segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Criança percebe incêndio e evita tragédia em Santa Cruz do Capibaribe

Fogo são atingiu outros imóveis graças a intervenção dos bombeiros. Fotos: Fernando Lagosta.

Na madrugada desta segunda-feira (13), mais um incêndio foi registrado em Santa Cruz do Capibaribe. O fato aconteceu no Loteamento Acauã, na Rua Pedro Ferreira da Silva – 131.

De acordo com as informações fornecidas por uma das moradoras da casa, identificada por Zeilda, o incêndio começou devido a um curto circuito que aconteceu no interior da residência, que não possuía instalação elétrica legalizada.
Nos imóveis é comum a presença de instalações irregulares, os conhecidos “gatos”.

Além, disso, ela alegou ao Sargento Damasceno, do Corpo de Bombeiros que, dentro da casa, haviam vários aparelhos elétricos ligados em uma única tomada, fator que pode ter desencadeado as chamas.

Ela alegou a nossa equipe de reportagem que estava dormindo com sua companheira quando a sua filha, uma criança de seis anos, percebeu as chamas se alastrando na sala. Ao serem acordadas pela criança, elas tentaram conter as chamas jogando água, mas o fogo continuou a se alastrar.
Zeilda relata para os bombeiros o que pode ter acontecido. Ao lado, a criança que percebeu as chamas.

A criança chegou a ser colocada no telhado vizinho para gritar por ajuda e, nesse momento, foi percebida a gravidade da situação. As três conseguiram sair de dentro da casa, com a ajuda desses vizinhos, pelo muro na parte de trás.

Os bombeiros foram acionados, mas não conseguiram evitar com que o fogo consumisse o imóvel, mas evitaram que as chamas se espalhassem pelas casas vizinhas, que estavam fechadas a cadeados postos do lado de fora.

As duas mulheres sofreram ferimentos leves e a criança saiu ilesa.

.
Moto cinquentinha foi um dos vários pertences que foram destruídos..

Inscrições para as oficinas do principal festival de curtas metragens da região já estão abertas

Imagem meramente ilustrativa.

Já estão abertas as inscrições para as três oficinas voltadas para o cinema, que serão realizadas durante a sétima edição do Curta Taquary.

Para quem não conhece, o festival é realizado no município de Taquaritinga do Norte e traz para o público a exibição gratuita de curtas-metragens (filmes de curta duração, com tempo inferior a 30 minutos) nacionais e internacionais, além de mostras com premiações para os melhores nas categorias “Primeiros Passos” (estreantes), “Dálias da Serra” (participantes de oficinas) e “Competitiva Nacional” (voltada para produções nacionais com temas Ficção, Documentário e Animação) e oficinas e palestras sobre o assunto.

Para esta edição, as oficinas acontecerão entre os dias 17 a 28 de novembro, tanto no município que sedia o evento, como na cidade de Caruaru e são destinadas a estudantes, produtores, atores e pessoas interessadas no universo audiovisual.

A três oficinas, “Ator no Cinema”, “Boneco Animado” e “Crítica Cinematográfica”, com cargas horárias que variam de 16 a 30 horas, serão ministradas, de maneira gratuita, por diretores e pesquisadores de renome nacional.

Para se candidatar a uma das vagas, que são imitaras, o interessado (ou interessada) deve encaminhar um email para curtataquary@hotmail.com, contendo nome completo, email e telefone de contato, além de uma carta de intenção (com no máximo 10 linhas) sobre o porquê de fazer a oficina e currículo resumido.

O resultado dos classificados será divulgado em 10 de novembro. Para mais informações sobre os focos de atuação em cada oficina, é só clicar no link a seguir e fazer o download do release: >>>Conteúdo das Oficinas

Shareaholic