainda não sabe informar a causa da rebelião e disse que o motim já foi controlado. Parentes de presos fecharam parte da PE-160 em protesto. Os familiares estão na frente da unidade prisional aguardando informações sobre os detentos.

O presídio estava com 447 presos e a capacidade é para 186, segundo o Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário (Sindasp). Três agentes penitenciários estavam de plantão e a rebelião aconteceu no pavilhão, conforme o presidente do Sindasp, João Carvalho.

Inaugurado em 2015

O presídio foi inaugurado em 10 de julho de 2015. A unidade conta com 22 celas com capacidade total para acolher 186 reeducandos. O presídio fica no quilômetro 14 da PE-60 e ocupa uma área de 8.000m², sendo 1.473m² de área construída.

Identificado detento que morreu na rebelião do presídio de Santa Cruz


Foto: Gilson Fernandes – arquivo

O Blog do Ney Lima obteve a identificação do preso que morreu durante a rebelião ocorrida na manhã deste sábado (21). A informação ainda não é oficial, mas foi obtida através de um agente penitenciário que já repassou os dados para familiares.

O nome do detento que morreu na rebelião é Bruno Leonardo santos Ferreira de 21 anos, ele residia em São Domingos e foi preso em abril de 2016 acusado de roubo de uma moto.

“Não tem nada a ver com o cenário nacional” – diz Secretário Estadual com rebelião em presídio de Santa Cruz

Foto: Gilson Fernandes

Em entrevista concedida ao Blog, o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico (foto), falou sobre a rebelião em Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com ele, não houve danos graves dentro da unidade prisional.

“Não houve danos, mas apenas algumas grades quebradas. Me reuni com presos dos dois pavilhões, falei com todos, estabelecemos a necessidade de calma e vamos tratar de resolver” – disse.

Segundo o mesmo, será aberto uma sindicância do sistema penitenciário e um inquérito criminal para apurar os fatos da rebelião.

Segundo o mesmo, a rebelião de Santa Cruz foi uma situação isolada e “não tem nada a ver com o cenário nacional”. O mesmo ainda citou que as visitas serão normalizadas já neste domingo.

Até o momento, a identidade do preso morto também não foi revelada. O secretário citou que não haverá transferências de detentos para outra unidades prisionais.

Novos nomes de detentos feridos em rebelião no presídio de Santa Cruz é revelada

Foto: Gilson Fernandes


O blog obteve novas informações quanto a relação com nome de detentos que foram feridos na rebelião em presídio de Santa Cruz.

A nova lista contém nove nomes de 13 detentos que foram feridos também durante o confronto com a polícia, assim como local de alguns dos ferimentos.

O quadro de saúde até então dos mesmos não foi informado. Todos foram levados a UPA 24h do município.

.
Confira os nomes:

– Jonatas Antônio da Silva (ferido na perna)

– Sivonaldo Marculino da Silva (Ferido na coxa)

– Gleyson Rafael dos Santos Silva (ferido na mão direita)

– Danilo Ronne Silvestre (ferido na coxa)

– Natanael Gomes da Silva (ferido no antebraço)

– Cicero José da Silva (ferido de raspão no antebraço)

– Felipe Rafael Cabral (ferido no pé)

– Irani da Silva (ferido na perna)

– Fábio José Vieira (ferido na perna)

Rebelião pode ter sido desencadeada após confusão durante apreensão de faca dentro de cela, afirma policial militar

Fotos: Gilson Fernandes


Segue controlada a situação de rebelião no presídio de Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com informações fornecidas pelo Secretário Executivo Municipal de Defesa Social, Sargento Junior, que também é policial militar, a rebelião teria começado por volta das 5h no Pavilhão A do presídio.

Segundo ele, a rebelião foi desencadeada após uma discussão relacionada a apreensão de uma faca feita por um dos agentes penitenciários, onde presos teriam reagido e outros também para ajudar na apreensão da arma.

Ainda de acordo com Junior, o ápice da rebelião se deu as 9h quando foi registrado o incêndio em colchões, onde o corpo de bombeiros foi acionado. Viaturas da polícia militar também foram acionadas, sendo que, após o controle da situação de crise, 13 detentos ficaram feridos e um morto, sendo os feridos levados para a UPA 24h do município. Não se sabe até o momento o estado de saúde dos presos.

“Foram essas as informações que temos sobre essa rebelião, mas está tudo sob controle” – disse.

Familiares alegam superlotação da unidade como causa para rebelião

De acordo com familiares dos detentos, a superlotação da unidade é um dos motivos para a rebelião. De acordo com uma dessas mulheres, uma cela que cabe 9 a 10 detentos possuem 25.

O presídio, que tem capacidade para 186 detentos, está superlotado. A quantidade oficial de presos ainda não foi divulgada, mas estima-se que o local tenha mais de 400 detentos.


Plantão – Secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco chega ao presídio de Santa Cruz
Fotos: Gilson Fernandes

Se encontra na unidade prisional de Santa Cruz do Capibaribe, o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Estado, Pedro Eurico.

De acordo com as informações obtidas por nossa equipe, o secretario está em reunião com o diretor da unidade prisional. A rebelião segue controlada e, segundo fontes oficiais, são 13 feridos e um detento morto.

Peritos da Polícia Civil também estão na unidade prisional. A PE-160 já foi liberada nos dois sentidos, porém o fluxo é lento na área do presídio. Familiares de detentos também estão no local aguardando mais informações.

A motivação da rebelião segue desconhecida, mas se sabe que o presídio, que tem capacidade para 186 detentos, encontra-se superlotado. Veja mais algumas imagens de momentos da rebelião, antes dela ser controlada:

Presos feridos em rebelião começam a dar entrada na UPA em Santa Cruz




Começaram a chegar os feridos na rebelião do presídio de Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com informações da secretaria de Defesa Social do município, até o momento são nove detentos que deram entrada na UPA.

A rebelião segue controlada. Em breve, maiores informações.






Rebelião no presídio de Santa Cruz está controlada, afirma a PM

Foto: Ney Lima


O presídio de Santa Cruz do Capibaribe registra na manhã deste sábado (21) uma intensa rebelião. Nossa equipe está no local e conversou com o Tenete Olivaldo, da Polícia Militar. De acordo com o tenente, neste momento a situação está controlada.

Com uso de um drone registramos imagens do interior do presídio. Os detentos estão no pátio e é possível observar agentes do teto do presídio.

Do lado de fora parentes buscam informações, alguns chagaram a fazer um protesto e fecharam por alguns minutos a PE-160 nos dois sentidos.

Rebelião acontece no presídio de Santa Cruz do Capibaribe
Na manhã deste sábado (21) o presídio de Santa Cruz do Capibaribe enfrenta sua primeira rebelião.

Existe informações de feridos. A polícia ainda não confirmou mortes. A unidade prisional também passa por problemas de superlotação.

Nossa equipe se dirige a unidade. Ambulâncias do Samu estão no local e familiares das vítimas procuram informações dos detentos.

APÓS UMA SEMANA EM LIBERDADE, EX-PRESIDIÁRIO É EXECUTADO EM SIRINHAÉM/PE

Um homem de 24 anos que era ex-presidiário e morava no bairro Oiteiro do Livramento em Sirinhaém, na Mata Sul de Pernambuco, foi assassinado com golpes de arma branca. De acordo com a Polícia Militar, o corpo do José Roberto da Silva foi encontrado por volta de 01h30m do sábado (21), na Rua Luiz Nery, bairro do Cavaco – Sirinhaém/PE.

Testemunhas informaram ao policiamento que a vítima havia saído do presídio de Palmares acerca de uma semana. Ninguém daquela localidade soube informara o que aconteceu para que a vítima fosse assassinada.

Diante da escassez de informações sobre o crime, o efetivo da Polícia Civil foi acionado e após levantamento do local do crime o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), na capital Recife.

HOMICIDIO EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - PE


Na manhã deste sábado dia 21 de janeiro de 2017 foi registrado mais um homicídio em Santa Cruz do Capibaribe no agreste Pernambucano o crime aconteceu no bairro Dona Dom a vítima foi Elinando Vieira da Silva de 46 anos,  residente no bairro Dona Dom em Santa Cruz do Capibaribe agreste Pernambucano ,o mesmo foi alvejado por disparo de arma de fogo e morreu no local.

LBV promove campanha para melhoria da Educação


Iniciativa beneficiará crianças e adolescentes de famílias de baixa renda

“Educação de Qualidade” é um dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que compõem a agenda mundial adotada em 2015, durante reunião de cúpula das Nações Unidas, e que devem ser cumpridas até 2030. O Brasil avançou no acesso à Educação, porém há muito a se fazer ainda. Todos os esforços devem ser empreendidos para o combate ao analfabetismo e a redução dos índices de reprovação e de abandono escolar.

Pela melhoria da Educação

A Legião da Boa Vontade acredita que a educação iluminada por valores éticos, espirituais e ecumênicos transforma o ser humano para melhor, por isso, há mais de 67 anos, ela atua ao lado das populações em situação de vulnerabilidade social. Por meio de suas escolas, Centros Comunitários de Assistência Social e campanhas oferece o apoio necessário às famílias para que os filhos tenham acesso garantido à Educação. 

Uma das iniciativas da LBV é a campanha Criança Nota 10 — Proteger a infância é acreditar no futuro, que consiste em mobilizar a sociedade e os meios de comunicação a fortalecer o protagonismo infanto-juvenil, garantindo, assim, a proteção dos direitos de crianças e adolescentes.

A campanha entregará kits de material pedagógico a alunos da rede de escolas da Legião da Boa Vontade e a crianças e adolescentes (6 a 17 anos) que participam de programas socioassistenciais promovidos nos Centros Comunitários da Instituição, além de estudantes amparados por organizações parceiras da LBV.

Os recursos obtidos também nesta ação solidária contribuirão para a manutenção das atividades promovidas ao longo do ano pela LBV, em favor desses públicos, por meio do oferecimento de alimentação, atividades artísticas, culturais, esportivas, recreativas, lúdicas, além do acompanhamento social, incentivando-os a aprender mais e desenvolver habilidades, longe dos perigos das ruas ou do isolamento.

Mais de 17 mil kits serão entregues, além de 30 mil conjuntos de uniformes. A ajuda serve de motivação para a continuidade dos estudos, além de representar um importante apoio aos pais e/ou responsáveis que não têm recursos para adquirir o material escolar. Os kits são compostos de acordo com a faixa etária dos estudantes e contém itens, a exemplo de: estojo, lápis preto e de cor, canetas, apontador, borrachas, tesoura, tubos de cola, tinta guache, cadernos, mochila, régua, entre outros.

Colabore:

Acesse o site
www.lbv.org ou ligue 0800 055 50 99 e faça a sua doação. Acompanhe, siga, curta e compartilhe as ações da LBV nas redes sociais: Facebook (LBVBrasil), YouTube (LBVBrasil) e Instagram (LBVBrasil).

Justiça condena acusados de importar tecidos contaminados para polo têxtil do Agreste


Tecidos contaminados foram importados dos Estados UnidosFoto: Hesíodo Goes/Arquivo Folha

A Justiça Federal em Pernambuco condenou dois acusados de importar e comercializar lençóis com material infectante e resíduos hospitalares para o polo de confecções no Agreste. Os materiais seriam utilizados em Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru. A decisão, divulgada nesta sexta-feira (20), foi publicada na última quarta-feira (18).

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Altair Teixeira de Moura importou, através da empresa N.A. Intimidade Ltda. e Império do Forro de Bolso Ltda. ME, tecidos considerados perigosos e nocivos à saúde humana e ao meio ambiente, que seriam destinados à fabricação de roupas nos municípios citados. Ainda de acordo com a denúncia, Cid Alcântara Ribeiro foi acusado de exportar os produtos, por meio da empresa Texport Inc., localizada nos Estados Unidos da América.

A investigação teve início com a apreensão feita pela Receita Federal, em setembro de 2011, no Porto de Suape, de uma carga suspeita de lençóis sujos com logotipos de hospitais dos Estados Unidos. Entre os itens encontrados na carga, havia lençóis e fronhas com manchas de fluidos orgânicos (como sangue e pus), além de materiais hospitalares usados, como cateteres, gazes, aventais, luvas, seringas, algodão e máscaras. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) atestou que a mercadoria “apresentava um forte odor característico de matéria orgânica em decomposição”.

Para o juiz titular da 35ª Vara Federal de Pernambuco, Rodrigo Vasconcelos Coelho de Araújo, os acusados tinham pleno conhecimento de que estavam importando lençóis com resíduos hospitalares, sendo ressaltado que um dos acusados presenciou a abertura dos fardos e afirmou aos empregados que tais produtos não trariam risco à saúde, pois estavam esterilizados.

Os réus foram condenados à pena de dois anos e quatro meses de reclusão, substituída por duas penas restritivas de direitos. Cabe recurso da sentença para o Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Fonte: Folha de Pernambuco

Suspeito confessou que cometeria novo estupro, diz polícia

Foto: Rafael Carneiro / Rádio Jornal

Os detalhes sobre a prisão de Alex Rosendo dos Santos, 18 anos, suspeito de cometer dois estupros na Ponte do Derby, na área central do Recife, foram apresentados nesta sexta-feira (20), no Depatri, com os delegados Joselito Amaral e João Gustavo Novaes. Para mais detalhes confira a reportagem de Rafael Carneiro:

A Polícia Civil o prendeu na tarde da última quinta-feira (19), em flagrante por porte de drogas e por estar com munições, na Ponte do Derby, onde ele cometia os crimes. De acordo com os delegados, a abordagem policial evitou um novo estupro. Alex confessou que estaria no local para fazer novas vítimas. O suspeito será indiciado por estupro qualificado e roubo.

Imagens de câmeras de monitoramento registraram o momento em que Alex arrastou uma adolescente de 16 anos para debaixo da Ponte do Derby:

CRIMES

Alex Rosendo dos Santos, 18 anos, confessou ter cometido estupro contra uma adolescente de 16 anos e outra jovem de 24 anos, na primeira quinzena deste mês, debaixo da Ponte do Derby, área central do Recife.

Foto: Divulgação

Alex já tem já cumpriu medidas socioeducativas na adolescência por dois estupros e um crime de roubo. Ele tinha saído da Funase em dezembro de 2016.

Shareaholic