sábado, 30 de janeiro de 2016

MULHER MORRE ATROPELADA POR CAMINHÃO, EM BOM CONSELHO

Uma mulher morreu de forma trágica no início da noite deste sábado (30/1), na entrada do Distrito de Logradouro dos Leões no município de Bom Conselho/PE. De acordo com informações da Polícia Militar, Andrea Tenório Cavalcante de Miranda, de 43 anos, que é prima do prefeito de Bom Conselho e moradora do referido distrito, teria pego uma carona em um veículo que transporta leite, o qual lhe deixou na entrada do referido distrito, tendo ela ido para atrás do veículo (caminhão) tendo o motorista dado ré e lhe atropelado.

Ela ainda foi socorrida pelo SAMU até o hospital local onde chegou com parada respiratória. A equipe médica realizou todos os procedimentos necessário, mas não conseguiram reverter a situação, devido à gravidade do trauma. Possível perfuração pulmonar e fraturas internas. No corpo dela foi visualizado marcas de pneus nas costas e pernas.

O motorista do veículo não foi localizado. As causas do acidente deram ser investigadas pela delegacia do município.

PRESO EM CANHOTINHO ELEMENTO ACUSADO DE AMEAÇAR A COMPANHEIRA ARMADO DE FACA

Através de informações via “Pm Conectado” policiais militares da cidade de Canhotinho no Agreste prenderam o Cícero Antônio da Silva, de 34 anos. Segundo a PM, ele estava armado de faca peixeira e ameaçando a companheira de morte. O suspeito se desfez da faca antes da chegada do policiamento, mas foi flagrado pelos militares na porta da residência da vítima querendo adentrar. Foi realizado abordagem ao indivíduo, sendo necessário o uso da força, tendo em vista ele estar bastante agressivo.

O meliante foi detido e conduzido ao plantão da Delegacia Regional em Garanhuns, onde o imputado foi atuado em flagrante, sendo arbitrado uma fiança de R$ 1.500,00, não sendo paga, o mesmo foi recolhido à Cadeia Pública de Lajedo.

POR DESCUMPRIMENTO DE COMPROMISSO POR PARTE DO GOVERNO, POLICIAIS CIVIS FARÃO ASSEMBLEIA E PODEM DECRETAR GREVE

Na próxima terça-feira (02/02) o Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco) realizará uma assembleia geral para discutir medidas acerca do descumprimento de compromissos firmados por parte do Governo do Estado com a categoria. Apesar de firmar em documento, o governo ainda não publicou no Diário Oficial a formação dos dois grupos de trabalho para reformular o PCCV (Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos) e para elaborar a Lei Orgânica da Polícia Civil.

Ainda de acordo com os compromissos entre governo e categoria assinado em dezembro de 2015, no início do período legislativo, que compreende o dia 1º de fevereiro, o Governo enviaria um Projeto de Lei reformulando o atual PCCV da Polícia Civil e alterando as faixas de progressão de 1,5% para 2%, que já poderia vigorar em abril de 2016. “Disseram que iriam esperar a conclusão do primeiro quadrimestre do ano. Não foi isso que firmaram com a gente”, denuncia Áureo Cisneiros, presidente do Sinpol.

Áureo Cisneiros também explica que a diretoria do sindicato procurou a assessoria da Secretaria de Administração durante todo mês de janeiro, mas não obteve nenhuma confirmação sobre a criação dos dois grupos de trabalho. “Não estamos pedindo favor, queremos a realização de compromissos que o governo assinou com os policiais civis”, explica o dirigente.

O Sinpol alerta que os quase 5 mil policiais civis de Pernambuco continuam trabalhando em delegacias com péssimas condições de atendimento, com carga horária excessiva e recebendo o pior salário de policial civil do Brasil. Segundo dados do próximo governo estadual, o efetivo ideal para a polícia civil em 2015 deveria ser de 10 mil policiais na ativa.

“Nenhum Governo assina um termo de compromisso com uma categoria e descumpre em menos de um mês. Não vamos tolerar esse tipo de tratamento. O governo parece que não se preocupa com a segurança pública que é um direito do cidadão”, denuncia Áureo.

Por conta das crises hídrica e econômica, prefeito de Cabaceiras decide deixar vida pública

(Foto: Reprodução/ Internet )

Luís Aires afirma que vai abrir mão de concorrer porque não teria como subir em palanque para fazer promessas que não poderá cumprir.

Ouça a matéria completa no player abaixo:
Da Redação da radio campina fm 

VALE A PENA VEM DE NOVO

           

Shareaholic