domingo, 7 de junho de 2015


Ex-presidiário é recolhido após invadir escola e roubar diversos produtos em Jataúba


A Guarnição Tática (GT) realizava rondas na Rua Zacarias José de Melo, quando foi solicitada para verificar uma possível invasão a Escola Antônio Vieira de Melo, localizada no bairro Cohab no município de Jataúba.

Ao se deslocar para verificar a situação, constatou que os cadeados estariam quebrados que havia sido furtada uma grande quantidade de alimentos e que o suspeito seria Elton Jonathan Silva Araújo, conhecido por “Xapampa” (29 anos) que foi avistado por um popular, que o referido acusado teria chegado em casa com várias caixas pesadas.

A GT da área ao tomar conhecimento do fato se deslocou a residência de “Xapampa” e ao chegar no local foi feita uma revista na sua residência, onde forma encontrados 44 produtos alimentícios, 18 produtos de limpeza, 1 garrafão de água de 20 litros, 1 alicate de pressão e um “pé de cabra”.

O acusado confessou que teria praticado o furto na escola com um “alicate de pressão e um pé de cabra” e que teria mais produtos e que alguns produtos já teriam sido vendidos para a compra de drogas.

Diante dos fatos o acusado que já teve passagens pela polícia, foi conduzido para a delegacia de polícia de Santa Cruz do Capibaribe e em seguida recolhido para a cadeia de Jataúba.

homicídio em Santa Cruz do Capibaribe

Fotos: Fernando Lagosta

Um crime de morte aconteceu na madrugada deste domingo (07) em Santa Cruz do Capibaribe. A vítima foi José Ricardo da Silva, 23 anos, residente no sítio Porteiras de Cacimba de Baixo.

O corpo foi encontrado pela manhã, às margens da PE-160, nas proximidades da construção da cadeia pública, em uma ribanceira, junto a uma moto.

Com base na cena do crime os policias concluíram que a vítima pode ter sido perseguida antes de morrer, já que vários disparos de arma de fogo atingiram José Ricardo pelas costas.

De acordo com informações obtidas pelo Blog, a vítima trabalhada na oficina de motos de “Roxinho”, em Santa Cruz do Capibaribe.

A Polícia Civil ainda não divulgou informações sobre suspeitos.

Pacientes com câncer podem recorrer à Justiça contra o SUS e planos de saúde

Dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), vinculado ao Ministério da Saúde, indicam que, a cada ano, mais de 12 milhões de pessoas são diagnosticadas com câncer em todo o mundo, das quais cerca de 8 milhões morrem. Este ano, no Brasil, o Inca estima em 580 mil o número de novos casos da doença.

Os pacientes com câncer têm direitos que muitas vezes desconhecem, disse - em entrevista à Agência Brasil - a advogada Danielle Bitetti, especializada em direitos do consumidor e na área de saúde. É o caso de medicamentos de alto custo usados no tratamento da doença, que são negados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou de planos de saúde que não concedem o custeio de medicamentos importados.

Nesses casos, quem está doente pode recorrer à Justiça em busca de seus direitos. “Pode entrar, sim. Tanto contra o SUS, como contra os planos de saúde. Sempre que ele tiver um tratamento negado, tanto de medicamento como de quimioterapia ou radioterapia, mesmo que seja de uso oral ou domiciliar, ele deve procurar a Justiça, porque tem o direito de fazer o melhor tratamento que foi solicitado pelo médico que o acompanha e não o que o plano escolher para ele”. Danielle esclareceu que as condutas do SUS e das operadoras de planos de saúde são consideradas abusivas pelos órgãos de defesa do consumidor.

Salientou que existe prioridade no atendimento da Justiça a pacientes com câncer. “Todos os pacientes em tratamento de câncer que necessitam ingressar com ação têm prioridade na tramitação. O pedido de liminar geralmente sai entre 24 e 48 horas após a distribuição da ação. Ele tem garantido o tratamento logo que ingressa com a ação, enquanto o processo tem o trâmite normal”.

A advogada acrescentou que os processos que envolvem direitos à saúde têm um trâmite mais rápido em relação aos demais. Eles costumam ser encerrados no prazo de um a dois anos. “E muitas vezes, o processo se encerra mais rápido ainda, dependendo do fórum em que cair e do cartório em que tramitar a ação”.

Ressaltou que, uma vez garantida a liminar, o paciente não precisa se preocupar com o trâmite da ação, “porque o tratamento dele vai estar garantido desde o início”.

Entre outros direitos dos pacientes com câncer está o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), sempre que for necessário, até que o doente tenha a alta médica definitiva. O benefício é garantido pela lei número 8.922/94 e pelo decreto 5.860/2006. “Ele tem direito de sacar o FGTS para seu benefício. E caso não consiga, pode ingressar com uma ação, solicitando os valores”.

Além disso, os pacientes têm o direito à circulação livre de carro, mesmo em dias de rodízio, em cidades que adotam esse sistema. Para isso, eles têm que cadastrar previamente o veículo utilizado nos órgãos competentes. Há isenção também do Imposto de Renda na aposentadoria para os portadores da doença aposentados ou pensionistas, “mesmo que o diagnóstico tenha sido dado após a aposentadoria. Basta ele comunicar ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)”.

A advogada lembrou, ainda, que, se houver alguma limitação devido ao tratamento do câncer, por quimioterapia ou radioterapia, o paciente poderá ainda comprar veículos novos adaptados com desconto de impostos. Para isso, é necessário observar a legislação vigente em cada estado e no Distrito Federal.

Rádio Vale promove campanha solidária em prol do Lar dos Idosos Irmã Dulce

Com poucos recursos, entidade atende a mais de 40 idosos. Foto: Lar dos Idosos Irmã Dulce.

A Rádio Vale do Capibaribe está promovendo uma campanha para arrecadação de donativos para o Lar dos Idosos Irmã Dulce.

Localizada no Sítio Barrinha, em Santa Cruz do Capibaribe, a entidade atende a mais de 40 idosos oferecendo alimentação, moradia, atendimento médico, atividades recreativas e claro: muito carinho.

De acordo com a emissora, a campanha tem como objetivo arrecadar produtos de higiene pessoal e limpeza como creme dental, sabonetes, perfumes, shampoo, hidratantes e, principalmente, fraldas geriátricas e outros itens como esparadrapos, gases algodão entre outros.

As doações podem ser entregues na emissora, que fica localizada na Rua Maria Santina, Nº 200, no Bairro Polis Pacas (próximo ao loteamento Vivendas do Capibaribe e o Clube Pele Bronzeada).

Shareaholic