terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

MENINO MORRE APÓS RECEBER DESCARGA ELÉTRICA ENQUANTO BRINCAVA EM FLORESTA

Um menino de 12 anos morreu na noite da ultima segunda-feira (1º) após receber uma descarga elétrica em Floresta, no Sertão de Permabuco. De acordo com a Polícia Civil, ele estava brincando em uma praça no Centro da cidade quando se aproximou de um poste e teria recebido a descarga.

Por e-mail, o secretário Municipal de Obras de Floresta, Antonio Adelmo Nunes, informou ao G1 que “não tinha fios expostos” na praça e que “o poste estava em condições normais”.

Ainda segundo a polícia, o pai da criança tentou socorrê-lo e, ao pegar no garoto, recebeu também uma descarga, de menor intensidade. O menino foi socorrido para um hospital do município, mas já chegou morto na unidade de saúde. A polícia informou também que a praça estava em reforma e que nenhum fio desencapado foi encontrado no lugar.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil. Testemunhas do caso serão ouvidas. O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, no Agreste.

Com informações do G1

Jovem é Baleado por Assaltantes em Santa Cruz do Capibaribe

Na noite desta Terça-feira (02/fev), um jovem foi baleado por assaltantes no bairro São Miguel em Santa Cruz do Capibaribe.

Quatro elementos em duas motocicleta Honda Bros, se aproximaram de Eronildo Luiz da Silva Filho, de 21 Anos, residente no Bairro Novo, e anunciaram assalto, no momento o jovem jogou a chave do veículo no chão e correu, os elementos efetuaram vários disparos de arma de fogo contra ele.

O jovem foi atingido por um disparo nas nádegas onde a bala ficou alojada.

O jovem foi socorrido por terceiros para o hospital municipal Raimundo Francelino Aragão, onde recebeu os primeiros atendimentos e foi transferido para o Hospital Regional do Agreste na cidade de Caruaru. 

Do: Blog Santa Cruz Mais

ACIDENTE DEIXA HOMEM MORTO E CRIANÇA FERIDA NA BR-232 EM ARCOVERDE

Um grave acidente deixou um homem morto e uma criança de 06 anos ferida na rodovia BR-232 em Arcoverde no Sertão de Pernambuco.
 
O motorista Antônio Elói Filho de 41 anos, viajava em um veículo Mercedes Benz de placas KGU-9462, quando perdeu o controle da direção e capotou várias vezes, o homem acabou não resistindo a gravidade dos ferimentos e veio a óbito no local, a criança sofreu ferimentos leves, foi medicada no Hospital Regional de Arcoverde e passa bem.

POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO DECRETA GREVE

A partir de 0h da próxima sexta-feira (5), todas as unidades da polícia civil vão parar, promete o sindicato da categoria no Estado

A Polícia Civil de Pernambuco decretou greve, após assembleia realizada nesta terça-feira (2). De acordo com o Sindicato da Polícia Civil (Sinpol), a partir de 0h da sexta-feira (5), todas as unidades da organização vão parar. Os servidores protestam contra o descumprimento do acordo firmado com o governo do Estado, que previa a reformulação do Plano de Cargos e Carreiras.

Segundo o presidente do sindicato, Áureo Cisneiros, a negociação foi feita em dezembro do ano passado. O governo do Estado deveria enviar, no dia 1º deste mês, um projeto de lei que alteraria o Plano de Cargos e Carreiras com aumento das faixas de progressão salarial de 1,5% para 2% . Para isso, seriam criados dois grupos de trabalho.

“A questão financeira, segundo o acordo, começaria a vigorar em abril deste ano. O governo fez o acordo e não cumpriu”, afirmou.

Com informações do JC

Em menos de 24 horas, Pernambuco registra 20 mortes violentas

Imagem ilustrativa: reprodução/internet


Entre a manhã da segunda-feira (1º) e a manhã da terça (2), foram 19 ocorrências em todo o Estado, resultando em 20 pessoas mortas. Isto por que, em um dos assassinatos, um casal foi morto a tiros dentro da própria casa. Foram dez homicídios no interior e outros dez na Região Metropolitana do Recife.

De acordo com o departamento de polícia da Rádio Jornal, os crimes do interior ocorreram em Vitória de Santa Antão, Quipapá, Petrolina, Serrita, São Caetano, Jaqueira, Lagoa de Itaenga, Salgueiro e Serra Talhada. 

Já na Região Metropolitana do Recife, os crimes aconteceram nos bairros do Ibura, Imbiribeira, Várzea, Campo Grande, Muribeca, Tamarineira, no Recife; Maranguape II, em Paulista; Dois Carneiros e Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes. O duplo homicídio foi registrado na comunidade do Jardim Monte Verde, que fica no bairro do Ibura.

O caso que mais chamou foi um assassinato aconteceu no Conjunto Via Mangue III, no bairro da Imbiribeira. Selmo Adolfo, de 23 anos, foi morto a tiros perto de casa e os suspeitos foram presos. O crime aconteceu no dia seguinte a um outro homicídio ser cometido no mesmo residencial.

Arrombamento da agência do Banco do Brasil de Camaragibe deu um prejuízo de R$ 500 mil

Foto: Divulgação/ Sindicato

O arrombamento da agência Banco Brasil, em Camaragibe, neste fim de semana, resultou em um prejuízo de pouco mais de R$ 500 mil, de acordo com o Sindicato dos Bancários de Pernambuco. 

Os suspeitos acessaram a agência pelo prédio que fica ao lado do banco, quebraram a parede do banheiro que fica conjugado com a agência e levaram todo conteúdo do cofre.

Bandidos entraram na agência após abrirem um buraco no prédio vizinho

O levantamento foi feito pelas polícias civil e técnica. Ainda de acordo com o sindicato, a área que os suspeitos acessaram não possui câmeras de circuito de TV. A polícia vai verificar se foram feitas imagens pelas câmeras da Secretaria de Defesa Social.

POLÍCIA CIVIL AGE RÁPIDO E GRUPO QUE ATERRORIZAVA POPULAÇÃO DE GARANHUNS É IDENTIFICADO E 09 INTEGRANTES SÃO ENCAMINHADOS A DELEGACIA

Imagem do grupo postada nas redes sociais

Na manhã desta terça-feira (02/1), policiais civis da 2ª Delegacia em conjunto com Agentes da Delegacia de Homicídio detiveram 09 indivíduos que se intitulavam “BONDE DA RAPOSA” Comunidade do bairro da Liberdade em Garanhuns, os quais vinham aterrorizando a população de Garanhuns com postagens nas redes sociais com ameaças de roubar, matar e praticar arrastões durante eventos carnavalescos, devido a aproximação do Carnaval.

De acordo com a Delegada Maria das Graças, titular da 2ª Delegacia, após ficar sabendo das ameaças que estavam sendo vinculadas nas redes sócias, como também registros de roubos e agressões a vítimas na área de sua delegacia, a mesma ouviu algumas vítimas destes roubos as quais reconheceram alguns desses elementos como sendo os autores dos roubos e agressões a elas. Diante das afirmações, foi desencadeada uma ação policial para localizar e qualificar cada um dos indivíduos do grupo criminoso. Durante as investigações, 09 indivíduos entre eles 06 menores de idade foram localizados e encaminhados a delegacia, dos quais, alguns bastante conhecidos do policiamento, por terem passagem pelos mesmos crimes.

Ainda segundo o policiamento, os indivíduos marcavam encontros através das redes sociais para realizarem os arrastões na cidade, inclusive no último domingo (31/1), efetuaram esse encontro no Parque Euclides Dourado em Heliópolis, onde pessoas foram assaltadas e bastante agredidas.

Apesar de algumas vítimas terem reconhecidos os meliantes a polícia encontra dificuldade em prosseguir com as investigações devido ao não comparecimento de outras vítimas que provavelmente tenham sido roubadas por esses indivíduo, então, é de extrema importância que essas pessoas compareçam a 2ª Delegacia de Polícia Civil para registra suas queixas e fazerem o reconhecimento dos meliantes.

A delegada Maria das Graças está disponibilizando o telefone de sua delegacia para quem desejar fazer suas denúncias e ajuda a polícia a prender esses criminosos que por ventura venham a praticar outros crimes na cidade. Fone: (87) 3761-8457.

As investigações continuam até que todos sejam identificados e qualificados perante a justiça.

Uma breve Biografia de Geraldo Vandré

Uma reportagem biográfica do cantor e compositor Geraldo Vandré
Foto: globo news

Paraibano de João Pessoa, Geraldo Pedrosa de Araújo Dias nasce em 12 de setembro de 1935. Em 1951, aos 16 anos, sua família muda-se para o Rio de Janeiro, o que lhe proporciona uma aproximação com o mundo artístico. Usa o nome de Carlos Dias para a sua apresentação num concurso de cantores no programa de César de Alencar. Vandré é desclassificado. Em outro teste, realizado na Rádio Nacional, recebe a nota “medíocre”, dada por Paulo Tapajós.

Em 1955, ainda com o pseudônimo de Carlos Dias (em homenagem ao cantor Carlos José, de quem era admirador) defende a canção Menina, de Carlos Lyra, em concurso musical promovido pela TV Rio.

Ainda no Rio, cursa a Faculdade de Direito na Universidade do Distrito Federal. Na UNE, participa do Centro Popular de Cultura (CPC), onde estreita sua amizade com Carlos Lyra, seu primeiro parceiro musical. Permanece, no entanto, por pouco tempo na UNE, por considerá-la muito panfletária.

Seu primeiro trabalho como cantor profissional acontece na Rádio Roquete Pinto em um programa dirigido pelo folclorista Waldemar Henrique. Pela primeira vez é remunerado como cantor.

A convite de Carlos Lyra vai a São Paulo para participar de um espetáculo musical no Teatro Record. Trata-se de um show de Bossa Nova do qual participaram Oscar e Iko Castro Neves, Alaíde Costa, Baden Powell, Norma Bengel, Elza Soares, Juca Chaves, Laizinha, Carlos Lyra, entre outros. O ano é 1960.

Muda seu nome para Geraldo Vandré. A mudança é uma forma de homenagear o pai, que se chamava José Vandregísilo de Araújo Dias.

Com o destaque obtido no Teatro Record, Geraldo Vandré é contratado pela gravadora RGE, pertencente a José Scatena, para gravar um disco 78 rpm. No lado A do disco está a música Quem quiser encontrar o amor, feita em parceria com Carlos Lyra, e no lado B está Sonho de amor e paz, de Baden Powell e Vinícius de Moraes.

Com Baden Powell, faz Rosa flor, música feita especialmente para Geraldo Vandré colocar a letra. Depois, escreve também Samba de mudar, Nosso amor, Fim de tristeza e Se a tristeza chegar.

É contratado pela TV Tupi para participar de um programa produzido por Abelardo Figueiredo, para a Norton Publicidade em São Paulo uma vez por mês. No final de 1961, muda-se, definitivamente, para São Paulo.

Em 1962, liberado do contrato com a RGE, faz dupla com Ana Lúcia e grava pela Audio-Fidelity a canção Samba em prelúdio, de Baden Powell e Vinícius de Moraes. É sucesso em vendas e fica nas paradas por mais de seis meses. A dupla faz tanto sucesso que a direção da Audio-Fidelity propõe que os dois gravem um LP inteiro juntos. Vandré, porém, recusa, mesmo sabendo que pode ter um ótimo retorno comercial. Buscava um novo gênero para suas canções.

Com o advento do golpe militar, Vandré e outros compositores que têm sua origem na bossa nova, sentem cada vez mais a necessidade de fazer uma música mais participativa, que retrate a realidade brasileira. É necessário conscientizar as massas, dar consciência política ao povo.

Sem parceiros em São Paulo, Vandré faz sozinho Canção nordestina e Fica mal com Deus. As duas composições são gravadas no seu primeiro LP, lançado em 1964 pela Audio-Fidelity. Na mesma época, assina contrato de exclusividade com a TV Tupi, onde participa de vários programas como o Móbile, apresentado por Fernando Faro, e Almoço com as estrelas, de Airton e Lolita Rodrigues. Participa também de vários programas em outras emissoras.

Em 1965, pela Continental Discos, lança seu segundo LP,Hora de lutar. Nesse disco, inclui Asa branca, de Luis Gonzaga, considerada por ele “um clássico da canção nordestina”, e Sonho de Carnaval, de Chico Buarque de Holanda.

Ainda em 1965, a convite do cineasta Roberto Santos, Vandré compõe a trilha sonora do filme A hora e a vez de Augusto Matraga, sua primeira experiência com o cinema.

Em 1966, ganha o troféu Berimbau de Ouro ao vencer o II Festival Nacional de Música Popular Brasileira da TV Excelsior, com a música Porta-estandarte. Trata-se de uma marcha-rancho, composta com Fernando Lona e defendida na final do festival por Airto Moreira, um dos mais competentes bateristas da noite paulista, e Tuca, uma cantora paulista que participava freqüentemente do programa Primeira audição, da Rede Record.

Pela primeira vez Vandré via seu talento ser reconhecido publicamente. 

Ainda em junho de 1966, a gravadora Chantecler lança um compacto com a gravação de Porta-estandarte, com Tuca e Geraldo Vandré. Nesse mesmo ano, grava ainda outro compacto, dessa vez com Théo de Barros e Heraldo do Monte.

Lança, pela Som Maior, seu terceiro LP, Cinco anos de canção. Cada vez mais famos no ambiente dos festivais, em 1966, com sua música "Disparada", interpretada por Jair Rodrigues, Vandré empata em primeiro lugar com "A Banda" de Chico Buarque no no Festival da TV Record. No ano de 1968 "Caminhando (Pra Não Dizer que Não Falei de Flores)" conquista o segundo lugar no festival da TV Globo, apesar de ser favorita do público, perdendo para "Sabiá" (Chico Buarque/ Tom Jobim). Com a promulgação do AI-5 e o acirramento da ditadura, saiu do páis, e morou no Chile, França, Argélia, Alemanha, Áustria, Grécia e Bulgária nos 4 anos que ficou fora do Brasil. Vandré tornou-se uma espécie de "mito" da resistência à ditadura, por ter ficado sem fazer shows no Brasil desde 1968. Apresentou-se no Paraguai em 1982 e 1985, rompendo mais de uma década de silêncio. Mais tarde compôs "Fabiana" em homenagem à FAB (Força Aérea Brasileira). Nos anos 90 foram lançadas coletâneas com obras suas.

Por. Jeane Vidal Jornalista 

POLÍCIA CIVIL CAPTURA OS ÚLTIMOS DOIS ENVOLVIDOS NO LATROCÍNIO QUE VITIMOU PROFESSORA EM VERTENTES

Depois de prender o casal Luiz Gonzaga da Silva e Josefa Rosa Nascimento na semana passada em Ipubi-PE, através de mandatos de prisão expedido pela Comarca da cidade de Vertentes-PE, pelo latrocínio que vitimou a professora aposentada Aldenize Bezerra Correia, que tinha 62 anos de idade, em Vertentes Agreste pernambucano.


CASAL RESPONSÁVEL PELO LATROCÍNIO QUE VITIMOU PROFESSORA EM VERTENTES É CAPTURADO PELA POLÍCIA.

As prisões de Luiz Gonzaga da Silva e de sua esposa Josefa Rosa Nascimento de Andrade aconteceram durante a tarde de ontem (quinta-feira) na Serra da Ladeira na zona rural do município de Ipubi-PE. Contra eles existia um mandato de prisão expedido pela Comarca de Vertentes-PE, por envolvimento no latrocínio que vitimou a professora de inglês, a aposentada Adeniza Bezerra Correia de Araújo, que tinha 63 anos de idade. 

De acordo com as investigações realizadas pela Polícia Civil, Luiz Gonzaga praticou o crime brutal acompanhado de mais dois comparsas que não tiveram os nomes revelados. Ainda de acordo com as informações, a professora Denise como era mais conhecida, foi morta a pauladas e por asfixia no interior da residência onde morava que fica localizada na Avenida Coronel Braz no Centro de Vertentes.

Luiz Gonzaga respondera por latrocínio e sua esposa (Josefa Rosa) por receptação dolosa. Vale destacar que a vítima já havia procurado a Delegacia de Polícia se queixando de alguns furtos que vinham acontecendo em sua casa. Outro fato que merece destaque, é que, cerca de cinco dias antes do crime, os cachorros da professora foram envenenados.
Com o casal foi encontrado o automóvel Chevrolet Onix de cor branco e placas OYY-5317 e diversas joias que pertenciam à vítima, além de R$ 658,00 (seiscentos e cinquenta e oito reais) em espécie, que segundo os policiais, é parte do dinheiro que foi subtraído da professora Denise.

Os acusados foram apresentados na Delegacia de Polícia da cidade de Ouricuri-PE. A Polícia estar à procura dos outros dois elementos que participaram diretamente do latrocínio.

Depois da prisão do casal envolvido diretamente no crime, a equipe comandada pelo delegado Luiz Carlos Lins conseguiu prender na manhã do último domingo (31 de janeiro), o imputado Paulo Nascimento Andrade, vulgo Paulinho, irmão da Josefa Rosa.

Dando prosseguimento às diligências os policiais conseguiram ainda apreender um adolescente de 17 anos de idade, filho da Josefa, que também participou do latrocínio.

A Polícia informou que, a acusada trabalhava na casa da professora e tramou juntamente com o marido, o irmão e o próprio filho, a execução do crime brutal.


PROFESSORA É VÍTIMA DE LATROCÍNIO NA CIDADE DE VERTENTES

O corpo da vítima foi encontrado pelo próprio sobrinho que não teve o nome revelado, que ao sentir falta da professora Aldenize Bezerra Correia de Araújo, tentou entrar em contato com a mesma, como não teve sucesso foi até a residência onde ela morava, na Rua Coronel Braz Bezerra no Centro da cidade de Vertentes no Agreste de Pernambuco.
Ao chegar no imóvel o sobrinho percebeu que a motocicleta Honda CG-150 e o automóvel Chevrolet Onix da vítima não estavam na garagem que se encontrava com o portão apenas encostado. Ao entrar na casa o jovem verificou que tudo estava revirado e ao chegar em um dos quartos encontrou o corpo da vítima caído sobre o chão e coberto com várias roupas e lençóis.

 
O crime possivelmente aconteceu no final da manhã de ontem (sexta-feira), mas o cadáver só foi localizado durante a noite, quando a Polícia Militar foi acionada e esteve no local onde foi feito todo o isolamento da área do crime até a chegada da Polícia Civil que realizou o levantamento cadavérico. 

Marcas e ferimentos causados por espancamento foram identificados pelo corpo. Acreditasse que a vítima tenha sido estrangulada até a morte com um pedaço de pano. Próximo do corpo também foi encontrado uma enxada com o cabo quebrado, que pode ter sido utilizado para atingir a professora. 

Os policiais informaram ainda que não existiam sinais de arrombamento na residência. O corpo da professora Denize que morava sozinha e tinha 62 anos de idade foi encaminhado para o IML da cidade de Caruaru.

Com informações e fotos do blog agreste noticia.

Seguranças prendem mulheres furtando no Moda Center

Uma equipe de seguranças do Moda Center Santa Cruz deteve duas mulheres praticando furtos na manhã desta segunda-feira (01). Residentes no bairro José Pinheiro, em Capina Grande (PB), elas foram presas em flagrante com sacolas cheias de produtos roubados no interior do centro de compras.

Juliana Késsia Rangel, 28 anos, estava em companhia de outras mulheres que conseguiram escapar. De acordo com a polícia, já existia um mandado de prisão em aberto contra ela na 4ª Vara Criminal de Campina Grande, também por furto.

Já Rosalba de Oliveira, 44 anos, figura conhecida pela segurança, foi presa pela quarta vez no Moda Center.

As duas mulheres foram encaminhadas à Colônia Penal Feminina de Buíque, no Agreste. As vítimas foram chamadas para recuperar seus pertences.

De o gerente de Operações e Segurança, tem havido uma grande diminuição nos casos de furtos no Moda Center Santa Cruz.

“Isso é fruto de um trabalho que conta com o apoio da polícia e a sensibilidade da administração do parque, que não tem medido esforços para dotar o Moda Center do aparato necessário para prover a segurança dos nossos clientes e condôminos”, disse Walmir Silva.

Segundo ele, os furtos que acontecem são imediatamente esclarecidos, com seus autores presos e encaminhados à delegacia.

Reforçada campanha contra trabalho infantil no Carnaval

Durante o período carnavalesco, o Ministério Público do Trabalho (MPT) reforça a campanha “Trabalho infantil não é legal” em todo o Brasil. A iniciativa busca conscientizar sobre a exploração de crianças e adolescentes, cada vez mais comum em grandes eventos. Nas peças, são exemplificadas algumas atividades em que as crianças e adolescentes são exploradas.

A ação abrange revistas de bordo, veiculação em rodoviárias, aeroportos e mobiliários urbanos como paradas de ônibus. Pelo grande fluxo de turistas e foliões, as cidades de Salvador, Recife, São Paulo e Rio de Janeiro terão a iniciativa intensificada.

As imagens ainda contam com dados sobre o trabalho infantil e informações acerca do combate à atividade ilegal, incluindo contato para denúncia – o Disque 100. No Recife, a campanha pode ser conferida nos painéis da sala de desembarque do Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre, passagem obrigatória para todos os passageiros desembarcados dos voos domésticos e internacionais.

Campanha

A intervenção, desenvolvida pela agência DPZ&T, foi custeada com recursos oriundos de ação civil pública (ACP) movida pelo MPT de São Paulo contra a McDonald’s Brasil, em 2006. Por não se adequar às exigências do MPT previstas no TAC, descumprindo a legislação trabalhista, a rede de fast food foi obrigada a destinar R$ 11,7 milhões à promoção de campanhas publicitárias contra o trabalho infantil.

Trabalho infantil

De acordo com a Constituição Federal, só é permitido começar a trabalhar a partir dos 16 anos, exceto nos casos de trabalho noturno, perigoso, insalubre ou penoso ou das piores formas de trabalho, nos quais a idade mínima é de 18 anos. A Constituição admite, também, o trabalho a partir dos 14 anos, mas somente na condição de aprendiz.

HOMEM É PRESO APÓS TENTAR MATAR CRIANÇA DE 5 ANOS NO CENTRO DE CORRENTES

Um homem foi preso pela Polícia Militar na tarde desta segunda-feira (1) em Correntes no Agreste.

José Maria Francisco da Silva, 29 anos, teria tentado matar uma criança de 5 anos com uma barra de ferro, a PM informou que o caso aconteceu na Avenida Raimundo Calado, quando a viatura chegou ao local do fato encontrou a criança com um ferimento nas costas, e o homem estava com a barra de ferro na mão alterado e foi desarmado pelo policiamento.

A criança foi encaminhada ao hospital de Correntes, recebeu atendimento e foi liberada, o elemento foi encaminhado ao plantão da 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns, autuado em flagrante e recolhido a cadeia pública.

Deputado Edilson Silva pede transparência das autoridades sobre as fugas em massa de janeiro

Foto: Acervo/ JC Imagem 

Uma audiência sobre o sistema prisional do estado foi realizada nesta terça-feira (2). O encontro ocorreu no auditório da Assembleia Legislativa de Pernambuco, na área central do Recife. Estiveram reunidos integrantes da Comissão de Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular; o secretário de Justiça do Estado, Pedro Eurico, e o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho.

A Comissão de Cidadania sob a presidência do deputado Edilson Silva pediu que os secretários prestassem esclarecimentos sobre os casos dos presídios em Pernambuco.

Duas fugas em massa de presidiários foram registradas em menos de uma semana. No último dia 20, 53 presos fugiram da Penitenciária Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife. No dia 23, 40 detentos escaparam do Presídio Frei Damião de Bozzano, no Complexo Prisional do Curado.

Para o presidente do colegiado deputado Edilson Silva, é importante a transparência das autoridades no caso. “A natureza desse acontecimento, as responsabilidades, o que está sendo feito, a situação dos que fugiram, se já foram recapturados, se não foram, como está, porque que não está tendo uma busca junto à sociedade, mostrando o rosto de quem fugiu. Muitas dúvidas pairam”, comentou o deputado. 

O secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, comenta que a presença no plenário não é nada mais que uma obrigação no serviço público. “Voltar a assembleia, prestar esclarecimento e prestar contas eu acho que isso faz parte das obrigações do homem público”, disse. “Vamos prestar os esclarecimentos necessários aos meus queridos amigos deputados”, finalizou o deputado. 

Tribunal mantém condenação da Prefeitura do Recife em ação sobre trabalho infantil

Ao negar provimento a recurso, o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE) manteve a condenação da Prefeitura do Recife (PCR), em razão da falta de promoção de políticas públicas de combate ao trabalho infantil na cidade. Desde junho deste ano, quando houve a decisão no primeiro grau, acatando parte dos pedidos feitos na ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco, a PCR estava obrigada a tomar providências para erradicar o problema. Embora o acórdão tenha sido publicado nesta quarta-feira (27), a decisão foi tomada em unanimidade pelos desembargadores da Primeira Turma Recursal do TRT-PE no início do mês de dezembro.

De acordo com o documento, a prefeitura segue penalizada a cumprir os seguintes procedimentos: realizar diagnóstico, em desenvolvimento junto à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com identificação da situação do trabalho infantil no prazo de 90 dias; elaborar e implantar Plano de Ação para Enfrentamento e Erradicação do Trabalho Infantil; e monitorar adequadamente o Plano Municipal, informando ao MPT os resultados com frequência semestral.

A PCR também deve elaborar levantamento das condições dos espaços destinados à realização do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e, juntamente, um plano para reversão do que não estiver adequado. Além disso, o órgão ainda tem que executar, em conjunto com o Conselho Tutelar, monitoramento diário do trabalho de crianças e adolescentes em locais públicos; realizar campanhas de conscientização de forma periódica; e promover parcerias com instituições para que sejam encontradas alternativas de solução para o problema. Em caso de descumprimento, a prefeitura será multada no valor de R$ 500,00 diários por cada obrigação descumprida.

O recurso foi negado, segundo a publicação, pois a PCR não apresenta evidências de que busca erradicar a atividade na cidade. “Não resta dúvida de que o município, apesar de algum esforço, não tem atuado de forma minimamente razoável para erradicar o trabalho infantil”, relata o texto. É afirmado, ainda, que as provas do processo demonstram a passividade do órgão frente ao problema. “Os documentos indicam que os programas para combate ao trabalho infantil não são suficientes. As matérias jornalísticas e os relatórios de fiscalização da SRTE/PE existentes nos autos demonstram o problema crônico do trabalho infantil na cidade do Recife”, conclui.

Na avaliação do MPT, "o acordão reconhece a necessidade do estado brasileiro de promover políticas públicas capazes de efetivar os direitos da infância e da juventude”. E ainda: “É uma vitória importante, pois a efetivação dos direitos necessariamente passa pela promoção de políticas públicas de prevenção e erradicação do trabalho infantil e proteção do trabalho do adolescente e a implementação de programas, atividades e projetos, o que não tem sido feito pelo município do Recife, conforme verificado nas investigações feitas pelo órgão e confirmado pelas decisões da justiça.”

Entenda o caso

O MPT realizou, em 2011, audiência com a prefeitura, na tentativa de resolver extrajudicialmente os problemas de trabalho infantil encontrados no município. Para coletar mais informações, entre outubro de 2011 e fevereiro de 2012, em conjunto com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o MPT fiscalizou a situação de 12 núcleos do Peti.

Diante da impossibilidade de acordo, em janeiro de 2013, o MPT ingressou na justiça do Trabalho com ação civil pública contra o município, exigindo a tomada de atitudes por parte das autoridades competentes. Durante todo o processo, o MPT tentou entrar em acordo com as autoridades municipais, inclusive acumulando novas denúncias. A prefeitura não firmou acordo judicial.

Em maio deste ano, a juíza Regina Moura Maciel, da 18ª Vara do Trabalho, condenou a PCR a implementar políticas públicas de combate ao trabalho infantil no prazo de 120 dias, contados a partir do dia 6 de maio, data em que a decisão foi proferida. Na sentença, a juíza reconheceu que a prefeitura vinha realizando, ainda que de forma tímida, alguns trabalhos para combater a exploração de crianças, mas que só foram iniciados após a intervenção do MPT no caso. Ela pontuou, porém, que o empenho da PCR não era suficiente para assegurar a erradicação da atividade.

AGRICULTOR DE 55 ANOS FOI ASSASSINADO A FACADAS EM JAQUEIRA/PE

O município de Jaqueira na Mata Sul pernambucana registrou um homicídio na noite de segunda-feira (01/2), no Engenho Laranjeira, zona rural. De acordo com a PM, a vítima foi José Alves Leite, de 55 anos, que morava no Engenho Canudo, área rural de Jaqueira/PE. Ele foi assassinado a golpes de facão, desferido por dois elementos desconhecidos que chegaram a pé e efetuaram os golpes. Os criminosos desapareceram e não foram mais vistos.

A Polícia Civil realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o IML de Caruaru.

É tudo culpa da crise! Será mesmo?


A frase mais utilizada na atualidade é que, "é tudo culpa da crise", Eu diria que talvez uma má administração, a corrupção, a falta de amor e respeito ao próximo tenha um pouco haver com nossa triste realidade, porém, é mais fácil colocar a mascará da crise para esconder os reais culpados.

Recentemente recebi a triste informação que por "culpa da crise", a prefeitura está fazendo cortes no quadro de funcionários, e lamentavelmente estes cortes retiraram alguns professores de salas de aula em plena atividade.

A informação acima me fez refletir, com tantos servidores públicos que visivelmente pouco fazem, quais os critérios utilizados para retirar profissionais tão importantes quanto os professores que estão em atividade?

Por mais grave que seja a "crise", será mesmo que cortes na Educação é a melhor opção? Digo isto, porque é justamente fortalecendo a educação que amenizaremos no futuro o problema da violência que tanto nos aflige hoje.

Finalizo com uma frase dita por Barack Obama, que serve de recado pra muita gente;

Nós fazemos a política do cinismo ou, a política da esperança?!


Por Joseilson Chagas

Operação Carnaval’ será apresentada em Santa Cruz do Capibaribe

Na próxima quarta-feira (03), acontece a apresentação da ‘Operação Carnaval’, que será realizada pelas Polícias Civis, Militares, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal de Santa Cruz do Capibaribe.

Na ocasião, será exposto o trabalho da segurança pública a ser efetivado, durante os dias carnavalescos.

Um dos focos da operação, como vem acontecendo nos últimos anos, é coibir as invasões por meio de arrombamentos às residências e pontos comerciais, em período em que muitos populares viajam para o litoral.

O evento acorrerá no auditório da Secretaria de Educação, com horário agendado para às 10h.

Shareaholic