terça-feira, 3 de março de 2015

TRE prioriza recadastramento biométrico para cidades do Cariri


Um total de 67 municípios paraibanos compõem a relação encaminhada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que seja realizado o recadastramento biométrico do eleitorado este ano. Ao todo, 763.390 eleitores devem passar pela biometria, caso a lista em sua totalidade seja homologada pelo TSE. Municípios aguardados pela população como Santa Rita (90.781), Bayeux (70.679), Patos (33.387), Sousa (41.186) e Guarabira (40.012) foram incluídos.

Além desses, também foram incluídos outros colégios eleitores com um quantitativo atual de mais de 10 mil habitantes no cadastro da Justiça Eleitoral, como Esperança (24.850), Monteiro (24.164), Remígio (13.499), Juazerinho (12.559), Jacaraú (12.750) e Taperoá (10.985).

A lista, entretanto, prioriza os municípios com pedidos de revisão de eleitorado já deferidos pelo TRE-PB, dentre os quais os constantes da Resolução TRE nº 006/2009, como São Domingos do Cariri, Cubati, Várzea, São Sebastião do Umbuzeiro, Zabelê, Amparo, Congo e São Francisco.

A maior parte da lista provém de pedidos de revisão dos eleitores requerida na Corregedoria Regional Eleitoral da Paraíba (CRE-PB), diante de possíveis inconstâncias entre o número de eleitores, para mais, e o quantitativo da população.

Conforme explicou o corregedor eleitoral, juiz Tércio Chaves de Moura, a ordem é que as revisões sejam procedidas concomitantemente ao recadastramento biométrico, dentro do cronograma possível e previsto pelo TSE. “Sempre que chega um pedido de revisão e constatamos uma incongruência entre o total de eleitores a mais ou muito próximo do número de habitantes, o TRE autoriza a revisão, mas juntamente com o cadastramento biométrico, quando este for realizado”, disse.
Um grupo de trabalho de identificação biométrica do TSE deverá analisar se os municípios indicados pelo TRE preenche os requisitos e se há disponibilidade orçamentária e, no que forem aplicáveis, as demais disposições da Res.- TSE nº 21.538/2003. A assessoria de comunicação do TSE, no entanto, informou que não há previsão para análise do pedido encaminhado pelo TRE-PB.

O sistema biométrico de votação é considerado um método mais seguro e que evita fraudes, tendo em vista que, por ser através da identificação digital, apenas o portador do título eleitoral poderá ser reconhecido no momento da votação. Nas últimas eleições, 928.841 eleitores de 23 municípios da Paraíba em que já houve recadastramento biométrico, inclusive os dois maiores colégios eleitorais do Estado – João Pessoa e Campina Grande, votaram através da biometria.

Jovem é assassinado em danceteria na zona rural de Brejo da Madre de Deus


Na madrugada desta terça-feira (03), o efetivo da Polícia Militar foi solicitado por populares, que informaram que no Sítio Açudinho, zona rural de Brejo da Madre de Deus havia ocorrido um homicídio.

O efetivo seguiu até o local e ao chegar constatou o fato. A vítima foi Carlos Henrique da Silva, conhecido por “Sapim” (19 anos). O homicídio ocorreu dentro de uma danceteria.

Testemunhas informaram que uma pessoa desconhecida efetuou um disparo de arma de fogo contra a vítima, e fugiu em seguida, porém a vítima veio a óbito no local.

Operação prende suspeitos de tráfico de drogas e homicídios na PB

Uma operação deflagrada na madrugada desta terça-feira (3) no Sertão da Paraíba prendeu pelo menos 12 pessoas até as 8h30, todas suspeitas de participarem de uma quadrilha que tem envolvimento com tráfico de drogas, homicídios, assaltos e fraudes em concursos. De acordo com o delegado Glauber Fontes, a Operação A Teia também foi realizada nos estados de São Paulo e Rondônia.

Ainda conforme informações do delegado, quem comandava a quadrilha era um ex-candidato a vereador na cidade de Conceição que foi preso. "Essa quadrilha é responsável por diversos crimes. Entre eles estão um homicídio que aconteceu na cidade de Conceição encomendado por um presidiário de Rondônia e ordenada por um ex-candidato a vereador da cidade.

Segundo o delegado, o ex-candidato a vereador foi preso enquanto tentava fugir da cidade. Foram expedidos 17 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão. Armas, drogas, munições e dinheiro foram apreendidas. Mais de 90 policiais civis estão envolvidos. A operação também foi realizada nas cidades de Patos, Campina Grande e Cajazeiras.

Jovem é atingido por disparo de arma de fogo após tentativa de assalto em Toritama

A Polícia Militar recebeu determinação da Central de rádio, para se deslocar até hospital de Toritama, onde se encontrava um jovem que foi vítima de disparo de arma de fogo. Ao chegar na unidade hospitalar foi constatado o fato.

A vítima identificada por Higor Wesley de Souza (21 anos) informou ao policiamento que foi abordado e anunciado um assalto e quando o mesmo foi pegar a carteira no bolso, um dos assaltantes efetuou um disparo de arma de fogo.

O tiro atingiu a vítima na perna direita, na altura da coxa próxima do joelho. Em seguida, os assaltantes fugiram do local.

Bandidos explodem agência do Bradesco em Boqueirão

A agência do banco Bradesco da cidade de Boqueirão, no Cariri Paraibano, teve os caixas eletrônicos explodidos na madrugada desta terça-feira (3). Hoje aposentados e pensionistas do INSS receberiam seus benefícios na cidade.

A força dos explosivos foi tamanha que deixou a parte interna do prédio totalmente destruída e a estrutura da fachada comprometida. Uma mulher, que não quis se identificar e que mora próximo à agência, disse que o barulho foi muito grande e deixou toda vizinhança assustada. “Depois da explosão ninguém mais conseguiu dormir, ficamos assustados sem entender o que estava acontecendo”, relatou.

De acordo com informações, um grupo de quatro homens foi visto nas proximidades do banco em movimentação suspeita. Eles estavam em um automóvel tipo Saveiro de cor branca e teriam fugido com destino ignorado.

A polícia está à procura dos acusados, mas até o momento não tem informações concretas sobre o paradeiro dos criminosos.

As charges do dia...


24 cidades do Cariri e 3 do Seridó estão inadimplentes com a União e impedidas de receber verbas federais


Nos últimos anos, os prefeitos têm reclamado insistentemente das bruscas quedas nos repasses do FPM. Colocando a culpa unicamente no Governo Federal, alguns gestores alegam isso como desculpa para não fazerem novos investimentos nas cidades. Mas na realidade, eles não se preocupam em tirar as inadimplências de seus municípios e dessa forma receber recursos federais para impulsionar o desenvolvimento das cidades.

Em levantamento exclusivo feito pelo portal De Olho No Cariri, descobrimos que de 29 cidades do Cariri Ocidental e Oriental, apenas cinco estão adimplentes com o Cadastro Único de Convênios (CAUC) e, portanto, podem receber transferências do Governo Federal. São elas: Gurjão, Taperoá, Barra de Santana, Caturité e São João do Tigre.

O levantamento foi feito neste último dia 02 de março e através do portal do Tesouro Nacional verificou-se que 24 municípios caririzeiros estão inadimplentes com a União e não podem receber investimentos federais. São eles: São Sebastião do Umbuzeiro (5), Boa Vista (5), Assunção (4), Zabelê (4), Serra Branca (3); Caraúbas (3), Amparo(3), Ouro Velho(3), Camalaú(3), São Domingos do Cariri (3), Coxixola(2), Prata(2), Sumé(2), Cabaceira(1), São João do Cariri (2), São José dos Cordeiros(1), Parari (2), Congo(1), Monteiro (1), Livramento(2), Santo André(2), Barra de São Miguel (2), Boqueirão (1), Alcantil (2).

Analisando as cidades do Seridó Paraibano, verificamos que as três cidades estão inadimplentes. Juazeirinho, Junco do Seridó e Tenório têm 3 inadimplências cada.

Ao todo, são 14 itens avaliados pelo Tesouro Nacional e geralmente, cidades com muitas inadimplências são aquelas cujos gestores não se preocupam em buscar investimentos federais para imprimir importantes obras para suas populações. O dinheiro advindo do Governo Federal pode ser usado, por exemplo, para reformar e ampliar postos de saúde, para obras de dragagem e pavimentação e até para construção de equipamentos de lazer e reformas de Escolas e Creches.

As campeãs de inadimplência com a União são as cidades de São Sebastião do Umbuzeiro, Boa Vista e Zabelê com 5 pendências cada. A cidade de Assunção vem em seguida com 4 e os municípios de Serra Branca; Caraúbas, Amparo, Ouro Velho, Camalaú e São Domingos do Cariri têm 3 pendências cada um.

Em Serra Branca, cidade administrada por Eduardo Torreão Mota há seis anos, patina com obras paralisadas e com a impossibilidade de contratar recursos federais. O gestor mesmo estando em seu segundo mandato não consegue tirar a inadimplência do município e com isso não tem conseguido novas verbas federais como em outras cidades.

A Prefeitura de Serra Branca segue inadimplente nos setores de: Regularidade quanto à Prestação de Contas de Recursos Federais recebidos anteriormente; Publicação do Relatório de Gestão Fiscal – RGF; e Publicação do Relatório Resumido de Execução Orçamentária – RREO.

A situação de adimplência e inadimplência é responsabilidade das prefeituras e para receber verbas de transferências voluntárias é preciso estar em dia com o CAUC.

Os dados foram coletados junto ao portal do Tesouro Nacional neste dia 02 de março e o leitor pode acessar as informações através do endereço: http://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/

Fonte: DE OLHO NO CARIRI
Reportagem: Wandri Tadeus
Edição: Klebson Wanderley

Shareaholic