sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Eleições 2016 – Cobertura completa!


“Vou fazer aquilo que Dr. Edson e Roberto Asfora não fizeram”
Afirma Santos de Josa na série de entrevistas da Polo FM com candidatos a prefeito por Brejo

Fotos: Janielson Santos


Nesta sexta-feira (16) foi realizada a última entrevista da série com candidatos a prefeito por Brejo da Madre de Deus. Nos estúdios da rádio Polo FM, o entrevistado pelo radialista e blogueiro Ney Lima foi o candidato Santos de Josa (PV).

Começando a vida pública desde 1995 quando foi candidato a prefeito por Brejo pela primeira vez, Santos de Josa afirmou possuir outras tentativas eleitorais, destacando três disputas ao cargo de vereador, uma como candidato a deputado estadual em 2002 e agora a sua segunda tentativa de ser prefeito nestas eleições.

Nova tentativa de terceira via e críticas a Dr. Edson Souza e Roberto Asfora

Santos de Josa falou sobre suas candidaturas ao longo de 1995, mas relatou insucessos eleitorais. Segundo o mesmo, isso aconteceu por não compor com adversários de grupos tradicionais e relatou também ter recebido ofertas políticas e financeiras para aderir a um desses grupos. Segundo ele, elas não foram aceitas para não trair apoiadores.

“Na eleição de 2008, eu estava como pré-candidato a prefeito e eu recebi um convite para ele investir em minha campanha. Me ofereceram dinheiro e eu não quis porque eu tinha compromisso com um deputado federal que me ajudava, Pedro Eugênio (já falecido). Rejeitei uma oferta de R$ 200 mil porque sabia que não era minha linha, não me arrependi. Quem pegou, se elegeu, mas hoje não falam do nome dele para não contaminar o palanque em quem está hoje” – disse.

Santos de Josa foi questionado sobre os insucessos de se tentar emplacar uma terceira via, já que cidades da região possuem uma grande polarização em dois grupos. Sobre esse ponto, o candidato fez diversas críticas a nomes fortes dos grupos tradicionais como o prefeito Dr. Edson Souza (PTB) e o ex-prefeito Roberto Asfora (PSDB).

“Eu quero que o povo mande em mim. Não quero ser mandado por Dr. Edson, por Edson Vieira ou por Roberto Asfora. Quero ser o representante do povo e dar uma oportunidade de dizer que ele se identifica comigo, esse cara que eu coloquei para representar eu posso bater na porta dele” e completou: “Sou candidato a prefeito porque não aguentei as enganações daquele gestor que hoje comanda Brejo. É um governo maquiado, que diz que é um governo de uma união que não existe, e sim muita traição” – pontuou.

Supostos convites indecentes feitos por Hilário Paulo e Josevaldo de Mandaçaia



O candidato foi questionado sobre declarações dadas, a imprensa brejense, de que teria recebido “convites indecentes” para que desistisse de seu projeto eleitoral.

Ao responder, Santos de Josa faz críticas a tentativa de Dr. Edson em concorrer mais uma vez a prefeitura, destacou a disputa interna dentro do grupo quanto a escolha do nome do candidato a prefeito e destacou que esse suposto convite teria partido dos candidatos Hilário Paulo (PSD) e Josevaldo de Mandaçaia (PRB).

“Eles queriam conversar comigo, com minha família. Eu os convidei, fiz um jantar para eles. Foram lá para casa, jantaram comigo, me deram uma pressão para que eu desistisse que, no outro dia, minha esposa parou no hospital. Me ofereceram a metade da prefeitura de Brejo. Eu disse: ‘Se isso fosse de vocês, vocês não dariam’. Isso é patrimônio do povo, vocês não podem me dar uma coisa que não é de vocês. Não vou desistir de minha candidatura. Ele chegou para minha esposa e disse: ‘Dona Mércia (esposa), dê um conselho ao seu marido, porque ele poderia pegar 200 ou 300 mil que ele vai gastar nessa campanha e viajar para a Europa ou Estados Unidos. Eu tive problemas sérios com a minha família porque eles queriam que eu não fosse candidato, mas a melhor coisa é fazer o que se gosta. Hilário, quando disse isso, ela disse: “Eu já briguei muito com ele, mas digo que, se meu marido não for candidato, ele será desmoralizado. A conversa que roda é que Dr. Edson vai dar R$ 20 mil a ele para desistir da campanha, mas ele será candidato a prefeito” – pontuou.

Propostas para a agricultura, recursos hídricos e meio ambiente


Entre suas propostas, o candidato falou que, caso eleito, irá ampliar a Feira do Verde, promoverá a revitalização do Rio Laranjeiras, implantará saneamento básico na comunidade de Cavalo Russo, fazer uma represa em Anjinhos para aumentar a vazão no conhecido “Banho do Escorrego” e concluir a construção da Barragem do Rego. Sobre esta última, ele voltou a fazer críticas a Dr. Edson e a Roberto Asfora.

“Eles nunca tiveram a preocupação de concluir essa barragem. Talvez porque, quando se fala em barragem em Brejo, só lembra o nome (do ex-prefeito) Zé Inácio. Talvez, eles quisessem pagar a imagem sabendo eles que, se a concluíssem, iriam promover o nome de Zé Inácio” – disse.

O candidato citou que entende com que outras cidades enfrentem o problema da falta de água, mas não entende porque, segundo ele, Brejo teria mananciais.

“Eu vi os dois candidatos principais dizerem que vão furar poços, que vão colocar carro pipa. Outro disse que fez cisternas, que são programas do Governo Federal. Se apropriam de outros para dizerem que foram serviços seus. Eu quero fazer barragens em Brejo da Madre de Deus. Quero me comprometer com o povo de Brejo, mas fazer a barragem do rego, fazer a transposição da barragem de Jenipapo, ter agua de qualidade para Barra de Farias, Quatis, Fazenda Nova, Fazenda Velha, Mandaçaia, Catolé, Quatis, Itaúna e sítios São Pedro e São Paulo. Já a Barragem de Santana fica para Brejo e outros municípios” – pontuou.


Propostas para Habitação e novas críticas a Asfora e Dr. Edson

O candidato foi questionado quanto ao déficit habitacional presente em Brejo da Madre de Deus. Na história recente, o distrito de São Domingos foi alvo de ações do programa “Minha Casa, Minha Vida” do governo federal que proporcionou a construção de centenas de moradias populares, porém, segundo o candidato, a sede teria ficado de fora de uma etapa do programa que viabilizaria 700 novos imóveis, com parcelas de R$ 80,00 mensais.

Questionado sobre o porquê de isso ter acontecido, segundo ele, a resposta foi enfática:

“A cidade de brejo foi vítima de uma covardia com esses gestores que por aqui passaram nesses 04 anos. A Caixa Econômica estava com recurso para 700 casas para Brejo, e lá em São domingos, as casas são para quem tem um poder aquisitivo maior. As casas que iam para lá (a sede) se ia pagar 80 reais por mês. Íamos ter 700 casas para se pagar 80 reais e você seria o dono, já que a média de aluguel na sede é de R$ 150. A minha revolta é que, esses gestores, Edson Souza e Roberto Asfora foram covardes e omissos. Só dependia deles o projeto de expansão urbana. O dinheiro estava na Caixa e eles não mandaram o Projeto de Lei para a Câmara votar. Prometo que, se o recurso estiver disponível em 2017, vou bater no gabinete do Ministro Bruno Araújo e tenho créditos com ele. Fui seu eleitor em 2012 e 2014 e ele me disse que eu seria bem recebido. Essa dívida, ele tem comigo e com o povo” – pontuou.
Falta de base política fora de Brejo para busca de recursos

Questionado sobre o candidato não ter uma base política consolidada para busca de recursos para o município em caso de eleição, o candidato citou que, segundo o mesmo, isso poderia ser resolvido com relativa facilidade.

“Além de Bruno Araújo, o que tem de deputado que corre atrás de prefeito, não é brincadeira. Tenho uma irmã que trabalha como jornalista em Brasília e ela tem um ciclo grande de amizades. Lá, eu garanto que deputado não vai faltar. Procurarei Humberto Costa e, se ele é senador e está a serviço de Pernambuco, não terei dificuldade em buscar com ele os projetos para a minha cidade” – disse.

Promessa de construção de uma Escola Técnica


Outra proposta dita por Santos de Josa seria a construção de uma Escola Técnica Estadual (ETE), nos moldes as que existem em outras cidades do estado. Questionado sobre como ele poderia viabilizar tal estrutura, mesmo com a falta de apoios políticos, ele fez críticas a adversários e citou como isso, segundo ele, poderia ser executado.

“Dr. Edson colocou uma maquete dizendo que ganhou uma Escola Técnica. Isso foi mais uma enganação política, mas vou buscar o Governo do Estado para se capacitar as pessoas em Brejo. Isso aconteceu com as pessoas que fazem os Toyotas, que buscam voluntariamente essa capacitação, mas vamos buscar com o governo essa ETE. Com o Sebrae, vamos viabilizar esses cursos. Vamos buscar recursos e Brejo merece. Vou cobrar porque, se o prefeito anunciou, mostrou maquete e não fez, eu vou buscar. Quero ver Brejo capacitado e gerar empregos. Não vou fazer como Roberto Asfora, que disse que faria uma indústria, mas não fez nada. Não vou fazer como Dr. Edson, que disse que faria um distrito industrial, doou terreno e não fez nada, mas vou fazer”.

Ouça a entrevista com o candidato na íntegra:

USUÁRIO DE DROGAS É ASSASSINADO QUANDO DORMIA, EM IBIMIRIM/PE

Foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (16/9), no município de Ibimirim, Sertão de Pernambuco, o ex-presidiário e usuário de drogas, Cristiano Anselmo Veríssimo, de 19 anos.

Cristiano dormia no chão da cozinha da casa que morava com a companheira, quando foi alvejado no pescoço por disparo de arma de fogo. A mulher informou que, a porta estava aberta e apenas escutou o tiro. Desesperada, ela saiu correndo para pedir socorro e acionar a polícia. Cristiano não resistiu a gravidade dos ferimentos e veio a óbito antes der receber os primeiros socorros.


Uma equipe da Polícia Civil esteve no local, colheu informações acerca do ocorrido e liberou o corpo para ser conduzido ao Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru.

POLÍCIA APREENDE REVÓLVER APÓS HOMEM AMEAÇAR VIZINHO DE MORTE



Um homem foi detido pela Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (16/9) de posse de um revólver calibre 32, após ameaçar o vizinho de morte.

Ainda segundo a polícia, a arma foi encontrada dentro de uma bolsa de lixo na residência do acusado, na Rua Santa Rita de Cássia – Massaranduba – Garanhuns. Junto com o revolver ainda foram apreendidas munições calibre 32 e 6.35mm.

O efetivo policial foi acionado pela vítima, que relatou ter sido ameaçada de morte pelo Marcelo Silva de Lima, de 33 anos, que é seu vizinho, por motivos de desentendimento.

O suspeito foi encaminhado a 2ª Delegacia de Polícia Civil, onde foi atuado em flagrante.

CASAL É PRESO PELA PRF COM 2,7 KG DE COCAÍNA DURANTE ABORDAGEM EM MAMANGUAPE

Os suspeitos vinham de Natal (RN) e entregariam a droga em Abreu e Lima (PE)


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na tarde de hoje (16), na unidade operacional de Mamanguape, localizada na BR 101 Norte, na Paraíba, 2,7 kg de cocaína com um casal que vinha de Natal (RN) em um carro. Os dois tinham como destino final a cidade de Abreu e Lima, que fica na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

A dupla viajava em um Fiat Palio pela BR 101, até serem abordados pelos policiais rodoviários federais em uma fiscalização de rotina. Durante as buscas os agentes encontraram a droga escondida debaixo do pneu estepe, no porta-malas do veículo. Foram encontrados três tabletes do entorpecente, embalados em plástico filme.

O motorista, de 33 anos, disse aos PRFs que adquiriu a droga em Natal e estava levando para Abreu e Lima, onde seria entregue a um homem. Ele disse também que fazia esse tipo de transporte ilícito com frequência. Já a passageira, 28, tinha ciência da existência da droga no carro, mas declarou que não tinha participação no negócio.

O flagrante foi feito na Delegacia da Polícia Civil de Mamanguape. Caso condenados pelo crime de tráfico de drogas poderão pagar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.

Nota da Avant Comunicação e Mídia

Durante o debate eleitoral com os candidatos a prefeito de Santa Cruz do Capibaribe promovido pela Rádio Polo FM, em 15 de setembro de 2016, o candidato pelo PSDB, Edson Vieira, insurgiu-se publicamente contra o mediador do evento no momento em que foi solicitada a retirada de sua assessora do estúdio da emissora.

Informamos que a decisão ocorreu em virtude da interação entre a assessora e o candidato durante o andamento do debate, ato não permitido pelas regras previamente estabelecidas e devidamente informadas às coligações envolvidas.

Informamos também que o ato foi registrado pelas câmeras de circuito interno da emissora, podendo as imagens serem requisitadas pela coligação que se sentiu ofendida.

A produção do evento sustenta que a decisão apenas fez cumprir as regras previstas para o bom andamento do debate e que outras decisões foram tomadas em desagrado também aos interesses do candidato opositor.

Aproveitamos para agradecer a Polícia Militar de Pernambuco, Secretarias de Defesa Social e Mobilidade Urbana, Ministério Público e Justiça Eleitoral pelas devidas providências no sentido de garantir a realização do debate.

Aplaudimos o público estimado em mais de oito mil pessoas que esteve presente na frente da emissora e que, com bom comportamento, contribuiu para o que o evento transcorresse com sucesso e sem incidentes, respaldando a festa da democracia.

Avant Comunicação e Mídia

É hoje! Encerramento do EMP 2016, com Flávio José

Venha comemorar os 10 anos do Moda Center Santa Cruz.

Entrada gratuita! Nos veremos lá!

whatsapp-image-2016-09-16-at-12-17-42

Justiça reconhece legalidade de pesquisa e proíbe que coligação divulgue que ela é mentirosa



A Justiça Eleitoral reconheceu a validade de pesquisa eleitoral divulgada recentemente na cidade de Monteiro que aponta a preferência do eleitorado entrevistado para a candidata a prefeita Lorena de Dr. Chico (PSDB) e Celecileno Alves (PSD), e proibiu que seja divulgado que a mesma é mentirosa.

Em decisão, o Juiz Fábio José de Oliveira Araújo proibiu a coligação Juntos Somos Mais Fortes, que tem como candidato a prefeito Juraci Conrado (PSB) e vice Paulo Sérgio (PP), da veiculação em carros de som ou outros meios, de que a pesquisa eleitoral registrada sob o número (PB00265/2016) contém ‘mentiras disfarçadas em números’.

Caso descumprida a determinação, o Juiz destacou que a pena será a apreensão imediata dos carros de som e de multa, sem prejuízo das sanções penais cabíveis. A representação tem o número 388-28.2016.6.15.0029 e foi feita pela Coligação ‘O Trabalho Continua’.

GUIA ELEITORAL

Em outro pedido de liminar apresentado pela Coligação ‘O Trabalho Continua’, a Justiça Eleitoral determinou que a Coligação ‘Juntos Somos Mais Fortes’ corrija seu guia eleitoral, no prazo de 24h, sob a pena de suspensão, para fazer incluir a indicação dos partidos que a compõem.

ACUSADOS DE ASSASSINAR PROMOTOR DE JUSTIÇA SERÃO JULGADOS EM OUTUBRO



Após quase dois anos do assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, 36 anos, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região definiu a data do julgamento dos quatro acusados pelo crime. O júri popular acontecerá em 24 de outubro deste ano. Sentarão no banco dos réus José Maria Pedro Rosendo Barbosa, conhecido como Zé Maria de Mané Pedo, considerado o mentor do crime, e os supostos executores, José Maria Domingos Cavalcante, Adeildo Ferreira dos Santos e José Marisvaldo Vitor da Silva. Além do homicídio do promotor de Itaíba, os acusados responderão pelas tentativas de homicídio contra a noiva dele, Mysheva Freire Ferrão Martins, e o tio dela, Adautivo Elias Martins.

O crime, de repercussão nacional, aconteceu em 14 de outubro de 2013, no Km 19 da Rodovia PE-300, no município de Águas Belas, Interior de Pernambuco. O promotor seguia com a noiva e o tio dela para Itaíba quando teve o carro interceptado. Os acusados desceram e dispararam vários tiros, que atingiram apenas Tiago.

A motivação teria sido desavenças do suposto autor intelectual José Maria Rosendo e o casal de noivos, que disputavam, na Justiça Estadual, o direito de propriedade da Fazenda Nova, localizada em Águas Belas.

Segundo a acusação do Ministério Público Federal (MPF), formulada na denúncia, no dia do crime os réus José Maria Pedro Rosendo Barbosa, José Maria Domingos Cavalcante, Antonio Cavalcante Filho, Adeildo Ferreira dos Santos e José Marisvaldo Vitor da Silva mataram dolosamente Thiago Faria e tentaram matar as vítimas Mysheva Freire Ferrão Martins e Adautivo Elias Martins, por motivo torpe e mediante recurso que tornou impossível ou dificultou a defesa das vítimas.

Federalização

A investigação sobre a morte de Thiago Faria foi marcada por uma crise institucional entre a Polícia Civil e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Enquanto a polícia seguia a linha de que o crime foi motivado por disputa de terras, promotores do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) consideravam que o homicídio poderia ter relação com vingança ou ciúmes. A queda de braço resultou na federalização do caso.
(Com informações do Ronda JC)


Escola Dinâmica divulga o calendário de provas‏


A Escola Dinâmica divulgou recentemente o calendário de provas do III bimestre. As avaliações acontecerão de 19 a 23 de setembro.

No período da manhã as turmas da Educação Infantil e Ensino Fundamental I realizarão as provas no horário normal, das 07h30 às 11h40, enquanto o Ensino Fundamental II e o Ensino Médio das 07h30 às 10h30.

No turno da tarde as turmas do Ensino Infantil e Fundamental I realizarão as provas no horário normal, das 13h30 às 17h30, e o Ensino Fundamental II das 13h30 às 16hs.
Informações da Assessoria.

Instituto Dom Pedro I promove coquetel de apresentação de suas instalações



Na noite da ultima quarta-feira, dia 14 de setembro, o Instituto Dom Pedro I, abriu as portas para receber a sociedade santa-cruzense, em um coquetel onde suas instalações físicas foram apresentadas.

O evento contou com a presença dos pais dos alunos e de vários convidados, que ficaram encantados com o que viram.


Durante o coquetel, as professoras apresentavam as instalações aos convidados e falavam da proposta de ensino oferecida.

Foi um momento bastante agradável e na oportunidade, apresentou-se um vídeo, onde todos puderam conhecer um pouco do trabalho desenvolvido pela instituição.

O Instituto Dom Pedro I, agradece a todos que prestigiaram o nosso evento.

Confira as fotos do evento:

Informações da Assessoria.

Alunos da Escola Primeiro Mundo visitam os estúdios da TV Asa Branca



A Escola Primeiro Mundo proporcionou aos seus alunos conhecer mais de perto o mundo mágico da Tv. Estiveram visitando as instalações da TV Asa Branca em Caruaru, onde funciona a redação do G1, Globo Esporte, rádio Globo e ABTV.


Os alunos passaram pelos diversos departamentos e receberam informações dos técnicos nos setores de edição, controle, cinegrafistas, locutores e puderam ter um pouco de noção do funcionamento desses importantes meios de comunicação que são a TV e o rádio.

Confira as fotos da visita:

 Informações da Assessoria.

Shareaholic