sábado, 7 de março de 2015

SÃO BENTO DO UNA REGISTRA MAIS UM HOMICÍDIO


O município de São Bento do Uma no Agreste registrou mais um crime de morte na noite desta sexta-feira (6).

O oitavo homicídio do ano foi registrado na Rua da Pedra, a vítima David Domingos Pereira, foi surpreendido por pistoleiros que efetuaram disparos de arma de fogo que lhe atingiram em várias partes do corpo.

Ainda segundo informações da polícia a vítima era ex-presidiário tendo cumprido pena por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo, policiais civis compareceram ao local onde deram inicio as investigações e encaminharam o corpo para o IML de Caruaru.

PRF DE GARANHUNS PRENDE MAIS UM CAMINHONEIRO USANDO DROGA COMO ARREBITE


Foi detido e preso pela Polícia Rodoviária Federal em Garanhuns, Marcos Vinícius Vitor, vulgo “Tiozinho”, de 24 anos.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Marcos Vinícius conduzia um caminhão Scania P 310 de placa OYN-2808/MG, quando, ao ser fiscalizado às 10h43 deste sábado (7) no Km 92 da BR-423, foram encontrados, em seu interior, 3 pílulas de substância análoga à Ecstasy, droga ilícita de venda proibida.

Ainda segundo a PRF, desconfiança do policial em relação ao consumo da droga pelo citado motorista se deu em virtude do mesmo se encontrar agitado, com voz trêmula e pupilas dilatadas.

A referida droga, pertencente a família das anfetaminas, causa euforia, sensação de bem-estar e alterações da percepção sensorial em seu consumidor.

Após ser autuado por dirigir veículo sob efeito de substância psico-ativa, o mesmo foi enquadrado por direção perigosa e enviado para a polícia judiciária de Garanhuns/PE.

Imagem: PRF-Garanhuns/PE

JOVEM MORRE APÓS PERDER CONTROLE DE MOTO E CAIR EM JUREMA


Um homem morreu na noite desta sexta-feira (6), após perder o controle da motocicleta que pilotava na rodovia PE-158 que liga o município de Jurema ao distrito de Cruzes em Panelas, o acidente aconteceu nas imediações do Sítio Salobro de Jurema, a vítima Ednaldo Valentim da Silva, guiava uma moto de placa KFS-4647, quando em um trecho da rodovia perdeu o controle, chocou-se com uma pedra e veio a óbito.

De acordo com informações da polícia a vítima na hora do acidente não usava capacete, o corpo foi encaminhado ao IML de Caruaru.

CIOSAC APREENDE ARMAS NA ZONA RURAL DE SERRA TALHADA-PE


De acordo com informações da CIOSAC, na sexta-feira (06), após receber denúncias, uma equipe realizou levantamentos e deslocou-se ao Sítio Pilãozinho, zona rural de Serra Talhada, onde deteve Manoel Bezerra Sobrinho, vulgo “Têcha”, o qual era acusado de possuir armas irregulares e realizar disparos de arma de fogo em sua propriedade. Lá foram apreendidos um revólver calibre 38, marca Taurus; cinquenta e quatro munições do mesmo calibre, intactas; um revólver calibre 32, sem marca; quarenta e quatro munições do mesmo calibre, intactas; duas espingardas de antecarga, além de coldres e diversas munições para caça.

O detido e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia Regional de Serra Talhada, onde houve a autuação em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo.

Prefeito de Camalaú vai a Brasília em busca de recursos


O prefeito Jacinto Bezerra, de Camalaú, encontra-se em Brasília-DF, onde esteve reunido com o deputado federal Wellington Roberto, buscado liberação de recursos para o município. Ele ainda teve a satisfação de conhecer o ex-prefeito do município de Prata, José Ferreira Ramos (ao meio na foto), que também é professor e natural de Camalaú, mas reside no DF. Participou também do encontro o assessor parlamentar, José Roberto.

José Ferreira é filho da professora Severina Ramos, que foi uma das primeiras professoras do município. Quando prefeito de Prata, por decreto, mudou o nome de Boi Velho, que era distrito de Prata, para Ouro Velho, que hoje é município independente e carrega o nome até os dias atuais.

Ascap realiza café da manhã especial para as mulheres

Foi realizado manhã desta sexta-feira (06), na Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap) um café da manhã alusivo ao Dia Internacional da Mulher, que acontecerá no próximo domingo, 8 de março.

Aberto pelo presidente da entidade, José Gomes Filho, o evento teve início às 9h, seguido por toda a manhã. Durante o encontro, diretoras, associadas, colaboradoras e convidadas puderam se deliciar com um variado cardápio oferecido pela Ascap.

Além de trocar informações e se confraternizarem, elas assistiram à palestra “O estilo Feminino de Liderar”, ministrada por Késsia Vasconcelos e Jussara Pereira, do grupo recifense Inova – Mulheres Empreendedoras, criado para incentivar o empreendedorismo feminino, promover qualidade de vida, inspirar e disseminar a cultura do planejamento, visando o desenvolvimento e crescimento pessoal das mulheres.

“Diante das muitas responsabilidades que as mulheres têm, especialmente em nossa região, é preciso tirar um momento para renovar a nossa força e coragem. Temos seis mulheres na nossa diretoria, mas temos também um grande percentual de associadas à entidade. E isso é espelho da forte presença da figura feminina na indústria confeccionista. A Ascap reconhece esse potencial e se sente honrada em poder abraçar essas profissionais nesse dia especial”, disse Cíntia Valéria Barbosa, 1ª vice-presidente da Ascap.

Ministro do STF autoriza investigação de 47 políticos na Lava Jato

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta sexta-feira (6) autorizar a abertura de inquérito para investigar 47 políticos suspeitos de participação no esquema de corrupção da Petrobras revelado pela Operação Lava Jato.

A informação foi dada a partir das 20h25, depois de um dia de intensa ansiedade nos meios políticos de Brasília. Uma assessora do Supremo leu os nomes dos parlamentares alvos dos inquéritos. São os seguintes:

PP
– Senador Ciro Nogueira (PI)
– Senador Benedito de Lira (AL)
– Senador Gladson Cameli (AC)
– Deputado Aguinaldo Ribeiro (PB)
– Deputado Simão Sessim (RJ)
– Deputado Nelson Meurer (PR)
– Deputado Eduardo da Fonte (PE)
– Deputado Luiz Fernando Faria (MG)
– Deputado Arthur Lira (AL)
– Deputado Dilceu Sperafico (PR)
– Deputado Jeronimo Goergen (RS)
– Deputado Sandes Júnior (GO)
– Deputado Afonso Hamm (RS)
– Deputado Missionário José Olímpio (SP)
– Deputado Lázaro Botelho (TO)
– Deputado Luis Carlos Heinze (RS)
– Deputado Renato Molling (RS)
– Deputado Renato Balestra (GO)
– Deputado Lázaro Britto (BA)
– Deputado Waldir Maranhão (MA)
– Deputado José Otávio Germano (RS)
– Ex-deputado e ex-ministro Mario Negromonte (BA)
– Ex-deputado João Pizzolatti (SC)
– Ex-deputado Pedro Corrêa (PE)
– Ex-deputado Roberto Teixeira (PE)
– Ex-deputada Aline Corrêa (SP)
– Ex-deputado Carlos Magno (RO)
– Ex-deputado e ex-vice governador João Leão (BA)
– Ex-deputado Luiz Argôlo (BA) (filiado ao Solidariedade desde 2013)
– Ex-deputado José Linhares (CE)
– Ex-deputado Pedro Henry (MT)
– Ex-deputado Vilson Covatti (RS)

PMDB
– Senador Renan Calheiros (AL), presidente do Senado
– Senador Romero Jucá (RR)
– Senador Edison Lobão (MA)
– Senador Valdir Raupp (RO)
– Deputado Eduardo Cunha (RJ), presidente da Câmara
– Deputado Aníbal Gomes (CE)
– Ex-governadora Roseana Sarney (MA)

PT
– Senadora Gleisi Hoffmann (PR)
– Senador Humberto Costa (PE)
– Senador Lindbergh Farias (RJ)
– Deputado José Mentor (SP)
– Deputado Vander Loubet (MS)
– Ex-deputado Cândido Vaccarezza (SP)

PSDB
– Senador Antonio Anastasia (MG)

PTB
– Senador Fernando Collor (AL)

Arquivamentos
Além dos pedidos de abertura de inquérito, o Ministério Público Federal pediu o arquivamento em outros sete casos, entre os quais os dos senadores Aécio Neves (PSDB-MG), candidato derrotado à Presidência da República, e Delcídio Amaral (PT-MS); e dos ex-deputados Alexandre Santos (PMDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), ex-presidente da Câmara.

Outros três – os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Romero Jucá (PMDB-RR) e o deputado e ex-ministro Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) – tiveram parte das suspeitas arquivadas, mas serão alvos de inquérito em relação a outra parte.

Dilma e Palocci
A presidente Dilma Rousseff é citada em um depoimento de delação premiada, mas o procurador-geral informou que não tem competência legal para investigá-la.

No caso do Antonio Palocci, o ministro decidiu, conforme o pedido da Procuradoria Geral, remeter o caso para a primeira instância da Justiça Federal no Paraná.

Em depoimento em delação premiada do doleiro Alberto Youssef, Dilma é citado como suposta beneficiária de contribuições para a campanha eleitoral de 2010. O doleiro afirmou que Palocci teria pedido a ele recursos para a campanha.

21 inquéritos

Conforme a assessoria do STF, os 47 políticos serão investigados em 21 inquéritos instaurados no tribunal. Para o ministro Teori Zavascki, há indícios de ilicitude e não foram verificadas “situações inibidoras do desencadeamento da investigação”.

Zavascki destacou, porém, que a abertura de investigação não representa “juízo antecipado sobre autoria e materialidade do delito”, principalmente nos em que os indícios foram obtidos por meio de depoimentos feitos com base em delação premiada.

“Tais depoimentos não constituem, por si sós, meio de prova, até porque, segundo disposição normativa expressa, nenhuma sentença condenatória será proferida com fundamento apenas nas declarações de agente colaborador”, afirmou o ministro, ao deferir os pedidos do procurador-geral.

Em relação aos arquivamentos, o ministro argumentou que, conforme entendimento “pacífico” do Supremo, a Corte não pode recusar pedido de arquivamento feito pelo procurador-geral.

Com G1

Shareaholic