domingo, 26 de julho de 2015

MENOR DE 16 ANOS FOI MORTO COM TIRO DE 12

Um menor de 16 anos foi alvejado com um tiro de espingarda calibre 12, na cabeça. O crime aconteceu no Sítio Cachito zona rural de Sirinhaém/PE, na Mata Sul. Segundo informações da polícia, a vítima foi Genival Vicente, que tinha 16 anos e residia na Rua da Invasão no bairro Rurópolis em Ipojuca. Um elemento morador do Distrito de Carmela seria o executor do disparo, porém, o policiamento não conseguiu encontrá-lo.

A Polícia Civil encaminhou o corpo para o IML e deu inicio as investigações.

EMPRESÁRIO QUE TEVE LOJA ARROMBADA EM SANTA CRUZ DESABAFA NAS REDES SOCIAIS

O empresário Wagner Santos depois de ver que sua loja havia sido alvo de um arrombamento, utilizou as redes sociais para desabafar contra a violência que impera na cidade de Santa Cruz do Capibaribe. Confira:

Novamente fui vitima da violência que aflige a cidade de Santa Cruz do Capibaribe e o estado de Pernambuco. Falace tanto do Pacto Pela Vida que não passa de projeto frustrado e sem resultados positivos de um governo que nem sabe de onde veio e para onde vai. É preciso dar um basta! Já passou o tempo. Essas transformações não virão de cima para baixo. Os corruptos em todas as escalas, não querem a mudança. Portanto, terá que partir de baixo para cima.

Outrora, lamentavelmente, não nos importávamos com esses problemas e suas consequências porque eram periféricos, mas agora estão na nossa porta e, com a reincidente omissão não serão resolvidos, mas aumentados e ficarão num futuro muito próximo descontrolado. O tempo vai passando e as coisas continuam do mesmo jeito, talvez pior. As Instituições que deveriam defender o Cidadão, não cumpre esse papel, como são feitas por pessoas, acaba se degenerando em nome do poder material.

A sociedade corrompida pelas drogas, violência, pobreza, miséria, prostituição, tráfego de mulheres e crianças, favelamento urbano, fome, seca..., se fossem enumerar as mazelas da sociedade brasileira, não seria um artigo, mas uma enciclopédia de criminologia social.

Diante dessa sociedade doentia o cidadão perde a esperança, olha de um lado, do outro, e não ver luzes no final do túnel, o que fazer? Entregar os pontos não é a solução, acreditar com esperança por mais difícil que seja e participação política, ser diferente do resto indiferente. É hora de vereadores de oposição deixar de tanto fazer zoada em microfones de emissoras de rádio e também os vereadores da situação, o senhor prefeito e o deputado tirarem o ‘rabinho’ preso dentre as pernas e que estes representantes todos juntos vá ao gabinete do Governador e cobre mais pela a segurança. Vale lembra que o número de viaturas da cidade de Santa Cruz do Capibaribe está bem reduzido, em outrora víamos mais viaturas nas ruas.

Shareaholic