sexta-feira, 15 de julho de 2016

Crianças e adolescentes do Recife recebem aulas de música gratuitas na LBV

Por meio da Oficina de Musicalização, a Entidade trabalha a disciplina e a vivência de bons valores.

A Legião da Boa Vontade (LBV) realiza, diariamente, uma série de atividades lúdicas, culturais, recreativas e esportivas que auxiliam no desenvolvimento socioeducacional e afetivo de crianças e adolescentes. Uma dessas iniciativas é a Oficina de Musicalização, que trabalha a disciplina, a prática de hábitos saudáveis e a vivência de bons valores, por meio de conhecimentos teóricos e práticos do universo musical.

O pequeno Denison, de 12 anos, integra o Programa Criança: futuro no presente!, da LBV, e é umas das crianças que participam da Oficina. Para ele, além do conhecimento, os momentos lhe proporcionam paz e tranquilidade. “Eu me emociono com as letras das músicas. Quando eu canto eu sinto uma paz dentro de mim. Aqui na LBV eu aprendo muitas músicas que falam de respeito, união e amor”, disse o garoto.

Marlon Vinícius, de 13 anos, ainda não sabia qual carreira seguir no futuro. “Quando entrei na LBV escutei o som do violão e gostei. Hoje eu tenho certeza que quando eu crescer vou ser um músico profissional ou um professor de música”, ressaltou.

“A música é transformadora e ajuda no vocabulário da criança, na atenção, na criatividade, coordenação motora e no comportamento. Tenho visto muitas transformações nas crianças”, afirmou o educador social Everson Lima, responsável pela Oficina de Musicalização. 

O projeto é voltado para crianças de 06 a 15 anos, oriundas de comunidades em situação de vulnerabilidade social do Recife. No Centro Comunitário de Assistência Social, da LBV, os atendidos participam também de Oficinas de Dança, Esporte, Informática, Cidadania Ecumênica, dentre outras. Todas as atividades são oferecidas de forma gratuita, além da alimentação e fardamento, que recebem no local.

Visite e ajude! Dirija-se a Rua dos Coelhos, 219 – Coelhos. Para outras informações, ligue: (81) 3413-8600 ou acesse
www.lbv.org.

ACUSADO DE MATAR PROMOTOR DE ITAÍBA FOGE DE PRESÍDIO NO RIO GRANDE DO NORTE



Um dos homens acusados de envolvimento na morte do promotor de Itaíba Thiago Faria Soares fugiu, na madrugada desta quinta-feira, da Penitenciária Estadual Desembargador Francisco Pereira Nóbrega, no Sertão do Rio Grande do Norte. José Ivanilson Dias Gomes é um dos 16 detentos que escaparam por um túnel da unidade carcerária.

José Ivanilson foi capturado em fevereiro deste ano através de uma operação integrada das polícias federais de Pernambuco e do Rio Grande do Norte. Ele já estava foragido da Cadeia Pública de Natal e, fora o homicídio, também responde por tráfico de drogas, roubo e associação criminosa. O suspeito começou a ser investigado após usar uma identidade falsa com o nome do promotor Thiago Faria.



Além de Ivanilson, outros quatro acusados de participação no crime foram identificados e vão a júri popular. José Maria Pedro Rosendo Barbosa, José Maria Domingos Cavalcante, Adeildo Ferreira dos Santos e José Marisvaldo Vitor da Silva são acusados de matar o promotor e tentar matar a noiva dele, Mysheva Freire Ferrão Martins, e o tio dela, Adautivo Elias Martins.

Segundo sites de notícias locais, os detentos construíram o túnel – com aproximadamente 30 metros – em um solo rochoso.

RELEMBRE O CASO



Thiago Sores foi assassinado em 14 de outubro de 2013, quando seguia da cidade de Águas Belas para Itaíba, onde trabalhava na promotoria. Segundo a Polícia Federal, o crime teria sido motivado por uma disputa de terra da Fazenda Nova, envolvendo a noiva do promotor, Mysheva Martins, que disputava a área com o fazendeiro José Maria Barbosa. Ele perdeu a terra em um leilão da Justiça Federal e teve que deixar a área. O fazendeiro nega ter cometido o homicídio. Mas segundo investigações, José Maria Barbosa teria contratado o cunhado, Edmacy Ubirajara, para matar Thiago Faria. Ubirajara chegou a ser preso, mas foi liberado.

(Com informações do Diário de Pernambuco)

JUPI: APÓS ASSALTO VÍTIMA PERSEGUE E ATROPELA ASSALTANTES


Dois assaltantes se deram mal após um assalto na tarde desta quinta-feira (14), em Jupi no Agreste pernambucano.


Armados de faca e revólver, eles chegaram em mercadinho, anunciaram o assalto conseguindo levar do estabelecimento uma quantia em dinheiro, pares de sandálias e cigarros. Na fuga utilizaram uma motocicleta roubada na quarta-feira (13/07) em São João, a vítima perseguiu os indivíduos que começaram a atirar e acabaram sendo atropelados, na queda um deles conseguiu fugir, o que ficou ferido tentou esfaquear a vítima, sendo dominado e preso pelas policias Militar e Civil que chegaram em seguida, montando uma operação e prendendo o outro dentro do mato.


Existe a suspeita que eles praticaram outros assaltos em Jupi, Lajedo, Garanhuns e em outras cidades da região, caso alguma vítima reconheça estes indivíduos deve comparecer imediatamente a delegacia mais próxima para registrar Boletim de Ocorrência, eles estão sendo autuados em flagrante na 18ªDelegacia Seccional de Garanhuns e serão recolhidos a cadeia pública.

Suspeitos são apreendidos com arma artesanal em Santa Cruz do Capibaribe

Na tarde da ultima quarta-feira (12), o efetivo policial recebeu informações anônimas de que dois adolescentes estariam com arma e uma possível moto roubada na Rua da Prata, bairro Arcoverde em Santa Cruz do Capibaribe.

Ao chegar no local, os policiais localizaram um adolescente de 14 anos de idade, que se encontrava com uma moto, ao ser consultada foi constatada que não se tratava de um produto roubado.

Em seguida, o efetivo abordou um adolescente de 16 anos e ao realizar uma busca na residência, foi localizada embaixo da cama, uma arma artesanal de brinquedo.

A polícia não descartou a hipótese de que os adolescentes estariam praticando assaltos e, foram conduzidos para a delegacia de polícia local para prestar esclarecimentos.

Participaram da ocorrência os comissários Moacir e Lisboa, os policiais Felipe e Melquiades, sob o comando do delegado de Santa Cruz do Capibaribe, Vitor Leite.

Shareaholic