segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Legislativo, Polícia Militar e população se unem em Santa Cruz do Capibaribe

Na noite da última quinta-feira, 26 de novembro, moradores do Loteamento Portal Santa Cruz se reuniram com o comando do 24ª Batalhão de Polícia Militar (BPM), Secretaria de Defesa Social e com o primeiro-secretário da Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe Ronaldo Pacas (PSDC) para estreitar os laços de uma parceria firmada graças ao esforço do vereador entre população e forças de segurança.

O Tenente-Coronel Reinaldo Mesquita (comandante do BPM), o Major Sena (secretário de Defesa Social), aproveitaram o momento para prestar contas das ações da Polícia Militar e Guarda Municipal (GM). Já o vereador Ronaldo Pacas aproveitou para expor sua intenção e trabalho nos pedidos de retorno da ronda policial na localidade, bem como, a parceria firmada. 

Major Sena disse "a gente trabalha buscando ação preventiva. Temos que juntar esforços e saber onde aplicar eles com inteligência e isso só vai pode acontecer coma a colaboração dos senhores." Ao reforçar o compromisso da secretaria com a comunidade Sena adiantou ainda que se algum cidadão for tratado forma grosseira por algum guarda, deve acionar o comando da GM ou o secretário, pois o objetivo é humanizar o atendimento da Guarda Civil Municipal de Santa Cruz do Capibaribe.

O Comandante Reinaldo falou do interesse da PM em restaurar uma sensação de segurança que havia antes ´´Nós geralmente quando temos oportunidade de participar, e foi muito feliz quando o vereador nos procurou para que pudéssemos nos reunir enquanto comunidade e aproveitamos, pois essa integração só contribui para trazer ainda mais segurança para nossa cidade``.

Reinaldo comparou a atuação da polícia com a do médico que busca enquadrar no tratamento do paciente a medicação mais coerente para o problema de saúde que se apresenta. 

O comandante do BPM reforçou a necessidade da população registrar os delitos ´´A população muitas vezes não vai até a polícia registrar e isso é ruim, pois quando se apresentam os números oficiais percebesse que a comunidade não teve tantos registros quanto se comentam. Ou seja, oficializar as ocorrências é imprescindível para que o trabalho da PM seja eficiente``.

A comunidade interagiu relatando os principais problemas e horários que a comunidade enfrenta maiores índices de infrações contra os moradores e suas residências 

Ao final, o comandante divulgou o número do WhatsApp como ferramenta de contato mais direto entre a comunidade e a Polícia Militar: o 9 9488 5748 e o WhatsApp do próprio comandante Reinaldo, o 94885866

Ronaldo Pacas falou sobre sua intenção ao articular esse grupo de atuação comunidade - polícia " eu fui cientificado por algumas pessoas do bairro o que estava acontecendo. E a nossa intenção é tentar minimizar isso``.

Assessoria de Imprensa do Vereador Ronaldo Pacas (PSDC)

Renato Teixeira faz show no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto

A apresentação será no dia 10 de dezembro, às 20h, e faz parte do projeto Tour, da Associação Edelweiss realizado com o objetivo de divulgar a verdadeira música de raiz. Os ingressos, com preços populares, custam de $ 10,00 (meia) a R$ 20,00 (inteira).

Considerado um dos mestres da música sertaneja, Renato Teixeira realiza show em Ribeirão Preto, no dia 10 de dezembro, às 20h, no Theatro Pedro II. No repertório, os grandes sucessos de sua carreira, como Romaria, Frete, Tocando em Frente e Amanheceu, além dos hits da música folk nacional em novas roupagens.
O show faz parte do projeto Tour, realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Estado da Cultura e do Programa de Ação Cultural (ProAC). O patrocínio é da Astra S/A e a produção executiva da Track&Marketing. Os ingressos, com preços populares, custam R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00 (inteira). Informações pelo telefone (16) 3977-8111.

Sobre Renato Teixeira

Renato Teixeira nasceu em Santos, em 20 de maio de 1945. Passou a infância em Ubatuba e a adolescência no interior do estado. Depois, mudou-se pra Taubaté, onde ele e a família levavam uma vida melhor.

O interesse pela música já era familiar. Seu avô, por exemplo, tocava bombardine em uma banda. No final dos anos sessenta, mudou para São Paulo. Por sorte ou destino, pessoas influentes conheceram suas músicas e logo as portas se abriram.

Participou do Festival da Record de 1967 com a música "Dadá Maria", defendida por Gal Costa e, também, por Sílvio César.

Na virada dos anos sessenta para os setenta a música silenciou. Renato então passou a fazer jingles publicitários para sobreviver.

Participou efetivamente da Coleção Música Popular Centro Oeste/ Sudeste de Marcos Pereira, onde gravou algumas canções. Com os lucros publicitários e em parceria com Sérgio Mineiro criou o Grupo Água. Foi com esse grupo que conseguiu assimilar o espírito da cultura caipira e projetá-la de uma forma contemporânea para todo o Brasil. Tocaram até com Elis Regina e foi um grande sucesso.

Teixeira fez parceria com Almir Sater e compuseram várias músicas de sucesso juntos. Outra parceria importante para a carreira do artista foi com a dupla Pena Branca e Xavantinho. Juntos gravaram o disco "Ao Vivo em Tatuí", que se transformou num marco no gênero.

Atualmente, toca sua carreira pessoal com uma agenda requisitada e cheia de shows. Também faz parte do projeto “Amizade Sincera” com seu querido amigo Sérgio Reis. O DVD já ganhou disco de ouro e a agenda de shows da dupla se mantem cheia. Faz também algumas apresentações com o projeto Renato Teixeira & Filho, com seu filho Chico Teixeira.

Na estrada há anos, seu projeto de vida é dar continuidade ao sonho de divulgar e difundir cada vez mais o espírito do caipirismo valeparaibano, não pela repetição das velhas formas, mas pelo potencial que esse universo cultural oferece para que, como sempre, a música brasileira avance em direção ao futuro, coerente com a evolução, naturalmente moderna.

Repertório do show

Viola Malvada (Renato Teixeira)

Amanheceu, peguei a viola (Renato Teixeira)

Um violeiro toca (Renato Teixeira/Almir Sater)

Cavalo Bravo (Renato Teixeira)

Plantinhas do Mato (Renato Teixeira)

Calix Bento (Extraído do Folclore adaptado por Tavinho Moura)

Casinha Branca (Elpídio dos Santos)

Saudade Danada (Elpídio dos Santos)

Trem do Pantanal (Geraldo Rocca/Paulo Simões)

Cuitelinho (Extraído do Folclore adaptado por Paulo Vanzolini/Antônio Xandó)

Frete (Renato Teixeira)

Pai e Filho (Renato Teixeira/Chico Teixeira)

Mais que um viajante (Chico Teixiera)

Amizade Sincera (Renato Teixeira)

Amora (Renato Teixeira)

Tocando em frente (Renato Teixeira/Almir Sater)

Romaria (Renato Teixeira)

Cabecinha no Ombro (Paulo Borges)

Felicidade (Lupicínio Rodrigues)

Ateliê da Notícia

Jornalista responsável: Vera Longuini

Cel (19) 9 9771-6735 – Vivo e 19 98100-9688 (tim)


CORPO ENCONTRADO DENTRO DE SACO EM PALMARES/PE

Na manhã de segunda-feira (30/11), populares encontraram um corpo dentro de um saco que estava amarrado e jogado próximo a uma Ponte nas imediações da Rodoviária de Palmares, na Mata Sul.

A Polícia Militar foi acionada e no local encontrou o cadáver de um homem que foi identificado com sendo, José Cláudio de Lira, de 61 anos, morador da cidade de Panelas/PE. O corpo apresentava várias lesões graves na região do pescoço que veio a degolar a vítima.

O corpo foi encaminhado para o IML. A Polícia Civil deu início às investigações para esclarece autoria e motivação para o crime.








PROGRAMA BUDEGA NORDESTINA

Estreia dia 06 de dezembro na radio farol FM o programa budega nordestina com paulo viana das 14 as 16 horas.


Shareaholic