domingo, 11 de setembro de 2016

CARRETA PASSA POR CIMA DE JOVEM APÓS ACIDENTE FATAL EM PARANATAMA

Um jovem de 23 anos morreu no inicio da tarde de sábado (10) após sofrer um acidente na rodovia BR-423, nas proximidades do Posto Alto da Serra, no municipio de Paranatama, Agreste de Pernambuco.

A Polícia informou que a vítima fatal, Rafael Dias de Lima, era o passageiro de uma motocicleta pilotada por Bruno Dias de Lima, segundo relatos de testemunhas eles teriam entrado na rodovia em alta velocidade, a moto derrapou, tendo o piloto perdido o controle e batido em um dos pneus de uma carreta que passou cima do tórax de Rafael, devido a gravidade dos ferimentos ele veio a óbito no local.

Advogado Pernambucano é preso por suspeita de tráfico de crianças

Divulgação/Polícia Federal

O advogado pernambucano Luciano José Ribeiro de Vasconcelos, de 63 anos, foi preso e enviado ao Centro de Triagem (COTEL) em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife, suspeito por tráfico internacional de pessoas e também por uso de documentação falsa. O homem estava foragido desde maio deste ano, quando a Justiça Federal em Pernambuco expediu o mandado de busca e prisão. Depois de quatro meses de procura, ele foi preso pelos policiais quando ia fazer exames médicos em um hospital no bairro do Derby, centro da capital do Estado.

De acordo com a Polícia o esquema de tráfico de crianças para Europa que acontecia na década de 1990 era organizado por Luciano e envolvia funcionários públicos e até mesmo procuradores de vários estados do Nordeste. O acusado foi condenado a 14 anos de reclusão.

Jovem é atingido por disparos de arma de fogo durante evento político

Durante uma movimentação política em São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus, um jovem foi atingido por dois disparos de arma de fogo. O fato aconteceu nas proximidades de um posto de gasolina.

A vítima foi José Ályff da Silva Nascimento (18 anos), o mesmo se encontrava em uma passeata, onde foram ouvidos alguns disparos e em seguida, o jovem sentiu que teria sido atingido no lado esquerdo do corpo, ao verificar a situação, foi percebido que ele foi atingido no ombro e antebraço esquerdo.
.
O jovem foi socorrido e conduzido para a Policlínica de São Domingos e em seguida transferido para o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru.

HOMICIDIO EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - PE



O município de Santa Cruz do Capibaribe registrou um homicídio na noite deste sábado (10). O fato aconteceu próximo a um mercadinho na Favela do Papelão, bairro Santo Agostinho. A vítima foi o adolescente Deyvson Alves dos Anjos (15 anos), que recebeu um disparo de arma de fogo.

Segundo informações de uma testemunhas que relataram para a polícia, o jovem se encontrava montado em uma moto com o capacete já na cabeça, quando chegaram dois elementos em outra moto e o garupa sacou de uma arma e disparou contra a vítima, que foi atingida na cabeça.

Ainda de acordo com testemunhas, a vítima teria discutida com o possível acusado do homicídio, devido a um aparelho celular e que o acusado queria desmanchar o acordo, porém a vítima não aceitou e estaria sendo ameaçada.

Ele foi socorrido para a UPA de Santa Cruz, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. De acordo com informações repassadas para a nossa reportagem, Deyvson teria sido o quarto irmão assassinado na família.

Jovem morre após perder o controle da moto em Jataúba

Um grave acidente na noite deste sábado (10) no município de Jataúba resultou em uma vítima fatal.

Segundo informações, o jovem identificado por Paulo César Alves de Fonte, conhecido por “Mané de Paulo” (18 anos), teria ingerido bebida alcoólica com amigos e sem seguida ido embora sem capacete em sua moto.

Na estrada entre a Vila do Jundiá e o município de Jataúba, a vítima teria perdido o controle do veículo e na queda, teria batida a sua cabeça contra o chão. Com o impacto, ele teria sofrido um traumatismo craniano.

O SAMU foi acionado, porém foi constatado que o jovem já estava em óbito. O corpo foi encaminhado ao IML de Caruaru.

Pela primeira vez em uma eleição, eleitorado feminino será maior que o masculino em todos os estados


Desde o pleito de 2000, o número de mulheres eleitoras ultrapassa o de homens. Mas, nas Eleições Municipais de 2016, pela primeira vez, o eleitorado feminino será maior que o masculino nos 26 estados onde haverá votação no dia 2 de outubro (não haverá eleição no Distrito Federal e nem em Fernando de Noronha).

O Brasil possui atualmente mais de 144 milhões de votantes, sendo 75.226.056 mulheres cadastradas na Justiça Eleitoral – 6,4 milhões a mais que homens. Rio de Janeiro, com 53,48%, Pernambuco, com 53,42%, e Alagoas, com 53,22%, são os estados que possuem mais eleitoras nas Eleições 2016. Já Tocantins (50,03%), Mato Grosso (50,24%) e Pará (50,24%) são as unidades da Federação onde a diferença entre mulheres e homens é menor. No Rio Grande do Norte, estado pioneiro no reconhecimento do voto feminino, 52,55% dos eleitores são mulheres.

Os números sobre o eleitorado feminino, a cada eleição maiores, mostram uma evolução na participação das mulheres como cidadãs. Em 2008, havia uma maioria feminina no universo de 130 milhões de eleitores. De total, 51,7% eram mulheres. No pleito de 2010, elas somaram 51,82% dos 135 milhões de eleitores. Já nas eleições de 2012, as mulheres representaram 51,9% dos 140 milhões de eleitores. Em contrapartida, apenas 31% dos candidatos das Eleições 2016 são mulheres.

O voto da mulher

Em 3 de maio de 1933, na eleição para a Assembleia Nacional Constituinte, a mulher brasileira, pela primeira vez, em âmbito nacional, votou e foi votada. A luta por esta conquista durou mais de 100 anos, pois o marco inicial das discussões parlamentares em torno do tema começou em meados do Século XIX.

A Constituição de 1824 não trazia qualquer impedimento ao exercício dos direitos políticos por mulheres, mas, por outro lado, também não era explícita quanto à possibilidade desse exercício, que foi introduzido no ano anterior, com a aprovação do
Código Eleitoral de 1932.

O artigo 2º deste Código continha a seguinte redação: “É eleitor o cidadão maior de 21 anos, sem distinção de sexo, alistado na forma deste Código”. A aprovação do Código de 1932, no entanto, aconteceu por meio do Decreto nº
21.076, durante o Governo Provisório de Getúlio Vargas.

Mas, somente dois anos depois, em 1934, por meio da segunda
Constituição da República, esses direitos políticos conferidos às mulheres foram incluídos em bases constitucionais. No entanto, a nova Constituição restringiu a votação feminina às mulheres que exerciam função pública remunerada.

Já a
Constituição de 1946, finalmente, nem se preocupou em especificar os brasileiros de um e outro sexo afirmando no Art. 131: “São eleitores os brasileiros maiores de 18 anos que se alistarem na forma da lei”. Apesar de a Constituição não fazer distinção, essa diferença só foi superada, definitivamente, com o Código Eleitoral atual, de 1965.

Primeira eleitora

Em 1927, o Rio Grande do Norte colocou em vigor
lei eleitoral que determinava, em seu artigo 17, que no estado poderiam “votar e ser votados, sem distinção de sexos”, todos os cidadãos que reunissem as condições exigidas pela lei. Assim, o estado ingressou na História do Brasil como pioneiro no reconhecimento do voto feminino.

A professora potiguar Celina Guimarães Viana é considerada a primeira eleitora do país. Desde que ela conseguiu seu registro para votar, em 1928, a participação feminina no processo eleitoral brasileiro se consolidou.

Acesse aqui as estatísticas do eleitorado de 2016.
Tribunal Superior Eleitoral

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é a instância jurídica máxima da Justiça Eleitoral brasileira tendo jurisdição nacional. As demais instâncias são representadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE), juízes eleitorais e Juntas Eleitorais, nos momentos de eleição, espalhados pelo Brasil.

Shareaholic