domingo, 18 de outubro de 2015

PATRULHA RURAL APREENDE REVÓLVER DURANTE OPERAÇÃO EM SÃO JOÃO

Na tarde deste sábado as GTs de Operações e Rural, cumprindo Plano de Ação do 9ºBPM, executou a operação Risco Zero, no município de São João, em bares e estabelecimentos comerciais.

As ações foram executadas nas zonas rural e urbana, com o intuito de reprimir os crimes diversos e levar tranquilidade a comunidade.

Na localidade Lagoa Grande, zona rural, foi abordado o veículo Saveiro, placas PDE-7343 – PE, ano 2015, conduzido por João Batista Rocha de Sousa, o qual portava na cintura o Revólver Taurus, calibre 38, com 5 munições intactas.

O homem foi encaminhado a 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns para as providencias cabíveis.

LAGOA DO OURO: PM REALIZA OPERAÇÃO RISCO ZERO

Na noite do ultimo sábado (17), em cumprimento ao plano de ação do 9°BPM, sob o comando do Cap Fernandes, coordenador de Operações, o efetivo do município de Lagoa do Ouro realizou a Operação Risco Zero, com apoio do efetivo de Correntes.

A operação consiste em abordagens a bares e similares, no intuito de coibir ações delituosas na cidade e proporcionar segurança à população.
Também foram realizadas rondas com abordagens no Distrito de Igapó, Distante 12 KM do centro de Lagoa do Ouro.

Toda a operação terminou sem registro de alteração.

MADRUGADA VIOLENTA EM PARANATAMA, AGRICULTOR É ALVEJADO A BALA NA ZONA RURAL

A madrugada deste domingo (18) foi violenta na zona rural de Paranatama, no Agreste. O agricultor Severino Batista de Santana, se deslocava do Sítio Junco em Paranatama para o Sítio o Sítio Macambira em Caetés, e foi alvejado a bala na região do abdome, ele não soube informar quem teria efetuado o disparo, a vítima foi socorrida para a emergência do Hospital Regional Dom Moura onde recebeu os primeiros socorros e foi transferida para o Hospital da Restauração em Recife.

HOMEM É BALEADO DURANTE ASSALTO NA ZONA RURAL DE CAETÉS

Um homem foi alvejado a bala na madrugada deste domingo (18), após um assalto na zona rural de Caetés no Agreste de Pernambuco, o fato aconteceu no Sítio Laje da Pedra, de acordo com informações da vítima identificada como Valter Alexandre da Silva, ele informou que trafegava pelo local em sua moto quando foi surpreendido por dois homens que roubaram a motocicleta e efetuaram disparos de arma de fogo, ele foi atingido na cabeça e tórax.

Valter Alexandre, foi socorrido para a emergência do Hospital Regional Dom Moura em Garanhuns e em seguida removido para o Hospital da Restauração em Recife. O seu estado de saúde é considerado grave.

PM PRENDE ASSALTANTE EM JOÃO ALFREDO

Após diligências, Policiais do 22º BPM, efetivo do município de João Alfredo no Agreste, prendeu na madrugada deste sábado (17), um homem acusado de um assalto que ocorreu na noite da sexta-feira.

De posse da informação de que uma adolescente foi assaltada por um elemento moreno de estatura média, com uma faca peixeira, o qual havia roubado um celular e o valor de cem reais, os PMs realizaram rondas continuadas e conseguiram localizar e abordar, Adriano José da Silva, 21 anos, marchante, morador de João Alfredo, que portava o celular e cem reais no bolso de sua bermuda, além da faca peixeira em uma bolsa.

A vítima reconheceu o autor do delito, sendo o mesmo autuado em flagrante na Delegacia de Surubim e recolhido ao Presídio de Limoeiro.

Do G1 Caruaru - Onze pessoas ficam feridas em acidente na BR-104, em Caruaru

Foto: Divulgação/PRF

Onze pessoas ficaram feridas em um acidente sábado (17) na BR-104, em Caruaru, no Agreste pernambucano. As vítimas estavam em um carro, que colidiu em uma mureta após acessar a rodovia, de acordo com a assessoria da Polícia Rodoviária Federal.

Três pessoas que estavam na parte da frente do veículo precisaram ser resgatadas por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Os outros ocupantes do carro foram socorridos por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Todos foram encaminhados para o Hospital Regional do Agreste. A unidade hospitalar informou que três pessoas ainda estão internadas - entre elas, o motorista - as outras tiveram ferimentos leves e foram liberadas. 

A PRF não soube informar o que provocou o acidente.

NIA E ROCAM DEBELAM DESMANCHE DE CARROS EM GARANHUNS

Na tarde do ultimo sábado (17), após receber informações repassadas pela Central de Operações do 9º Batalhão, de um possível desmanche de veículos no bairro da Boa Vista em Garanhuns, agentes do Núcleo de Inteligência do Agreste (NIA/9º BPM), realizaram levantamento do local, um terreno onde sua entrada era fechada por tijolos, onde existia um veículo modelo Palio de cor preta ano 2013, sem as placas.
O efetivo da ROCAM foi acionado e quando entraram no local, além do Palio, localizaram uma carcaça de Fiat uno branco, que tinha seu chassi cortado e várias outras peças de Fiat uno, GM Astra, Pickup Strada e Palio Celebration; o local apresentava sinais de abandono e o veículo possuía vidros totalmente escuros.
Como no local não existia ninguém, após trabalho de inteligência foi encontrado o dono o proprietário, o homem identificado como Erandi Enoque Sales, assumiu a propriedade do terreno e informou que o carro que constava como roubado pertencia a sua sogra, e havia sido roubado no estado de Alagoas.
Detido Erandi foi levado para o plantão da 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns para adoção das medidas cabíveis.

TRÊS PESSOAS SÃO ASSASSINADAS NA MANHÃ DESTE SÁBADO EM CARUARU

O sábado (17), começou sangrento com o registro de três assassinatos em Caruaru. O primeiro deles ocorreu num terreno baldio, por trás de uma casa na rua 26 de Julho, no Loteamento Cidade Agreste, ao lado do bairro Rendeiras e teve como vítima, o servente de pedreiro identificado apenas por Wesley conhecido por “Babuíno” ou “Tiririca”, que trabalhava como servente de pedreiro e morava em São Caetano.

O soldado Ermínio, que isolou o local do crime com a soldado Vanessa, disse que populares informaram terem ouvidos tiros durante a madrugada, outros disseram que viram dois elementos em uma moto e alguns populares informaram que a vítima teria se envolvido com uma mulher casada, mas não há informação concreta, nem da dinâmica do crime, nem sobre a autoria do fato. Ele disse que a vítima foi morta possivelmente com tiros de espingarda soca-soca.
O segundo assassinado da manhã do sábado, ocorreu na rua Ernesto Ferreira, no bairro José Carlos de Oliveira e teve como vítima, o desempregado, Jailson Rodrigues Omena dos Santos, de 19 anos, que morava na rua Antonio Soares Costa, no mesmo bairro. Ele foi morto com quatro tiros em via pública.

O soldado Almir Leite da Polícia Militar, que fez o isolamento do local com o soldado C. Silva, informou que não há informação concreta de como o crime aconteceu, apenas populares informam que ouviram disparos e quando saíram na rua encontraram a vítima caída agonizando.

A mãe da vítima, Dona Edileide Maria, falou que o filho era uma pessoa de bem, que tomou café com ela e por volta das 9 horas da manhã saiu de casa e que ela só recebeu a informação da sua morte. Ela disse ainda que ele era trabalhador, nunca foi preso e não era usuário de nenhuma droga.
O terceiro homicídio da manhã do sábado em Caruaru, ocorreu numa estrada de terra no sítio Agreste de Pau Santo, na zona rural da cidade. A vítima, o jovem, Marcelo Antonio dos Santos, de 18 anos, que morava no sítio Olho Dágua da Cana, em Caruaru, namorava uma jovem no sítio Agreste de Pau Santo e hoje pela manhã foi a casa dela e quando estava voltando foi executado com vários tiros, inclusive além dos tiros ele também apresentava uma grande queimadura no peito, provocada pelo escape da sua motocicleta, que não foi levada pelos algozes.

O delegado de homicídios, Dr. Francisco Souto Maior, disse que o jovem foi assassinado e depois foi colocado em cima da moto pelos assassinos, que até o momento não foram identificados. Mas espera que a população colabore com o trabalho investigativo da Polícia Civil. Ele disse ainda que alguns populares informaram que a vítima era envolvida em pequenos delitos como assaltos e furtos.

Os corpos das três vítimas foram encaminhados para o IML local e com estes sobe para 12 o número de pessoas assassinadas este mês em Caruaru e na soma geral já são 169 homicídios este ano na cidade.

(Com informações do Blog de Adielson Galvão)

CASO EVERTON UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA

O DESAPARECIMENTO

Quando parecia que o dia 12 de outubro de 2015 seria mais um feriado ,que poderíamos falar de doces, brincadeiras e de fé, uma tragédia já tinha acontecido em um dos cartões postais da cidade de Sumé no coração do cariri paraibano.

Eram dez horas da manhã quando recebemos a visita na recepção da rádio cidade da mãe de Everton Laudenice dos Santos Siqueira e do padrasto Daniel ,que buscava o apoio da rádio para divulgação do sumiço do Everton, na noite do domingo(11) quando ele ia para a casa da avô na vila dos chaves no bairro da várzea redonda e não teria chegado nem dormido na casa da avó.

Na conversa com o Daniel (Xana) ele narrava com tranquilidade o desaparecimento da criança, em alguns momentos mostrava aflição. A mãe Dinda quieta, parecia assustada e pouco falava.

Fizemos uma grande divulgação na Rádio Cidade, até o final da noite na emissora, com fotos em redes sociais , mobilizamos muitas pessoas que foram em busca do Everton, o Conselho Tutelar , Polícia Militar e Civil e nada de Everton.

O ENCONTRO DO CORPO DE EVERTON

Já era 13 de outubro, 5:45 h da manhã quando um ouvinte me liga e diz “Acharam o menino Jacquelline”, eu prontamente disse : “Graças á Deus, como ele está ,onde ele está agora? E do outro lado pude ouvir “Ele foi encontrado morto, esfaqueado....” Fiquei sem chão, meu mundo caiu, com mãe pensei em meu filho, em tantas coisa em milésimos de segundos que não sabia por onde começar a dizer aos meus milhares de ouvintes.

Os nossos repórteres foram deslocados para o local da desova do corpo de Everton e narravam a cena triste de uma tragédia que parecia anunciada, pois já sabíamos que Everton tinha chegado machucado na creche ,violência essa praticada por seu algozes (padrasto e mãe).Ao lado do corpo praticamente esquartejado estava o pênis de Everton decepado e espetado em uma vara.

AS PRISÕES

Em menos de uma hora, já estavam detidos na delegacia em Sumé Laudenice dos Santos Siqueira de 22 anos conhecida com Dinda que é a mãe de Everton, Joao Batista de Sousa que estava no local em que o corpo foi desovado, o padrasto Daniel Ferreira dos Santos, 31 anos, conhecido com Xana e Denivaldo Santos Silva ,de 37 anos conhecido como Paulistinha.

Os delegados Yure Givago, Paulo Ênio Rabelo ,o delegado Seccional João João ,agentes da Polícia Civicil ,Políicias Militares comandaram mais de 14 horas de investigação, depoimentos e diligências.

Por volta das 10 horas da noite do dia 13 os suspeitos foram transferidos para Monteiro. A investigação continuou durante o dia 14 na quarta feira pelos agenda da Polícia Civil ,e nesta mesma noite os quatro presos foram transferidos sob uma forte escolta policial para João Pessoa. Os três acusados ficaram no PB 1 e a mãe do Everton ficou no Presídio Bom Pastor.

O ASSASSINATO DE BATISTA

Era sexta feira (16) quando acordamos com a notícia da morte de João Batista que foi assassinado por Daniel Ferreira dos Santos, 31 anos dentro do PB1. Na mente diabólica de Xana, ele teria confessado que teria matado Everton e por isso foi morto por asfixia.

Com frieza e dissimulação Xana, acusava Batista da morte de Everton. As opiniões que ouvíamos das pessoas, dos radialistas que cobriram o fato pareciam que a verdade já estava bem próxima. Ninguém acreditava que Batista tinha assassinado Everton.

ELUCIDAÇÃO DO CASO

Ainda não eram 11 horas, quando já sabíamos que o pesadelo já tinha acabado. Foi quando anunciamos com exclusividade pelos microfones da Rádio Cidade que o crime do pequeno Everton que chocou o Brasil estava elucidado. Que os culpados seriam mesmo: Laudenice dos Santos Siqueira de 22 anos conhecida com Dinda que é a mãe de Everton o padrasto Daniel Ferreira dos Santos, 31 anos, conhecido com Xana e Denivaldo Santos Silva, de 37 anos conhecido como Paulistinha e Welligton Nogueira, de 41 anos conhecido com Etin ,natural de Serra Branca. Na sequencia entrevistas ao vivo e exclusivas com os delegados Dr. Rodrigo Monteiro e Dr. Paulo Rabelo os detalhes do crime macabro foi repassado para os nossos milhares de ouvintes. O acesso a nossa página (www.radiocidadesume.com.br) e no aplicativo foi tão grande que em muitos momentos o sistema travou e teve que ser reiniciado para que milhares de ouvintes em todo o Brasil pudesse ouvir o desfecho do caso que tirou o sossego da nossa querida Sumé.

OS DETALHES DO CRIME O RELATO DOS ASSASSINOS

Com a prisão do Etinho que está em Caruaru-Pe, muita coisa foi esclarecida da macabra noite de 11 de outubro no boqueirão em Sumé. Etinho informou em depoimento que no local do crime estavam : Laudenice dos Santos Siqueira de 22 anos conhecida com Dinda que é a mãe de Everton o padrasto Daniel Ferreira dos Santos, 31 anos, conhecido com Xana e Denivaldo Santos Silva, de 37 anos conhecido como Paulistinha e ele Welligton Soares Nogueira. Ele narra que quem desferiu os golpes foi Paulistinha e Xana que ele apenas ficou observando tudo. Conta que realmente tudo foi feito pelos dois e a mãe observa. Etinho conta que o padastro, Paulistinha ,levaram a criança ao boqueirão e a mãe Dinda chegou em seguida e já postos para o “ritual” aplicaram os golpes. A mãe assistia tudo e no final teria levado o sangue do filho em um balde preto para casa. Etinho disse ainda que o corpo ficou no boqueirão, e na madrugada da segunda para terça levaram para o local onde foi encontrado. Segundo o Etin a ideia do crime foi de Paulistinha e do Xana. Etin afirma ainda que tudo aconteceu após as 18 horas o crime foi cometido. Segundo ele a mãe teria dado aval para que a morte da criança acontecesse. Etin disse que é frequentador de terreiros de macumba e que todos que cometeram o crime também.

Etin ainda esclareceu que o Xana forjou a participação de Batista e teria atraído ele para o local onde estava o corpo de Everton para que ele juntamente com Xana levasse o corpo dali em um saco. Etin categoricamente que realizou um ritual com a criança, e que inclusive seria duas crianças. Everton e sua irmã de 8 anos também iria ser sacrificada. A irmã só não foi morta também porque correu para a casa da avó.

Em depoimento ele declarou que quem degolou Everton foi o Paulistinha que desferiu o golpe na altura do pescoço que o sangrou, em seguida Xana fez os demais cortes.

Etin até a publicação dessa matéria está preso na cidade de Monteiro.

RETIRADA DE ÓRGÃOS

Etin ainda confirmou que foram retirados órgãos da criança a exemplo do pedaço do fígado e de um olho, fato esse que deverá ser confirmado pelo laudos periciais que deverá ser entregue a Polícia, nesta terça ou quarta feira da semana que vem.

Uma maquita estava no local do crime, mas Etin disse que ela não foi usada. Informalmente ele informou ao Delegado Dr. Paulo Rabelo, que um trabalho desses, tem um valor estimado em 10 mil reais.

PENA PREVISTA

O crime é homicídio duplamente qualificado a pena vai de 12 a 30 anos de reclusão. Houve também uma associação criminosa para o cometimento de crime hediondo.

PERFIL DOS ASSASSINATOS

Os envolvidos são qualificados com sendo pessoas de alta periculosidade, frieza e crueldade. O crime foi planejado para que os fatos reais não aparecessem.

DEPOIMENTO DA MÃE DEPOIS DA CONFISSÃO DE ETIN

A Laudenice dos Santos, mãe de Everton foi ouvida no Presidio Feminino Júlia Maranhão logo após a confissão de Etin, afirmou que Xana avisou que mataria ela e o Everton e que sabia que o filho seria morto. Que não avisou a Polícia o que aconteceu porque Xana a ameaçou de morte.

Dinda afirmou ainda que Xana não dormiu em casa nem na noite de domingo para segunda nem de segunda para terça e que foi durante a bebedeira no açude público no domingo que o crime foi todo combinado por Paulistinha e Xana. Declarou ainda que Xana e Paulistinha fumam sempre crack juntos.A mãe ainda conta que estava no local do crime e que antes de ser golpeado Everton gritou várias vezes pedindo socorro à mãe e que ela não deixassem que fizessem aquilo com ele.

A mãe com toda frieza, afirmou ainda que o filho ficou ciscando e que Paulistinha segurou a vítima de forma que o sangue caísse todo na bacia. Que teria sido Xana que decepou o pênis de Everton com o golpe no tórax.

Quando ela fala de Etin no cenário do crime cruel ela diz que ele observa tudo “rindo”.Que supõe que Etin seja o pai de santo que teria determinado o cometimento do crime. Que após o crime o cadáver da criança foi lavado e que as armas usadas para o crime : foice, faca e bacia foram levados para o boqueirão por Paulistinha. A mãe ainda confirma que os dois filhos Everton e Evelyn iriam para o sacrifício e que a menina fugiu para a casa da avó por isso escapou de ser morta.

Ela ainda declarou que não sabe se sua mãe tem envolvimento, mas sabe que ela é frequentadora de terreiros de umbanda.

A mãe Dinda, destacou que disse que foi Batista que cometeu o crime ,porque foi mandada por Xana e Paulistinha porque se não dissesse morreria também.

Laudenice concluiu o seu depoimento ao Delegado Dr. Yure Givago relatando que o sangue do menino não seria bebido e sim ofertado mas não sabia a quem.

PRÓXIMOS CAPÍTULOS

A Polícia agora dentro do prazo de 30 dias para a conclusão do inquérito trabalha para descobrir para onde foi principalmente o sangue do Everton e possivelmente o pedaço do fígado e um olho que foram retirados conforme depoimento do Etin.

A Polícia Civil através das equipes comandadas pelos Delegados João Joaldo, Yure Givaldo, Paulo Rabelo e Gilson Duarte fizeram um grande trabalho de investigação que merece os nossos aplausos. Além dos Policiais Militares a participação da população foi fundamental para se chegar a conclusão desse bárbaro crime.

O que fica é a certeza de que jamais vamos esquecer o que aconteceu com o Éverton e que daqui prá frente a história dos nossos pequeninos carentes e com “mães” irresponsáveis ,insensíveis ,violentas e desequilibradas sejam refeitas por outras Mães que sabem o valor desse amor tão forte e verdadeiro.

Fonte: Jaqueline oliveira

DROGA E ARMA SÃO APREENDIDAS NUMA RESIDÊNCIA EM PESQUEIRA

Policiais militares da cidade de Pesqueira no Agreste apreenderam cerca de 93 pedras de crack, 380 gramas de maconha e uma espingarda calibre 12 e mais 13 cartucho do mesmo calibre em uma residência na Rua Manoel Tenório de Brito, bairro Xucuru. A apreensão aconteceu durante a madrugada de sábado (16). A dona da casa, Nilda Bezerra, 43 anos, foi detida e autuada em flagrante por tráfico de droga. Na delegacia de Belo Jardim ela disse que a droga era de seu filho, porém, ele havia fugido ante da chegada da polícia.
Segundo a PM, o efetivo recebeu uma denúncia anônima que na residência estava havendo uma perturbação de sossego, no local os militares encontraram tudo revirado, possivelmente havia tido uma briga generalizada. Foi feita uma revista no local onde foi encontrado o material apreendido.

A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Belo Jardim.

Colisão frontal de duas motos deixa vítima fatal em Serra Branca

acidente_moto_sb_2015Um grave acidente envolvendo duas motos deixou um adolescente de 15 anos morto na BR 412, próximo a entrada do Sítio Cantinho.
Segundo informações Breno Cilenio, conhecido como Flau e filho de Beninha, colidiu de frente com Severino Félix da Cruz, de 49 anos, e morreu no local. Flau era menor de idade e ainda não se sabe a causa do acidente.

Severino foi socorrido às pressas em estado grave. A polícia está no local.

Shareaholic