terça-feira, 17 de outubro de 2017

Com ajustes, Edilson Tavares diz economizar R$ 4,5 milhões por ano, em Toritama

Prefeito falou sobre investimentos e projeções na Capital do Jeans

Fotos: Thonny Hill.

Na manhã desta terça-feira (17), o prefeito de Toritama Edilson Tavares (PMDB) foi sabatinado no Programa Rádio Debate da Rádio Polo FM. O gestor falou sobre as obras, questões políticas e projeções para os próximos anos do seu mandato.

De acordo com ele, com os ajustes realizados até o momento, será possível economizar milhões por ano, que serão convertidos em obras. Ele citou cortes profundos com funcionários e contratos com empresas, que possibilitou aquisição de novos veículos e início de construção de escolas, entre outras coisas.

Cortes

Segundo Edilson, quando assumiu a prefeitura, existia uma dívida de R$ 19,4 milhões no município. A máquina pública estava funcionando com cerca de 2 mil funcionários e, após realizar todos os compromissos, sobravam apenas cerca de R$ 26 mil.

Hoje, segundo ele, o número de funcionários é de 1.275 (Algo ainda considerado muito, pelo gestor). Com os ajuste econômicos, diz ter aumentado o superávit de R$ 26 mil para quase meio milhão de reais, por mês.

Ele acrescenta que, apenas com ajustes nas locações de veículos, combustível, coleta de lixo e cargos comissionados, o município conseguiu uma economia de R$ 4,5 mi., por ano.

“Para isso, é preciso medidas impopulares”, diz, completando que seu maior interesse é entregar o que prometeu em campanha.

Lixão e Rio Capibaribe

O prefeito reconhece a problemática do lixão local. Quando incinerado, prejudica não apenas moradores da capital do jeans, como de Taquaritinga do Norte.

Para solucionar, ele afirma que já existe processos licitatórios para que uma empresa realize o serviço, encaminhando os produtos para aterros de outra cidade. A previsão é de que o investimento fique em torno de R$ 120 mil/mês.

Quanto ao Rio Capibaribe, Edilson garante que existe um trabalho de requalificação sendo planejado. O projeto de sustentabilidade passa, entre outras coisas, por regularização de lavanderias e serviço eficaz nas redes de esgoto.

Política eleitoral

Quanto aos apoios políticos para 2018, o prefeito ainda não oficializou candidatos para ALEPE nem para Câmara Federal.

Deputados Pastor Eurico (federal) e Adalto Santos (estadual), que integram a mesma igreja do prefeito, contam com o apoio do gestor, na Assembleia. Mas, segundo Edilson, os parlamentares o deixaram à vontade para apoiar também outros nomes.

Indagado se já tem um nome para o governo do estado, brinca. “Nem eles se decidiram, ainda”.
Reestruturação da feira

Em Toritama existe um projeto para requalificação da feira, denominado pelo próprio prefeito um ‘mega investimento, que ficará entre R$ 15 e R$ 20 milhões’. Ele explica que a questão tá sendo debatida com comerciantes e órgãos envolvidos e incluirá melhorias em bancos, estacionamento, iluminação, segurança e demais setores.

A intenção é que o poder público fique responsável por 60% e os comerciantes por 40%. Os valores devem ficar em torno de R$ 4.400,00, para cada vendedor, de forma parcelada.

Sobre o calendário, Edilson é terminantemente contra feiras aos domingos. Para ele, prejudica cliente e comerciantes. Entende que isso deve ser firmado de forma conjunta com demais cidades do Polo. Como proposta de solução, afirma.

“Cabe aos prefeitos, Raquel Lira, Edson e eu, passarmos a caneta e dizer que não tem no domingo e acabou”, diz.
Concurso Público

Por fim, Edilson garantiu que, até 2018, o município de Toritama terá concurso público. Ele falou que a administração realiza um levantamento em todas as secretarias observando as necessidades e cargos necessários para o certame.


Confira a entrevista completa:
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shareaholic